A convite de Geraldo Julio, Carlos Lupi deve vir ao Recife

No rol dos impacientes com o ex-presidente Lula, PSB e PDT caem em rota de aproximação

Carlos Lupi e Geraldo JulioCarlos Lupi e Geraldo Julio - Foto: divulgação

Nas hostes socialistas, uma visita do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, ao Recife já é esperada. A expectativa gira em torno de uma agenda administrativa, aguardada para ocorrer ainda este mês. Em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, Lupi havia informado, no início de novembro, que estaria na Capital pernambucana em dezembro para lançar a pré-candidatura de Túlio Gadêlha à Prefeitura do Recife. Na ocasião, Lupi avisara: "Túlio vai ser nosso candidato a prefeito de Recife e nós já vamos começar a trabalhar sua pré-candidatura em dezembro". De lá para cá, as placas tectônicas entre PT e PSB se movimentaram.

Nesse meio tempo, Lupi foi à mesa com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, de olho em unidade para 2020. Ao longo dessa semana, Siqueira externou incômodo com declarações recentes do ex-presidente Lula e arremessara: "Entre PT e Brasil, o PT sempre escolhe a si mesmo". O pedetista Ciro Gomes, em entrevista ao programa Em Foco com Andréia Sadi, seguiu linha similar também esta semana. Sobre receber eventual apoio de Lula, afirmou que não seria arrogante de rejeitar, mas que isso é impossível de acontecer e arrematou: "O Lula prefere o Bolsonaro do que eu". No rol dos impacientes com o tom adotado pelo líder-mor do PT, PSB e PDT acabam em rota de aproximação. E socialistas se empenham em gestos.

 

Paulo recebe no Palácio 
Em outra movimentação mais política, o governador Paulo Câmara comanda uma confraternização com deputados estaduais no Palácio das Princesas na próxima segunda-feira à noite. Será uma espécie de retomada de uma prática que Eduardo Campos tinha no sentido de reunir a Imprensa e parlamentares também ao final de cada ano.
Fala... > Sobre ter votado contra a PEC da prisão em segunda instância na CCJ, o deputado federal João Campos argumenta que "foi utilizado artifício para discutir a proposta" na comissão. "Foi feita uma gambiarra para votar a PEC sem discutir, discutiu-se proposta de alteração do artigo 5º da Constituição", contesta.
...João! > João Campos alega ainda que há inconstitucionalidade na referida proposta. Ele cita a ausência de direito a duplo grau de jurisdição. "Não está previsto por essa PEC", grifa e emenda: "Por exemplo, um prefeito julgado em segunda instância não terá direito a duplo grau".
Tendência > À coluna, o líder do PSB, Tadeu Alencar, já adiantara que o PSB tem "simpatia" pela PEC da segunda instância, explicando que havia dificuldade anterior em função da ideia original de alterar o artigo 5º da Constituição. Fechar questão "nem pensar", disse o líder, mas haverá orientação à bancada.
"O pobre não... > De antemão, o deputado federal Gonzaga Patriota, já declarou o seguinte: "Independente do partido (PSB), eu vou votar para que venha para segunda instância". Antes, lembrou que sempre seguiu o partido.
...chega lá" > Gonzaga prosseguiu: "Respeito as orientações do partido. Espero que ele não traga proposta para continuar na última instância, porque, na última instância, só se beneficiam, entre aspas, os graúdos...o pobre não chega lá".
Radar > A indicação do ex-senador Douglas Cintra para a presidência da Sudene foi, segundo relatam pessoas próximas ao senador Fernando Bezerra Coelho, um gesto dele com o grupo do ex-senador Armando Monteiro Neto, que é da oposição. Antes, FBC teve conversa com o ex-deputado Zeca Cavalcanti, que poder vir a disputar, pelo PTB ou pelo MDB, a Prefeitura de Arcoverde. 

Veja também

PSOL pede que STF proíba Ministério da Saúde de distribuir cloroquina
Coronavírus

PSOL pede que STF proíba Ministério da Saúde de distribuir cloroquina

Maia marca audiência com embaixador da China para tentar resolver crise das vacinas
Política

Maia marca audiência com embaixador da China para tentar resolver crise das vacinas