Coronavírus

Após diagnóstico de Bolsonaro, Guedes fará teste de Covid-19

Em nota, o Ministério da Economia afirmou que Paulo Guedes fez um exame na semana passada, cujo resultado deu negativo

Paulo GuedesPaulo Guedes - Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

O anúncio da contaminação do presidente Jair Bolsonaro pelo novo coronavírus nesta terça-feira (7) levou nomes da área econômica do governo federal a procurar testes para Covid-19.

Em nota, o Ministério da Economia afirmou que Paulo Guedes fez um exame na semana passada, cujo resultado deu negativo, e fará um novo teste em quatro dias. "O ministro não apresenta sintomas da doença", disse a pasta.

Por recomendação médica, o ministro cumprirá agenda por meio de videoconferência. Nesta segunda-feira (6), Guedes se reuniu com Bolsonaro no Palácio do Planalto.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, já fez um teste nesta terça-feira. Ele aguarda o resultado e, segundo a assessoria do banco, não apresenta sintomas de Covid-19.

Guimarães esteve ao lado de Bolsonaro na quinta-feira (2). Ele participou da live semanal do presidente, na qual tratou do mercado de crédito no Brasil.

Também em nota, o BC (Banco Central) afirmou que o presidente, Roberto Campos Neto, e os diretores da autarquia fazem testes de Covid-19 periódicos "em função de algumas atividades presenciais".

Segundo a autoridade monetária, nenhum dirigente testou positivo até agora.

A assessoria não respondeu se Campos Neto fará novo exame em razão do resultado do teste de Bolsonaro nem informou a qual a periodicidade dos exames.

Campos Neto esteve com o vice-presidente, Hamilton Mourão, nesta segunda-feira (6) e com Bolsonaro no dia 25 de junho.

Veja também

Sob pressão, Ministério da Justiça entrega ao Congresso relatório sobre opositores
justiça

Sob pressão, Ministério da Justiça entrega ao Congresso relatório sobre opositores

Joice Hasselmann vai à Justiça contra Bruno Covas e dá início à disputa eleitoral
política

Joice Hasselmann vai à Justiça contra Bruno Covas e dá início à disputa eleitoral