China

Xangai investiga empresa por testes falsos de Covid-19

Vários moradores de Xangai escreveram esta semana na rede social Weibo que receberam resultados com falsos positivos da empresa Zhongke Runda

Testes de Covid-19 em XangaiTestes de Covid-19 em Xangai - Foto: Hector Retamal / AFP

Uma empresa de testes de Covid-19 em Xangai está sendo investigada pelas autoridades locais, após informações de que cidadãos receberam resultados com falsos positivos, sendo, então, enviados para a severa quarentena imposta pelo governo.

Vários moradores de Xangai escreveram esta semana na rede social Weibo que receberam resultados com falsos positivos da empresa Zhongke Runda, que opera três centros de detecção de coronavírus nesta cidade de 25 milhões de pessoas.

Este centro financeiro está há semanas em situação de confinamento, em meio a um surto de covid-19. Quem apresenta resultado positivo nos testes de detecção em massa que estão sendo feitos deve ir para um centro de isolamento instalado pelo governo - mesmo se não tiverem sintomas.

Em mensagem enviada ontem à Bolsa, a empresa controladora do grupo, a Shanghai Runda Medical Technology, afirmou que os relatos de falsos positivos "puseram em xeque a precisão da informação dos testes do laboratório de ácido nucleico de Zhongke Runda" e que uma investigação foi iniciada na segunda-feira. 

As autoridades sanitárias de Xangai anunciaram, por sua vez, a abertura de uma investigação sobre uma "organização terceirizada" não identificada, em resposta aos comentários on-line sobre os resultados dos testes. 

Uma mulher disse que sua filha recebeu um resultado positivo após um teste da Runda e que teve de ir para um centro de quarentena de precárias condições. 

Toda família foi "enviada para um centro de quarentena de aspecto assustador", onde as luzes ficam acesas 24 horas por dia e não há atendimento médico, revelou ela.

Veja também

Espanha prende três pessoas por ataques cibernéticos contra países que apoiam a Ucrânia
guerra na ucrânia

Espanha prende três pessoas por ataques cibernéticos contra países que apoiam a Ucrânia

Trump volta a fazer comícios públicos neste sábado, pela 1ª vez com vice
ESTADOS UNIDOS

Trump volta a fazer comícios públicos neste sábado, pela 1ª vez com vice

Newsletter