CÂMARA

À espera do sim ou não de Aline Mariano

Escolha da peemedebista se deve ao perfil combativo, para se contrapor à oposição

PCR deseja que vereadora se torne líder do governoPCR deseja que vereadora se torne líder do governo - Foto: BRUNO CAMPOS/ARQUIVO FOLHA

 

Faltando um dia para iniciar os trabalhos legislativos na Câmara, o prefeito Geraldo Julio (PSB), corre contra o tempo para fechar questão em torno de sua liderança na Casa. Nesta terça-feira (31), o socialista deverá ir à mesa de negociação com a vereadora e aliada Aline Mariano (PMDB) a fim de chancelar o nome da peemedebista para o posto que, até o final do ano passado pertencia ao vereador Gilberto Alves (PSD).

O convite foi feito há 15 dias, para que Mariano aceitasse a função e nomeasse mais dois aliados para ocuparem as vices. A escolha da peemedebista teria se dado pelo seu perfil, uma vez que a gestão procura alguém para se contrapor à oposição.

Fatores
Após passar um período em reflexão, a parlamentar deverá levar ao prefeito a sua posição, se aceita ou não a missão.

Fontes do governo afirmam, em reserva, que um fator estaria pesando para Aline Mariano não ter aceitado o pedido prontamente. O fato de ter sido preterida do primeiro escalão do governo.

Neste caso, comen­ta-se que a parlamentar ainda está muito desapontada com o prefeito por ter ficado de fora da reforma administrativa. Afirmam que ela esperava um gesto maior da gestão, após assumir a defesa incondicional da administração municipal, ain­da no período em que esteve no PSDB.

Caso Aline Mariano não aceite o convite, o nome do vereador Wanderson Florêncio (PSC) ainda é o segundo mais cotado para a posição. A vereadora do Recife foi procurada pela reportagem para comentar sobre o assunto. Porém, até o fechamento desta edição, ela não foi localizada. Com a liderança equalizada, amanhã, o prefeito participará da abertura da sessão legislativa na Câmara do Recife seguindo um rito ao longo dos quatro primeiros anos a frente da prefeitura.

 

Veja também

MDB será alvo de novo embate pelo comando da sigla
Edmar Lyra

MDB será alvo de novo embate pelo comando da sigla

Ala do PSB resiste à recomposição e vê Miguel Coelho como melhor adversário
Folha Política

Ala do PSB resiste à recomposição e vê Miguel Coelho como melhor adversário