Política

AGU vai recorrer de decisão que suspendeu nomeação de Moreira Franco

O recurso pode ser apresentado ainda nesta quarta-feira

Moreira Franco Moreira Franco  - Foto: Tania rego/abr

A Advocacia-Geral da União (AGU) informou que vai recorrer da decisão do juiz Eduardo Rocha Penteado, da 14ª Vara Federal em Brasília, que suspendeu nesta quarta-feira (8) a nomeação do ministro Moreira Franco para a Secretaria-Geral da Presidência da República. O recurso pode ser apresentado ainda nesta quarta-feira.

Para o juiz Eduardo Rocha Penteado, a situação de Moreira Franco se assemelha à nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Casa Civil pela então presidenta Dilma Rousseff, no ano passado.

Na ocasião, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a nomeação de Lula por entender que a medida foi tomada para conceder foro privilegiado ao ex-presidente e evitar que ele fosse julgado nas ações da Lava Jato em primeira instância.

"É dos autos que Moreira Franco foi mencionado, com conteúdo comprometedor, na delação da Odebrecht no âmbito da Operação Lava Jato. É dos autos, também, que a sua nomeação como Ministro de Estado ocorreu apenas três dias após a homologação das delações, o que implicará a mudança de foro”, afirma o magistrado na decisão liminar.

Veja também

Havan é condenada em R$ 30 mil por coagir funcionária a votar em Bolsonaro
Decisão judicial

Havan é condenada por coagir funcionária a votar em Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro cogita reestruturar carreiras da PRF e Depen
Brasília

Presidente Jair Bolsonaro cogita reestruturar carreiras da PRF e Depen