A-A+

Zona Azul Digital começa a funcionar no Recife nesta segunda

O app está disponível para download gratuito, porém, o usuário ainda pode usar os talões de papel até o dia 31 de julho

[610] Zona Azul Digital Recife[610] Zona Azul Digital Recife - Foto: Leo Malafaia/Folha de Pernambuco

A partir desta segunda-feira (1º), o aplicativo Zona Azul Digital permite aos motoristas a ativação, por meio de smartphones, de 3,2 mil vagas de estacionamento rotativo localizadas nos bairros do Recife, São José, Santo Antônio, Boa Vista, Madalena, Encruzilhada, Casa Amarela, Casa Forte e Boa Viagem. O app pode ser baixado de forma gratuita nas lojas digitais dos sistemas operacionais dos aparelhos.

Desta segunda até o dia 31 de julho, no entanto, o uso dos talões de papel também é permitido, assim como a comercialização dos bilhetes que ainda restam nos pontos de venda. Desde a última sexta-feira, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) não emite mais folhas de papel para o Zona Azul, mas somente no dia 1º de agosto, o uso dos talões será abolido. Teresa Julia, 61 anos, atua na venda dos bilhetes de Zona Azul há quase duas décadas, no Bairro do Recife. Em seu estoque, conta com quase quatro mil bilhetes que devem ser comercializados até o final do mês. “Antes do dia 31 eu vendo tudo, normalmente vendemos quase 6 mil por mês”, aponta.

Leia também:
App Zona Azul Digital Recife já está disponível para download 
Zona Azul Digital passará a valer no mês de julho

No caso de Altemicio Américo, 66 anos, que atua no mesmo bairro, restaram apenas 12 bilhetes.”Foi o que sobrou para vender, vai acabar rápido”, afirma. Eles estão entre os 140 pontos fixos da capital pernambucana que irão oferecer a ativação das vagas para quem não tem dispositivo móvel ou não queira baixar o aplicativo.

Para o estudante Ian Barbosa, 23 anos, a iniciativa da Zona Azul Digital é válida, apesar de, na sua opinião, não estar totalmente clara para os usuários. “Acho que com o tempo pode melhorar, eu sei que vai começar, mas não sei o que vai mudar”, aponta.

Após baixar o app, o usuário precisa cadastrar dados pessoais, login, senha, placas de até três veículos e forma de pagamento. O valor cobrado pelas vagas segue sendo R$ 3 e pode ser pago em cartão de crédito ou de débito. As vagas também continuam com o regime atual de horas: de duas e cinco horas. Já quem preferir comprar os bilhetes nos pontos de venda, informará sua placa ao vendedor e receberá um comprovante com o horário em que a vaga expira. Os pontos fixos também permitirão o pagamento em dinheiro. Um dos diferenciais do aplicativo é a emissão de notificação ao usuário 15 minutos antes do vencimento da vaga da Zona Azul, permitindo uma renovação da vaga.

A CTTU afirma que os usuários que tiverem dúvidas sobre como utilizar o aplicativo ou como adquirir os bilhetes nos pontos de venda, serão auxiliados por agentes e orientadores de trânsito, ou ainda podem ligar para o teleatendimento gratuito da autarquia no número 0800.081.1078.

Troca dos bilhetes
Quem já comprou a versão antiga de papel e não utilizou todos os bilhetes pode utilizá-los até 31 de julho, ou efetuar a troca para a versão digital a partir de hoje, também até o último dia do mês. Para isso, é preciso ir até a sede da CTTU, na Rua Frei Cassimiro, 91, no bairro de Santo Amaro. O atendimento ocorre de segunda a sexta, das 8h às 13h. 

Veja também

Equinócio abre a primavera, período mais quente e seco do ano em Pernambuco; entenda o fenômeno
Astronomia

Equinócio abre a primavera, período mais quente e seco do ano em Pernambuco; entenda o fenômeno

OMS reforça regras sobre poluição do ar, que mata 7 milhões de pessoas por ano
Poluição do ar

OMS reforça regras sobre poluição do ar, que mata 7 milhões de pessoas por ano