Alexandre de Moraes libera MP que permite privatização da Eletrobras

Com a decisão, o processo de privatização da empresa fica liberado. Moraes atendeu a um recurso da Câmara dos Deputados

Ministro Alexandre de Moraes Ministro Alexandre de Moraes  - Foto: Reprodução

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes derrubou, nesta sexta-feira (2), a liminar da Justiça Federal em Pernambuco que suspendeu o trecho de uma medida provisória (MP) que autorizou a União a privatizar a Eletrobras.

Com a decisão, o processo de privatização da empresa fica liberado. Moraes atendeu a um recurso da Câmara dos Deputados. A decisão ainda não foi divulgada.

Leia também:
Deputado ingressará com ação para barrar MP da Eletrobras
Justiça nega recurso contra liminar que suspende privatização da Eletrobras
Temer assina projeto de lei para privatizar Eletrobras
Governo encaminha ao Congresso projeto com regras para privatizar Eletrobras


A suspensão de parte da MP 814 foi determinada no início do mês passado pelo juiz Carlos Kitner, da 6ª Vara Federal do Recife. Em liminar, o juiz suspendeu o Artigo 3º da medida provisória, editada em 29 dezembro do ano passado, que retirava de uma das leis do setor elétrico a proibição de privatização da Eletrobras e de suas subsidiárias.

O magistrado atendeu a uma ação popular protocolado pelo advogado Antônio Accioly Campos.

Veja também

Alianças competitivas no Nordeste são desafio para Doria e PSDB em 2022Eleições 2022

Alianças competitivas no Nordeste são desafio para Doria e PSDB em 2022

Lula diz que PT 'errou muita coisa' e que Mano Brown acertou ao criticar partidoAvaliação

Lula diz que PT 'errou muita coisa' e que Mano Brown acertou ao criticar partido