Alcolumbre convoca reunião de líderes partidários no Senado

Propostas do governo estão na pauta do encontro

Segundo presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM), dois temas estarão na pauta do encontro: as medidas propostas pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.Segundo presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM), dois temas estarão na pauta do encontro: as medidas propostas pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. - Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

O presidente do Senado, David Alcolumbre (DEM-AP), convocou para esta terça (5) a primeira reunião de líderes da legislatura que se iniciou na última sexta-feira (1º). Segundo o presidente, dois temas estarão na pauta do encontro: as medidas propostas pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, para combater a corrupção, o crime organizado e os crimes violentos e a a reforma da Previdência.

Alcolumbre disse que serão criadas comissões especiais de senadores para acompanhar as duas propostas. Essas comissões, conforme o presidente do Senado, vão acompanhar as discussões na Câmara - Casa que dá início à tramitação de proposições do Executivo - para adiantar os trabalhos.

Para Alcolumbre, os senadores deverão dar prioridade à reforma da Previdência, para equilibrar as contas da União, dos estados e dos municípios. "A reforma da Previdência é uma bandeira do Brasil. Os estados estão sofrendo e, muitas vezes, não têm condições de pagar a folha de pagamento, mas o Parlamento não vai abrir mão de nossa prerrogativa de discutir e aprimorar esse projeto", argumentou.

Leia também:
Ministros voltam a se reunir para avaliar ações e discutir prioridades
Problema está em não ter votos, afirma Maia sobre Previdência
Em 1º dia, deputados propõem de Bíblia como patrimônio até fim do 'Vossa Excelência' 

A reunião de líderes também deverá tratar das investigações sobre a primeira votação para a presidência do Senado, que foi anulada porque foram depositados 82 votos na urna. A investigação foi pedida pelo senador Major Olímpio (PSL-SP). Após o cancelamento da votação, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) retirou sua candidatura, e Alcolumbre foi eleito no primeiro turno.

Conforme a Secretaria-Geral da Mesa do Senado, até o momento, dez dos 16 partidos com representação no Senado indicaram os líderes: Eduardo Braga (MDB-AM), Otto Alencar (PSD-BA), Alvaro Dias (PODE-PR), Rodrigo Pacheco (DEM-MG), Daniella Ribeiro (PP-PB), Weverton Rocha (PDT-MA), Major Olimpio (PSL-SP), Eliziane Gama (PPS-MA), Jorge Kajuru (PSB-GO) e Jorginho Mello (PR-SC). Não indicaram líderes o PSDB, o PT, a Rede, o Pros, o PRB e o PSC.

Veja também

Cidades têm volta do panelaço em protesto pela má condução da pandemia pelo governo federal
Protesto

Cidades têm volta do panelaço em protesto pela má condução da pandemia pelo governo federal

Oposição decide entrar com novo pedido de impeachment de Bolsonaro por crise em Manaus
Congresso

Oposição decide entrar com novo pedido de impeachment de Bolsonaro por crise em Manaus