EUA

Youtuber e atleta olímpico americano é acusado de derrubar avião monomotor para atrair visualizações

O relato do youtuber, contudo, foi contestado por uma série de pilotos desconfiados perante às imagens

Momento em que o youtuber salta do aviãoMomento em que o youtuber salta do avião - Foto: reprodução / YouTube

O youtuber e atleta olímpico americano de snowboard Trevor Jacob, de 28 anos, vem sendo acusado nas redes sociais de causar propositalmente uma queda de avião monomotor em região montanhosa da Califórnia por, aparentemente, desejar atrair visualizações a seu canal.

Ele postou um vídeo em que aparece saltando de paraquedas, em novembro de 2021, e depois mostra os destroços da aeronave. A Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) anunciou em dezembro que iniciou uma investigação, mas não deu mais detalhes sobre o caso.

No vídeo, publicado um mês depois da queda do avião, Jacob aparece dando um sinal positivo em direção à câmera. Em determinado, porém, a hélice aparenta falhar. Ele então abre a porta e salta com o paraquedas preso às costas. Seu objetivo seria espalhar as cinzas de um amigo que havia morrido num acidente de base jump.

As imagens das câmeras acopladas à aeronave mostram a colisão do TaylorcraftBL64 na Floresta Nacional de Los Padres, na região de Santa Bárbara. Enquanto isso, Jacob caminha por horas pela área para localizar onde o avião estava. Mais tarde, ele foi até um carro que passou próximo e pediu ajuda para sair dali. Aos homens no veículo, o youtuber contou que ele foi forçado a pular do avião de paraquedas após uma possível falha no motor.

"Foi a experiência mais intensa da minha vida", teria dito Jacob na primeira legenda de uma postagem no Instagram que mostra o avião destruído, segundo portais de notícia. "Não achei que conseguiria sair vivo".

O texto depois foi alterado para: "Destruí meu avião… Tem um vídeo sobre isso no meu canal do YouTube".

O relato do youtuber, contudo, foi contestado por uma série de pilotos desconfiados perante às imagens. Muitos deles estranharam o fato de Jacob não ter mostrado uma verificação de falha ou buscado um local seguro para um pouso de emergência. Além disso, foi descoberto que Jacob havia comprado um avião que "precisava de uma grande manutenção". Diante disso, a FAA apura o episódio.

"Alguém que entende de qualquer coisa sobre aviação saberá como isso foi encenado e como teria sido fácil deslizar até o leito do rio. Espero que você tenha a atenção que queria, amigo", diz um comentário no Instagram.

Veja também

EUA investigam relação entre manteiga de amendoim e surto de salmonella
Infecção

EUA investigam relação entre manteiga de amendoim e surto de salmonella

Bebê de 1 ano morre após se engasgar com maçã em creche de Petrópolis
Rio de Janeiro

Bebê de 1 ano morre após se engasgar com maçã em creche de Petrópolis