Ygor Coelho fatura ouro inédito para Brasil no badminton

Brasileiro conquistou vaga no lugar mais alto do pódio após derrotar o canadense Brian Yang por 2 sets a 0 na final dos Jogos Pan-Americanos

Conquista coloca Ygor mais próximo da vaga nas Olimpíadas de TóquioConquista coloca Ygor mais próximo da vaga nas Olimpíadas de Tóquio - Foto: Alexandre Loureiro/COB

O brasileiro Ygor Coelho derrotou o canadense Brian Yang por 2 sets a 0 (21/19 e 21/10) nesta sexta-feira (2) e conquistou a primeira medalha de ouro para o badminton brasileiro em Pan-Americanos. A modalidade foi incluída na competição nos Jogos de Mar del Plata, em 1995.

Com a conquista, obtida após perder apenas um set nos cinco jogos em que disputou, Ygor dá também um largo passo rumo aos Jogos Olímpicos, com metade dos pontos necessários para carimbar o passaporte para Tóquio 2020.

Natural da cidade do Rio de Janeiro (RJ) e melhor colocado do ranking masculino de badminton das Américas, Ygor figura entre os 60 melhores atletas de badminton do mundo e entrou na Lima 2019 como adversário a ser batido. Agora, ele adicionará a medalha dourada dos Jogos Pan-Americanos ao currículo que já conta com o bicampeonato do Campeonato Pan-Americano (2017 e 2018) e tem três ouros conquistados nos Jogos Sul-americanos Cochabamba 2018 (simples, dupla masculina e equipe).

Inscrito somente para participar da competição individual na Lima 2019, Ygor Coelho avançou à semifinal após vencer as três primeiras partidas disputas por 2 sets a 0. As vítimas foram o salvadorenho Uriel Canjura (21/19 e 21/ 11), cubano Leodannis Martínez (21/15 e 22/20) e o norte-americano Timothy Lam (21/16 e 21/6).

Na semifinal contra o canadense Jason Ho-Shue, o brasileiro enfrentou dificuldades pela primeira vez no Pan. Ygor perdeu o primeiro set por 22 a 20 e devolveu o mesmo placar na segunda parcial. No set decisivo da disputa, atropelou Ho-Shue por 21 a 8 e avançou para encarar o também canadense Brian Yang.

Leia também:
Seleção masculina de vôlei vence segundo jogo no Pan
Brasil conquista ouro e prata no stand up paddle no Pan


Na decisão, o brasileiro começou melhor e anotou os dois primeiros pontos da disputa. O canadense igualou as forças logo na sequência e empatou a final em 5 a 5. Ygor voltou a abrir dois pontos, mas foi buscado e viu o canadense assumir a liderança pela primeira vez com o placar de 8 a 7.

Ygor não se abalou ao ser ultrapassado, voltou a liderar o duelo em seguida e chegou a abrir quatro pontos na frente de Yang. Mesmo com a vantagem obtida, o canadense voltou a dificultar e igualou o confronto em 19 a 19, forçando Ygor a marcar dois pontos seguidos, fechar o set em 21 a 19 e dar o primeiro passo rumo ao ouro inédito.

Com a vitória no primeiro set, Ygor ganhou confiança e abriu três pontos de vantagem logo nos primeiros pontos da parcial seguinte e tinham o dobro da pontuação do adversário quando o placar mostrava 8 a 4. Coube a ele manter a vajtagem, fechar o set decissivo por 21 a 10 e e se segrar campeão.

Campanha histórica

Além do primeiro ouro brasileiro em Jogos Pan-Americanos, a equipe verde-amarela de badminton faturou ainda outras quatro medalhas de bronze e deixa a capital peruana com a melhor campanha da história brasileira na modalidade.

A delegação enviada a Lima é composta por oito atletas vindos de projetos sociais, a metade deles nascidos no Piauí. Os quatro bronzes foram todos obtidos nas disputas de duplas.

Pelas duplas femininas, Tamires Santos e Fabiana Silva e Samia e Jaqueline Lima dividiram o terceiro lugar no pódio. Os irmãos Fabrício e Francielton Farias levaram o bronze nas duplas masculinas e Fabricio Farias e Jaqueline Lima nas duplas mistas.

As conquistas confirmam a evolução do esporte no ambiente nacional. Nos jogos do Rio de Janeiro (2007) e de Guadalajara (2011), a equipe brasileira faturou apenas uma medalha de bronze.

Quatro anos mais tarde, o Brasil deixou Toronto com as medalhas de pratas nas duplas masculina e feminina e um bronze nas duplas mistas. O sonho do primeiro ouro, no entanto, foi adiado para os Jogos de Lima 2019.

Veja também

Governo lança cartilha para crianças com autismo
autismo

Governo lança cartilha para crianças com autismo

Pernambuco registra 260 novos casos da Covid-19 e nove mortes nas últimas 24h
Coronavírus

Pernambuco registra 260 novos casos da Covid-19 e nove mortes nas últimas 24h