Atos do Vem Pra Rua marcados em 90 cidades

No en­tanto, o texto não faz menção direta à figura do presidente Temer, que vive sua pior crise política

Temas polêmicos em torno da Educação na escolas são abordados pelo Senado à população à brasileiraTemas polêmicos em torno da Educação na escolas são abordados pelo Senado à população à brasileira - Foto: Divulgação

 

Um dos movimentos mais atuantes durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma, o Vem Pra Rua lançou, um manifesto “pela Lava Jato e contra o jeito corrupto de fazer política”. O documento, que anuncia a realização de manifestações de rua no próximo domingo, em cerca de 90 cidades do País, faz duras críticas à atuação de “parte da classe política, que tem demonstrado preocupação indisfarçável com os rumos das investigações” da Lava Jato.

No en­tanto, o texto não faz menção direta à figura do presidente Temer, que vive sua pior crise política. Segundo o manifesto, o movimento rejeita as tentativas de “impedir a evolução dos trabalhos da força-tarefa”.

“Para atingir estes objetivos, têm sido usados artifícios da velha política corrupta: negociatas na calada da noite, aprovação de projetos obscuros em horários estranhos, muito jogo de cena, mentiras e contra-informação”, diz a nota.
Porém, segundo a porta-voz do movimento em Pernambuco, Maria Dulce Sampaio, ainda não é hora de encampar o “Fora Temer”. “Sabíamos que qualquer coisa era melhor do que Dilma. O PT tinha aquele viés ideológico e queria implantrar o socialismo bolivariano.

Mas Temer acabou de assumir. Não é hora de pedir sua saída, por enquanto. Achamos melhor esperar 2018. Mesmo assim, ele está em uma condição complicada e tem gente envolvida em corrupção no seu governo. Por isso, temos que apertar ele. Se fizer corpo mole e tomar medidas para salvar a pele dos corruptos, a gente co-bra”, explicou. No Recife, o protesto do próximo domingo terá início às 10h, em frente à Padaria Boa Viagem. Os manifestantes farão uma caminhada até o segundo jardim de Boa Viagem.

 

Veja também

MPPE alerta que circulação de pessoas sem máscaras pode ser enquadrada como crime

MPPE alerta que circulação de pessoas sem máscaras pode ser enquadrada como crime

Projeto quer proibir comícios e eventos com aglomerações na campanha eleitoral de 2020
blog da folha

Projeto quer proibir comícios e aglomerações na campanha eleitoral de 2020