Folha Política

Audiência de Paulo com Moreira Franco à vista

Paulo diz que espera do governo Temer prioridades e previsibilidade

Daniele CarvalheiraDaniele Carvalheira - Foto: Maria Nilo/FolhaPE

Enquanto auxiliares do governador Paulo Câmara ainda debitavam na conta de ministros pernambucanos o fato de Pernambuco ter ficado de fora do pacote de concessões do Governo Federal, um dos secretários estaduais sublinhara, em reserva, que o endereço certo da cobrança seria o ministro Moreira Franco. Chefe da Secretaria-Executiva do Programa de Parcerias de Investimentos, criada por Temer para cuidar das concessões e dos investimentos em infraestrutura, Moreira Franco deverá ir à mesa com o governador Paulo Câmara. A agenda ficou de ser providenciada pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann. Após receber o gestor socialista, em seu gabinete, na quinta-feira, o pós-comunista comprometeu-se a entrar em contato com o peemedebista. A ideia é que participem deste encontro, além do governador Paulo Câmara, os quatro ministros pernambucanos: Raul Jungmann, Mendonça Filho, Fernando Bezerra Coelho Filho e Bruno Araujo. Devem reivindicar ações estratégicas para o Estado. Assim, além de caminharem para o desarmamento de espíritos, como sugerira Jungmann ao governador no papo que tiveram, deixaram um providência alinhavada, de fato.

O primeiro passo
Enquanto governador do Estado, Jarbas Vasconcelos contava com Eduardo Campos (Ciência e Tecnologia) e Humberto Costa (Saúde) como representantes de Pernambuco na Esplanada dos Ministérios. Resultado: foi a eles “descontrair” a relação.
Descontraindo > A interlocutores, Jarbas comentou, nos últimos dias: “Quem tomou a iniciativa de descontrair a relação com os dois fui eu. Eu ajudei descontraindo”. Relata que o petista e o ex-governador socialista ajudaram o Estado, ainda que fossem de oposição.

Desvios 1 > Procurador do Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO), Cristiano Pimentel, tem observado que, apesar do sucesso da Lava Jato, o maior desvio de recursos públicos do País se dá na esfera municipal.

Desvios 2 > No caso de Pernambuco, o procurador defendeu, ontem, mais operações contra ilícitos de prefeitos e vereadores, a exemplo das que ocorreram recentemente: Pulverização (Belém de Maria), Tsunami (Catende) e Spectrums (Goiana).

Desvios 3 > Fez a explanação na abertura de Seminário da Polícia Civil de Pernambuco, sobre técnicas investigativas, combate à corrupção e lavagem de dinheiro, ontem, no Centro de Convenções.

Só observo > Em jantar com Lula, na quinta-feira à noite, no hotel onde ele estava hospedado, o deputado federal Silvio Costa dirigiu-se ao petista dizendo o seguinte: “Meu sentimento é o de que Sérgio Moro vai absolver o senhor, porque não existe materialidade. Minha opinião sobre Sérgio Moro é que ele é um cara sério e discreto. Ele teria que aceitar a denúncia até para o senhor se defender, para ter direito de defesa.Vai haver defesa e tenho certeza que, ao final, Sérgio Moro vai absolver”. Lula balançava a cabeça de volta.

Segundo turno > Ainda que tenha sofrido uma queda na última pesquisa Datafolha, indo a 29% (tinha 34%), o candidato do PT à Prefeitura do Recife, João Paulo, está certo de que haverá segundo turno na Capital. “Vamos ver quem chega na frente, eu ou ele (Geraldo)”, pontua o petista.

Ops! > Em meio ao clima já acirrado entre socialistas e petistas, o locutor, durante o comício, na Praça da Independência, na quinta-feira, anunciou o senador Humberto Costa como “Humberto Campos”. Até o petista riu.

Veja também

Embaixador de Israel cobra compromisso com verdade histórica sobre o nazismo de governadora de SC
santa catarina

Embaixador de Israel cobra compromisso com verdade histórica sobre o nazismo de governadora de SC

Deputado do PT pede afastamento de Salles por quebra de decoro após ofensa a Rodrigo Maia
política

Deputado do PT pede afastamento de Salles por quebra de decoro após ofensa a Rodrigo Maia