Foram encontrados 288 resultados para "Maio 2017":

O deputado estadual Romário Dias (PSD) fez um apelo, na tarde desta quarta-feira (31), para que as bancadas de Governo e Oposição não politizem a questão das enchentes no Interior do Estado. Segundo Romário, o momento é de união para que os municípios atingidos possam superar a situação difícil em que se encontram.

“Estamos vivendo em Pernambuco, hoje, uma situação que eu entendo não ser de governo ou de oposição. Eu vejo um problema dramático, de uma população, principalmente os mais necessitados, vendo as suas casas sendo destruídas, suas lavouras sendo destruídas e a sua esperança ao Deus dará”, avaliou o deputado.

Na visão de Romário, não há como fazer distinção ou encontrar, neste momento, culpados pelas cheias, pois a população está necessitando de ajuda.

“O problema, agora, é do Estado. Nessa hora é feito família: não tem o mais velho, o mais novo, o que o pai gosta mais, a mãe gosta menos... não tem isso”, ressaltou.

O parlamentar, porém, chama a atenção para a necessidade de, no futuro, quando os efeitos das enchentes forem minimizados, se discutir a preservação do meio ambiente. Dias destacou que as cheias são, em parte, agravadas pelo constante desmatamento, que leva, por exemplo, ao assoreamento dos rios.

Deputada estadual Laura Gomes (PSB)
Deputada estadual Laura Gomes (PSB)Foto: Divulgação

Deputada estadual com atuação em Caruaru, Laura Gomes pedirá à Compesa a suspensão temporária do racionamento de água no município, afetado com as fortes chuvas caídas durante o fim de semana.

As precipitações, principalmente entre a noite do último sábado (27) e manhã do domingo (28), o sistema do Prata foi prejudicado e o abastecimento suspenso. No entanto, alguns bairros não tem água há mais de 30 dias, porque a interrupção do fornecimento coincidiu com o calendário do rodízio.

São centenas de residências e instalações diversas com lama, infiltrações e mofo. A ideia da deputada é possibilitar às famílias retomar suas reservas d'água e promover a limpeza de espaços de moradia e de negócios.

"Depois, a Compesa precisa retomar o rodízio, porque ainda não há segurança hídrica a médio prazo. Podemos, todavia, aproveitar a acumulação recorde de água na barragem do Prata e ampliar o abastecimento da cidade temporariamente. Mas, é claro, temos que ponderar a questão técnica desta mudança de orientação", analisou a deputada Laura Gomes.

O Reciprev - Autarquia Previdenciária do Município do Recife (Reciprev/Saúde Recife) será tema de audiência na Câmara do Recife, na próxima sexta-feira (2). A reunião terá como tema "O Reciprev e suas perspectivas" e ocorrerá das 9h às 12h, no plenarinho da Casa Legislativa.

Para o debate foram convidados Manoel Carneiro, diretor presidente da Autarquia; Marconi Muzzio, secretário Administração e Gestão de Pessoas da PCR; Osmar Ricardo, do Sindicato dos Servidores Municipais de Recife; Ewerson Miranda, presidente do Sindguardas/Recife, Simone Fontana, do Simpere; e Ricardo Sousa, mestre em Gestão de Políticas Públicas e autor de livros na área previdenciária.

"Diante de todas as discussões que estão sendo feitas, sob a temática da reforma da Previdência e da seguridade social, é de extrema importância entender como está a Previdência dos servidores municipais do Recife, quais os impactos das reformas e, principalmente, o que é necessário fazer ou aprimorar visando o futuro. Esta Casa tem um papel fundamental na análise e proposta para enfrentarmos este difícil momento", explicou o vereador Rinaldo Junior (PRB), autor da proposta para a realização da audiência pública.

Silvio Costa (PTdoB)
Silvio Costa (PTdoB)Foto: Divulgação

Uma semana após anunciar que havia sido destituído da vice-liderança da minoria na Câmara pelo deputado José Guimarães (PT-CE), Silvio Costa (PTdoB) volta ao posto. Segundo o pernambucano, após reunião da bancada dos parlamentares do PT, Guimarães reconsiderou a decisão e o convidou para voltar a ocupar a vice-liderança da bancada de oposição.

O convite foi aceito, de acordo com Silvio Costa, com o intuito de preservar a unidade da oposição.

Na última semana, Silvio Costa discordou da estratégia de parte da oposição. Em áudio enviado, na ocasião, ao líder José Guimarães, o parlamentar pernambucano questionou a postura dos integrantes do seu grupo político durante a sessão de quarta, bastante tumultuada.

Ao afirmar que havia seis medidas provisórias que caducavam na própria quarta, Silvio condenou a proposta de se retirar do Plenário.

“Na minha opinião, a gente deveria ter permanecido no plenário, obstruindo, batendo pesado em Michel Temer. Porque o governo não iria aguentar e essas medidas provisórias iriam cair, iriam caducar. E nós sairíamos vitoriosos. O Governo seria derrotado. Você deveria ter reunido toda a oposição e discutido a estratégia. Então foi um grande erro seu”, disse Sílvio, no áudio, na ocasião.

Deputados e senadores pernambucanos estiveram reunidos nesta quarta, junto ao vice-governador e presidente da Compesa
Deputados e senadores pernambucanos estiveram reunidos nesta quarta, junto ao vice-governador e presidente da CompesaFoto: Ana Luisa Souza/Divulgação

A bancada de Pernambuco na Câmara dos Deputados e no Senado Federal se reuniu, nesta quarta-feira (31), para discutir medidas que atenuem os efeitos das cheias no Estado. Após o encontro, a solicitação ao governo federal de liberação imediata do saque do FGTS para as vítimas das enchentes foi uma das decisões do grupo. A medida foi proposta pelo senador Armando Monteiro Neto (PTB), em discurso na última segunda-feira (29).

Como o Ministério da Integração Nacional editou esta quarta a Portaria 68, reconhecendo o estado de emergência em 24 municípios pernambucanos, foi dada a autorização legal para liberar os saques do FGTS.

Em encontro que terão com o ministro da Integração, Helder Barbalho, os parlamentares pernambucanos proporão que a decisão seja colocada em prática rapidamente. “A medida irá ajudar a população atingida a começar a se recompor da tragédia”, afirmou Armando Monteiro.

Outra decisão da reunião, que teve a participação do vice-governador do Estado, Raul Henry (PMDB), e do presidente da Compesa, Roberto Tavares, foi de analisar com Barbalho a repactuação dos recursos às quatro barragens de contenção de enchentes cujas obras estão paralisadas. Se as obras forem retomadas, as barragens Gatos, Panelas II, Igarapeba e Barra de Guabiraba terão prazo de conclusão variando entre um ano e um ano e meio, segundo informou Tavares.

Líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE)
Líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE)Foto: Roberto Stuckert/Divulgação

Líder da Oposição no Senado, Humberto Costa afirmou que, com o desenrolar da crise política, a reforma da Previdência deverá sofrer um forte impacto. Segundo ele, até parlamentares que fazem parte da base aliada tendem a votar contra a matéria.

“É claro que a situação deste governo moribundo influencia no humor dos parlamentares. Até porque Temer tem tentado transformar o Congresso em um balcão de negócios e, com essa crise toda, a verdade é que ele tem pouco a oferecer. O custo de votar contra a população, num momento como este, pode ser muito alto”, explanou Humberto.

Para que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) seja aprovada, Temer precisaria de 308 votos na Câmara e 49 no Senado.

Ao comentar a proposta, Humberto avaliou que o projeto apresenta grandes distorções e vai prejudicar a população mais pobre do Brasil.

“Essa proposta praticamente acaba com o direito dos trabalhadores se aposentarem e, ao mesmo tempo, mantém regalias de alguns grupos privilegiados. Não é por acaso que a população rejeita a matéria. apesar de toda a campanha que tem sido feita pelo governo e pela mídia a favor do projeto”, afirmou o senador.

.
.Foto: Reprodução do Facebook

No último domingo (28), diversos artistas participaram de um ato na Avenida Atlântica, em Copacabana (zona sul do Rio), no qual pediram a saída do presidente Michel Temer do Cargo e a realizações de eleições diretas para presidente. No próximo domingo (4) à tarde, uma manifestação parecida vai acontecer em Olinda.

O evento colaborativo chamado no Facebook “Não me venha com indiretas!” vai reunir vários artistas, que se apresentarão na Praça do Carmo a partir das 15h. Pedirão a saída do presidente Michel Temer e a realização de eleições diretas para a escolha do substituto. Mais de 900 pessoas já confirmaram presença no ato.

De acordo com a chamada para o ato, já estão confirmadas as apresentações de Cannibal, Rogerman, Malícia Champion, Catarina dee Jah, Tiné, Pife Floyd, DJ 440, DJ Lala K, DJ Renato Da Mata, DJ Vinicius Lezo, DJ Ravi Moreno.

Também haverá arrastão do bloco Eu Acho É Pouco pelas ladeiras de Olinda.

Lideranças do PSDB reunidas
Lideranças do PSDB reunidasFoto: Reprodução/Facebook

Afastado do Senado, o tucano Aécio Neves (MG) mantém as conversas com os líderes do PSDB. Na noite dessa terça-feira (30), ele postou uma foto nas redes sociais que mostra uma reunião com os senadores tucanos Antonio Anastasia, Cássio Cunha Lima, José Serra e Tasso Jereissati. Esse último ocupa a direção da legenda após o afastamento de Aécio também da presidência da legenda.

Na pauta da conversa, segundo Aécio, votações no Congresso Nacional e a agenda política.

A publicação gerou reações contrárias e favoráveis ao senador afastado no Facebook. "Aécio, o Senado não é o mesmo sem você, volta logo", escreveu uma internauta. "Ué, ele não estava suspenso das funções parlamentares", questiona outra pessoa.

No dia 18 de maio, o Supremo Tribunal Federal (STF) afastou Aécio e o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB) de seus cargos no Congresso após pedido da Procuradoria-Geral da República com base na delação de executivos da JBS.

Danilo Cabral é deputado federal pelo PSB
Danilo Cabral é deputado federal pelo PSBFoto: Sérgio Francês/Divulgação

Após sugestão do governador Paulo Câmara (PSB), o deputado federal Danilo Cabral (PSB) reapresentou uma proposta para que o Cartão Reforma atenda emergencialmente a população vítima das enchentes que atingiram o Estado nos últimos dias. De autoria do parlamentar, o Projeto de Lei 7.744 acrescenta um dispositivo à Lei 13.439 para dar prioridade no atendimento para famílias vítimas de tragédias ou desastres naturais.

Na época do debate sobre a criação do Cartão Reforma, Danilo Cabral apresentou uma emenda para que o programa priorizasse o atendimento às pessoas vítimas de desastres naturais. Na época, a relatora, senadora Ana Amélia (PP-RS) rejeitou a proposta, justificando que a sistemática de destinação de recursos para a população atingida por catástrofes naturais já é prevista na Lei 12.340, de 2010.

“Pernambuco tinha vivenciado essa experiência em 2010 e vimos a importância de um atendimento especial para que as pessoas tivessem um suporte para reconstruírem suas vidas. Infelizmente, a proposta não foi acatada. O fato é que não há, na lei do Cartão Reforma (Lei 13.439), que as pessoas vítimas de desastres naturais têm prioridade no atendimento do programa, por isso, reapresentamos a sugestão, agora, em forma de projeto de lei”, explicou o parlamentar.

O deputado ressalta que o Cartão Reforma já tem estabelecidos os critérios para o atendimento das pessoas. “O ministro Bruno Araújo (Cidades/PSDB) afirmou que, em Pernambuco, 70 mil pessoas seriam beneficiadas. O que colocamos é que o governo federal priorize as pessoas que foram atingidas pelas enchentes”, reforçou.

Na última segunda-feira (29), Paulo Câmara afirmou que iria encaminhar ao presidente Michel Temer (PMDB) a sugestão de criação de um "Cartão Reforma Emergencial” para o atendimento à população vítima das enchentes.

A Prefeitura de Sertânia, no Sertão do Moxotó, está arrecadando donativos para o município de Água Preta, na Mata Sul de Pernambuco. O município foi atingido pelas fortes chuvas que caíram nos últimos dias. Na região, milhares de pessoas estão desabrigadas e desalojadas.

Em Sertânia, a sede do governo municipal e os prédios das secretarias municipais estão recebendo agasalhos, cobertores, água potável, alimentos não perecíveis e outros donativos. As arrecadações já seguem para o município na próxima semana.

Confira os locais para entrega:

Sede do Governo Municipal: Praça João Pereira Vale, 20.
Saúde: Rua Rui Barbosa, 155.
Agricultura: Rua Dr. Abílio Monteiro, 152.
Educação: Rua Cel. Siqueira Campos, S/N.
Desenvolvimento Social e Direitos Humanos: Rua Ubirajara Chaves, 191.

comece o dia bem informado: