Política

André Régis: 'A Câmara é sócia da arrecadação do município'

'Se o subsídio do vereador caísse para zero, o impacto sobre o bolso do contribuinte seria zero'

André RégisAndré Régis - Foto: Folha PE

O aumento dos atuais R$ 14.635 para R$ 18.980 no salário dos 39 vereadores do Recife, promovido por eles mesmos, se destina à próxima legislatura 2021-2024. Após se abster na referida votação, o vereador André Régis, integrante da Oposição, indagado sobre sua posição, argumenta: "O debate deve ser concentrado no quanto a prefeitura destina para a Câmara Municipal e não exclusivamente onde o dinheiro vai ser gasto depois". Em outras palavras, a Prefeitura do Recife destina para a Casa de José Mariano 4,5% das receitas, conforme previsão na Constituição.

André classifica como "exagero", diz que já defendeu o congelamento dos repasses a valores de 2016, mas não encontrou eco na Casa. E insiste: "Todas vezes que o município arrecada mais a Câmara ganha mais". Daí, conclui que "A Câmara é sócia da arrecadação do município". Ele traduz assim: "Se o subsídio do vereador, hoje, caísse para zero, o impacto sobre o bolso do contribuinte seria de absolutamente zero, porque a Prefeitura iria destinar 4,5% de tudo que ela arrecada para a Câmara. Eu fui contra isso". O tucano sublinha que, em 2015, foi o único dos vereadores a votar contra o aumento do IPTU, "porque todas as vezes que aumenta receita da Prefeitura, aumenta o repasse para Câmara". Defende que a população eleve pressão sobre a prefeitura e a Câmara no sentido de a redução de repasses motivar o debate mais amplo sobre os gastos com a Câmara Municipal. Na ala dos que votaram contra o aumento de 29%, estão: "Jayme Asfora, Alcides Teixeira, Ivan Moraes, João da Costa, Renato Antunes, Ricardo Cruz e Rodrigo Coutinho.


Do barro ao ovo imortal
Ele costumava realçar que "o ovo é o símbolo da imortalidade". E, consequentemente, que "as coisas são eternas porque se reproduzem”. Foi assim que Francisco Brennand, pintor, escultor e muralista, eternizou sua obra, sem deixar de arrebatar também o cenário da política em algumas ocasiões. Chegou a exercer a chefia da Casa Civil no primeiro governo de Miguel Arraes e foi um dos artistas signatários de abaixo-assinado em defesa de uma candidatura de Raul Henry a vice-prefeito de Roberto Magalhães, em 1996.
Painel > Ainda em 1992, quando Raul Henry já trabalhava com Jarbas Vasconcelos, Francisco Brennand o procurou, solicitando que a prefeitura restaurasse o painel da Batalha dos Guararapes, feito para uma agência do Banco da Lavoura, na Rua das Flores.
Não sei quantas... > Desse primeiro contato, em 1992, a relação se estreitou através da passagem de Raul Henry pela vice-prefeitura. O emedebista atuou no episódio da escultura encomendada para o Marco Zero. Daí em diante, se seguiram visitas à oficina regadas a muitos papos e conversas sobre literatura.
...mil atmosferas > No poema de João Cabral de Melo Neto, que ele dedica a Francisco Brennand, retorna o ovo como símbolo da imortalidade, quando ele fala em: "...prender o barro brando no ovo de não sei quantas mil atmosferas, que o faça fundir no útero fundo que devolve a terra à pedra que era".
Convergência > Em meio ao distanciamento entre Jarbas Vasconcelos e Sérgio Guerra, o tucano mostrou a esta colunista um porquinho de cerâmica de Francisco Brennand e realçou o seguinte: Jarbas tem um igual. Fui eu que dei". Um ponto ali de convergência em meio aos ruídos que prevaleciam na relação dos dois.
HO HO HO > Eram 18h55 de ontem, quando o governador Paulo Câmara chegou à casa do senador Jarbas Vasconcelos, acompanhado do secretário da Casa Civil, José Neto. Foram fazer uma visita de cortesia natalina. 

 

Veja também

Moraes determina que Bolsonaro preste informações sobre suposta propaganda eleitoral antecipadaEleições 2022

Moraes determina que Bolsonaro preste informações sobre suposta propaganda eleitoral antecipada

Mãe de Bolsonaro é enterrada no interior de São PauloLuto

Mãe de Bolsonaro é enterrada no interior de São Paulo