A-A+

Antigo presídio da Lava Jato no Rio pega fogo

O presídio José Frederico Marques é atualmente usado para triagem dos novos detentos.

Presídio José Frederico MarquesPresídio José Frederico Marques - Foto: Reprodução / Wikipedia

O antigo presídio que abrigava presos da Operação Lava Jato pegou fogo na manhã desta quarta-feira (29), na zona norte do Rio de Janeiro. O presídio José Frederico Marques é atualmente usado para triagem dos novos detentos.

Imagens mostram fogo saindo de uma janela do segundo andar do presídio. Os bombeiros já chegaram ao local. Algumas famílias estão do lado de fora acompanhando o trabalho de combate ao incêndio.

A Secretaria de Administração Penitenciária afirmou que ainda apurava as dimensões do incidente. A Secretaria de Defesa Civil afirmou que "não há informe de vítimas até o momento".

Leia também:
Marcas da Lava Jato serão testadas com nova lei de abuso de autoridade
Atuação de Moro na Lava Jato mudaria com o juiz das garantias

"Bombeiros do Quartel de Benfica foram acionados para combater as chamas de um incêndio no presídio de Benfica. Os quartéis Central, da Tijuca e de Vila Isabel estão em apoio. O Grupamento Tático de Suprimento de Água do CBMERJ também opera no local", diz a nota da Secretaria de Defesa Civil.

Até maio de 2018, o presídio de Benfica abrigava os presos da Lava Jato, como o ex-governador Sérgio Cabral. Alguns acusados da operação, contudo, ainda ficam no local.
Atualmente está no presídio o ex-subsecretário de Saúde César Romero. Ele firmou acordo de delação premiada, mas foi preso este mês sob suspeita de ter cobrado R$ 205 mil de um empresário para não mencionar seus atos de corrupção na colaboração à Justiça.

Veja também

Comissão aprova texto-base da PEC dos precatórios, que dribla o teto de gastos
PRECATÓRIOS

Comissão aprova texto-base da PEC dos precatórios, que dribla o teto de gastos

Senado aprova auxílio a santas casas e hospitais filantrópicos
Senado Federal

Senado aprova auxílio a santas casas e hospitais filantrópicos