Apenas 105 deputados se posicionam abertamente a favor de Temer

Quatro não votarão. Já 195 afirmam que votarão pela aceitação da denúncia

Presidente Michel Temer Presidente Michel Temer  - Foto: Mauro Pimentel/ AFP

Apesar de o governo afirmar que possui cerca de 280 votos para barrar a denúncia contra o presidente Michel Temer no plenário da Câmara dos Deputados, às vésperas da votação, apenas 105 deputados se posicionaram abertamente a favor do peemedebista.

De acordo com enquete realizada pela Folha de S.Paulo, 209 deputados (ou seja, 41% da Casa) ainda evitam declarar como se posicionarão. Quatro não votarão. Já 195 afirmam que votarão pela aceitação da denúncia.

Leia também:
Plenário da Câmara deve votar nesta quarta parecer sobre denúncia contra Temer
Temer diz que barrar a denúncia será um 'esforço pelo país'
Maioria dos deputados tucanos declara voto a favor da denúncia contra Temer
Temer comemora saques do FGTS e diz que preocupação é recuperar empregos
Temer recebe mais de 30 deputados em um dia e intensifica articulação

Ainda assim, neste cenário ganharia o governo. Isto porque é a oposição que precisa de 342 votos para que a investigação vá adiante. Segundo o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), um dos principais defensores do presidente, a falta de apoio declarado não preocupa o governo. "Você declara e daí vai ver tem 200 mensagens no seu celular, então eu entendo que tem deputados que preferem não declarar, deixar para dizer na hora."

Apesar de a vitória de Temer ser dada como certa mesmo por oposicionistas, o governo tem outra preocupação. Além de barrar o avanço da denúncia, que precisa de aval da Câmara para ser aberta pelo Supremo Tribunal Federal, precisa garantir uma margem de aprovação para mostrar força na base e garantir governabilidade.
Por isso, líderes da base e o próprio Temer continuam trabalhando para convencer deputados indecisos e reverter votos. Nesta terça (1º), o presidente intensificou sua agenda com parlamentares, e almoçou com membros da bancada ruralista.

Deserção na base

Pelo levantamento da Folha de S.Paulo, 34% dos votos declarados a favor da denúncia vêm da base do governo. Há defecções no PP, PRB, PR, DEM, PROS, PSC, PSD, PV, SD, PTB e PT do B e no próprio PMDB.

No PSDB, que conta com 46 deputados, 24 já declararam voto pela continuidade das investigações. Com quatro ministérios no governo, o partido tem declarados apenas nove votos contra a denúncia.

No partido do presidente, quatro deputados afirmaram que votarão pela aceitação da peça do Ministério Público. Para tentar evitar que isso aconteça, a sigla fechou questão contra a denúncia -e punirá com 90 dias de afastamento quem votar contra a orientação partidária.

Veja também

Bolsonaro afaga China e agradece liberação de insumo para Coronavac
Vacina

Bolsonaro afaga China e agradece liberação de insumo para Coronavac

Governo é favorável à importação privada de vacinas, diz Bolsonaro
Vacina

Governo é favorável à importação privada de vacinas, diz Bolsonaro