Autismo

Alepe instala comissão especial para debater inclusão de pessoas com autismo

A iniciativa foi proposta pelo deputado João de Nadegi

Deputado João de NadegiDeputado João de Nadegi - Foto: Junior Soares/Folha de Pernambuco

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) instalou, nesta segunda-feira (10), a Comissão Parlamentar Especial em Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e outras neuroatipicidades.

A reunião ocorreu no auditório Ênio Guerra, localizado no Anexo I da Alepe, e contou com a presença de pessoas com autismo, familiares e grupos de assistência. 

Responsável pela iniciativa, o deputado João de Nadegi (PV) destacou que o objetivo da comissão é, ao fim dos trabalhos, propor um Plano de Inclusão Estadual, a ser enviado ao Governo do Estado e outros órgãos públicos.

"Queremos apresentar um Plano de Inclusão Estadual, que a gente possa criar ouvindo todos os seguimentos da sociedade com a maior pluralidade possível", disse.

De acordo com o parlamentar, o plano deve girar em torno de dois eixos principais: saúde e educação.

"Pretendemos enviar um relatório à governadora [Raquel Lyra], aos órgãos de controle, aos poderes constituídos. Propor um plano de inclusão, nos campos de saúde e educação, principalmente, a nível estadual. Avaliar qual o caminho que vamos procurar construir", comentou. 

"Essa comissão instalada hoje vai ter a missão de percorrer o estado de Pernambuco, ouvir as pessoas, fazer um bom debate. E o tema principal é a inclusão, como incluir essas pessoas que estão de fora, tão marginalizadas e fora do sistema público de saúde, fora do sistema público de educação. Poder incluí-las nesse sistema para que a gente possa criar cidadãos e que elas possam ter a vida própria, ter seu emprego, ter sua renda e ter sua família", completou o deputado.

Fundadora do Mobiliza TEA Pernambuco e mãe de filhos gêmeos de 15 anos de idade que estão dentro do espectro autista, Polly Fittipaldi destaca a importância de uma iniciativa como essa.

"A gente precisa que essas comissões aconteçam para que a gente consiga tirar do papel o que já existe. É realmente chegar e dizer assim: 'olha, lei a gente já tem bastante mas a gente precisa que vocês consigam fazer com que elas sejam executadas'. A gente precisa fazer com que as políticas públicas realmente aconteçam", frisou.

A presidência da Comissão Parlamentar Especial em Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno do Espectro Autista ficará sob o comando do deputado João de Nadegi. Os deputados Rodrigo Novaes (PSB) e Rosa Amorim (PT) assumem, respectivamente, a relatoria e a vice-presidência da comissão. 

"Vamos definir um calendário e buscamos entregar diretrizes muito claras para que a gente consiga avançar", comentou Novaes. 

"É cada vez mais comum a gente encontrar pessoas com espectro autista em nossa sociedade. É cada vez mais importante a gente entender que tem dois aspectos que a gente precisa cuidar cada vez mais, um é a saúde, o outro é a educação", ressaltou Rosa.

Veja, abaixo, a composição da Comissão Parlamentar Especial em Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno do Espectro Autista:

Membros titilares

João de Nadegi (PV)
Rosa Amorim (PT)
Rodrigo Novaes (PSB)
Eriberto Filho (PSB)
Rodrigo Farias (PSB)

Membros suplentes

Dani Portela (PSOL) 
Mário Ricardo (Republicanos)
Renato Antunes (PL)
France Hacker (PSB) 
Joãozinho Tenório (Patriota)

Veja também

Prefeito de Vitória indica o filho para vice na chapa de Elias Gomes e se fortalece na RMR
FOLHA POLÍTICA

Prefeito de Vitória indica o filho para vice na chapa de Elias Gomes e se fortalece na RMR

Em investida do agro, pauta anti-MST ganha fôlego no Congresso e já tem 21 projetos em tramitação
POLÍTICA

Em investida do agro, pauta anti-MST ganha fôlego no Congresso e já tem 21 projetos em tramitação

Newsletter