68 pessoas são detidas por crimes eleitorais

Outros quatro detidos disputavam uma vaga de vereadores, sendo eles: Jairo da Justiça, de Jaboatão dos Guararapes; Fúlvio Cavalcanti, de João Alfredo; Pelé, de Macaparana; e Mateus Lins, de Olinda.

Fundação Hemocentro de BrasíliaFundação Hemocentro de Brasília - Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

O TRE-PE também divulgou, em conjunto com a Secretaria de Defesa Social (SDS-PE) 68 prisões, sendo cinco delas de candidatos. Eles foram detidos por compra de votos, transporte irregular, arregimentação de eleitores, entre outros crimes. Das ocorrências, chamou atenção a prisão da candidata à Prefeitura de Santa Maria da Boa Vista, Sertão, Sônia Medrado (PEN), por boca de urna.

Outros quatro detidos disputavam uma vaga de vereadores, sendo eles: Jairo da Justiça, de Jaboatão dos Guararapes; Fúlvio Cavalcanti, de João Alfredo; Pelé, de Macaparana; e Mateus Lins, de Olinda. Ainda assim, o balanço das ocorrências foi considerado tranquilo pelo secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho. “O planejamento feito durante o ano permitiu uma logística mais apurada. Foram 11% menos policiais empregados na escolta das urnas, se comparado com as eleições passadas”, comentou o secretário, que apontou as detenções como fatos isolados.

O trabalho foi monitorado do Centro Integrado de Comando e Controle Regional - com representantes da SDS, do TRE, da PF, do Samu, da CTTU, da CBTU/Metrorec e do Consórcio Grande Recife.

 

Veja também

Procuradoria pede que Justiça afaste Ricardo Salles do Meio Ambiente
governo

Procuradoria pede que Justiça afaste Ricardo Salles do Meio Ambiente

Após exame no pulmão, Bolsonaro diz que fará novo teste para coronavírus e cancela agenda
Coronavírus

Após exame no pulmão, Bolsonaro diz que fará novo teste para coronavírus e cancela agenda