Marcha da Família com Bolsonaro
Marcha da Família com BolsonaroFoto: Divulgação

Uma paródia com ofensa a mulheres tocada em um carro de som e cantada por manifestantes durante a "Marcha da Família com Bolsonaro", neste domingo (23), na avenida Boa Viagem, continua gerando polêmica nas redes sociais e recebendo reprovação pública de entidades.

"Dou para CUT pão com mortadela e para as feministas, ração na tigela. As mina de direita são as top mais belas enquanto as de esquerda têm mais pelos que as cadelas", diz a paródia. Nesta segunda (24), a Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE) emitiu uma nota repudiando o episódio. 

Confira a nota, na íntegra:

"NOTA DE REPÚDIO

A Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Pernambuco, manifesta seu profundo repúdio a uma das músicas cantadas neste domingo durante a “Marcha da Família” do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro, que aconteceu no bairro de Boa Viagem, na cidade do Recife.

A letra, entoada em coro, afirma que às feministas deve ser dada “ração na tigela” e que as mulheres “de esquerda têm mais pelo que cadela”.

Os estarrecedores trechos da música acima transcritos reduzem as mulheres à condição análoga de seres irracionais e incitam o ódio, a violência e o preconceito contra aquelas que se reconhecem feministas e/ou que têm orientação política diversa do aludido candidato. 

Em tempos em que, a cada 2 segundos, uma mulher é vítima de violência física ou verbal no Brasil, segundo dados do “Relógios da Violência” do Instituto Maria da Penha, não se pode admitir que, sob o manto da liberdade de expressão, qualquer partido político, seja ele de direita ou de esquerda, ofenda publicamente uma coletividade de mulheres, reforçando a cultura machista e misógina que, infelizmente, ainda insiste em matar muitas mulheres todos os dias.

Ana Luiza Mousinho
Presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB/PE
".

Prédio do Ministério Público de Pernambuco (MPPE)
Prédio do Ministério Público de Pernambuco (MPPE)Foto: Reprodução/MPPE

Nesta terça-feira (25), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) leva para o município de Limoeiro, no Agreste do Estado, a apresentação do projeto "Educação Contra a Corrupção e a Sonegação". O programa tem o objetivo de traduzir de forma simples e divertida temas complexos, como a cultura da corrupção, ilustrando-o através de pequenos atos. A abordagem é feita através de palestras, dinâmica com arte educador e encenação artística.

Pela manhã, as ações ocorrem na Faculdade de Ciências Aplicadas de Limoeiro (Facal), no Centro, a partir das 9h, reunindo alunos da rede fundamental de ensino. Durante a tarde, ocorrerá na Escola Estadual Ginásio de Limoeiro Arthur Correia de Oliveira, às 13h30, com programação direcionada aos estudantes de nível médio.

A iniciativa é promovida pelos Centros de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Direito à Educação (Caop Educação) e de Combate à Sonegação Fiscal (Caop Sonegação Fiscal), em parceria com a Promotoria de Justiça do município.

Serviço:

Onde: Faculdade de Ciências Aplicadas de Limoeiro (Facal) - Av. Jerônimo Heráclio, 81 - Centro, Limoeiro
Quando: 9h

Onde: Escola Estadual Ginásio de Limoeiro Arthur Correia de Oliveira - Rua Vigário Joaquim Pinto, 76 - Centro, Limoeiro
Quando: 13h30

Mendonça Filho (DEM) em Belo Jardim
Mendonça Filho (DEM) em Belo JardimFoto: Bruno Campos/Divulgação

O candidato ao Senado Mendonça Filho (DEM) levou sua campanha para uma carreata no município de Belo Jardim, neste domingo (23). “Vitória certa. Hoje, Belo Jardim deu uma grande demonstração que já fez a sua escolha política. Vamos juntos trabalhar para comemorar uma grande vitória no dia 7 de outubro, a vitória do povo de Pernambuco”, afirmou.

Acompanharam o democrata a candidata à deputada estadual, Andréa Mendonça, o candidato a deputado federal, Vinícius Mendonça, vereadores e lideranças que apoiam Armando Monteiro. A carreata partiu da avenida Senador Paulo Guerra, na Cohab 1, seguiu pelas principais vias e bairros da cidade e encerrou na avenida Deputado José Mendonça, em frente ao Comitê 25.

Ciro Gomes (PDT) pediu votos para Maurício Rands (Pros)
Ciro Gomes (PDT) pediu votos para Maurício Rands (Pros)Foto: Divulgação

Maurício Rands (Pros) recebeu, neste domingo (23), o candidato à presidência da República Ciro Gomes (PDT), que esteve no Recife cumprindo agenda de campanha. Ciro pediu votos para Maurício Rands e explicou porque essa eleição é mais importante do que todas as outras. “A crise é a maior da história. Não adianta mais trocar um pelo outro, que vamos ter mais do mesmo. Precisamos de novos compromissos e é isso que Maurício Rands representa”, discursou.

Ciro lembrou que o momento pede inteligência dos eleitores, pois muitos estão "discutindo com o fígado ou planejando votar com o coração, por gratidão". “Temos que usar a cabeça e pensar em eleger quem pode nos tirar da crise, não cultivar o ódio e ter mais paciência para com aqueles brasileiros, revoltados, que estão simpatizando com o ovo da serpente”, disse, se referindo aos eleitores do candidato que representa a extrema direita.

Leia também:
Rands se diz "oposição à esquerda" de Paulo Câmara
Um dia após Haddad, Ciro Gomes cumpre agenda no Recife
Maurício Rands assume compromissos com a economia digital

“Ciro vai fazer as reformas políticas, que o país tanto precisa”, disse o candidato da coligação O Pernambuco que você quer (PROS, PDT, Avante) – o único candidato a governador de Pernambuco que vota no único nordestino candidato a presidente", declarou Rands.

Julio Lossio faz campanha em Bodocó
Julio Lossio faz campanha em BodocóFoto: Raquel Elblaus/Divulgação

Mesmo depois da executiva nacional da Rede expulsar Julio Lossio da legenda, o candidato mantém sua campanha na rua. Na noite desse sábado (22), Bodocó foi o destino escolhido. Com uma grande carreata e comício, o postulante esteve ao lado do seu vice, Luciano Bezerra, e de lideranças políticas locais.

“Estou muito feliz de estar em Bodocó, porque lembro da minha infância. Com respeito aos outros candidatos, mas sei que eles não conhecem esse povo; eu conheço e tenho o sonho de ver Bodocó como vi um dia. Para isso, vamos unir as pessoas de Bodocó, concluir essa ponte, incentivar a educação. Quando eu for governador, vai acabar todo esse sofrimento”, ressaltou Lossio.

Leia também:
Executiva nacional da Rede expulsa Julio Lossio do partido
Chapa de Julio Lossio responde à notificação da Rede
Rede notifica Julio Lossio por infidelidade partidária


Após a carreata, Julio participou de comício, em que recebeu mais adesões de lideranças políticas à sua candidatura. "Julio Lossio tem raízes em Bodocó, foi o melhor prefeito de Petrolina, tem competência e compromisso com o povo. Contamos com Julio para tirar Bodocó e Pernambuco do atraso; resgatar o que foi bom, retomar o tempo da indústria. No dia da eleição, vamos votar 18 e fazer de Julio nosso governador", afirmou Arlindo Junior.

Urnas eletrônicas passam por preparação
Urnas eletrônicas passam por preparaçãoFoto: Gustavo Glória/Folha de Pernambuco

com informações de Geraldo Moreira, da Rádio Folha FM 96,7

 Mais de 20 mil urnas eletrônicas que serão usadas pelos 6.570.072 eleitores de Pernambuco no pleito de 7 de outubro começaram a ser preparadas pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) nesta segunda-feira (24). Quatro cerimônias públicas abriram o processo: nos Fóruns Eleitorais de Jaboatão dos Guararapes e Igarassu, na Região Metropolitana do Recife (RMR); Caruaru, no Agreste; e Palmares, na Zona da Mata Sul.

No Recife, a abertura será no Local de Armazenamento das Urnas, no bairro da Iputinga, na Zona Oeste, nesta terça-feira (25). Os demais locais obedecerão a um calendário organizado pelo TRE-PE, que prevê a finalização do processo para até o dia 2 de outubro. O evento é chamado tecnicamente de “Cerimônia de Carga e Lacre das Urnas” e, segundo o Tribunal, é público e de total transparência. O processo consiste em inserir nas urnas os dados referentes aos candidatos e aos eleitores.

Leia também:
Podemos confiar ou não nas urnas eletrônicas?
Urna eletrônica é totalmente confiável, diz Toffoli sobre críticas de Bolsonaro


Não há nenhuma possibilidade de fraude. O único momento que a mão humana entra e garante segurança é agora”, garantiu o presidente do TRE-PE, o desembargador Luiz Carlos Figueiredo. O Tribunal mantém urnas de reserva para a substituição caso haja algum problema de ordem técnica no dia da eleição. “Urnas de emergência também estão sendo preparadas e baterias adicionais serão disponibilizadas’, acrescentou o presidente.

O secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação do TRE-PE, George Maciel, detalha o passo a passo da preparação. “Na primeira etapa utilizamos um cartão de memória de carga que contém os programas da urna eletrônica juntamente com os dados eleitorais: listas de eleitores de cada seção e os dados dos candidatos, como números e fotos. Depois são feitos testes e, atestado o correto funcionamento de cada urna, procedemos à lacração dos compartimentos de acesso interno às urnas”.

A lacração é feita com lacres especiais confeccionados pela Casa da Moeda do Brasil. “Esses lacres têm propriedades químicas específicas. Uma vez colados, se forem retirados apresentarão a palavra ‘violado’”, completou George Maciel. As urnas, que não têm conexão com a internet, serão encaixotadas e armazenadas em depósitos até o dia em que serão transportadas. “No final da eleição, a mídia de resultado é retirada e encaminhada para cada zona eleitoral, de onde serão levados para o tribunal, que realizará a totalização dos votos”, concluiu o secretário.

Armando Monteiro promete parcelamento de IPVA e de multas
Armando Monteiro promete parcelamento de IPVA e de multasFoto: Leo Caldas/Divulgação

Apostando numa “frequência” mais popular, o candidato a governador Armando Monteiro Neto (PTB) participou de uma carreata, neste domingo (23), em Limoeiro, se posicionando ao lado dos motociclistas e colocando a categoria contra o governador Paulo Câmara (PSB). Na ocasião, o postulante da frente “Pernambuco Vai Mudar” acusou o socialista de “perseguição aos motoqueiros”, defendeu a isenção e o parcelamento do IPVA para motos. “Não adianta ficar botando a Polícia pra recolher as motos nos depósitos. A polícia tinha que estar atrás dos bandidos”, alegou.

Durante o evento, intitulado “motocarreata”, Armando voltou a pedir uma oportunidade, alegando que Paulo já teve a dele e foi reprovado. "Paulo Câmara está me criticando porque vou tirar o IPVA das motos - e vou cumprir, porque, quando assumo compromisso, eu cumpro. A moto é uma ferramenta de trabalho. Ele critica porque não tem compromisso com os pequenos. Não adianta ficar botando a Polícia pra recolher as motos nos depósitos. A polícia tinha que estar atrás dos bandidos. Respeitamos vocês, motociclistas, e reconhecemos que vocês são importantes para Pernambuco", defendeu, reafirmando a proposta de isentar do IPVA as motos até 150 cilindradas, garantir a redução e a renegociação dos débitos e descontos no imposto para placas vermelhas (mototaxistas e motofretistas).

Leia também:
Com disputa apertada, Paulo e Armando trocam acusações por "Fake News"
Armando pondera crescimento em pesquisa de intenção de voto
Armando: “O eleitor vai fazer seu julgamento”


Presidência

Ainda sem decidir quem apoiará à Presidência da República, o petebista centrou suas críticas aos problemas do Estado. "Na saúde, vamos botar pra funcionar o que existe. É muito ruim ver que o governador fica prometendo novos hospitais, quando tem algumas unidades e UPAs prontas, mas o mato está comendo e ele não bota pra funcionar. É triste saber que atrasam os salários dos terceirizados da saúde, saber que ele prometeu dobrar os salários dos professores e não cumpriu. Esse governo é bom de promessa, mas ruim de entregas. É o governo das mentiras e das mistificações".

Armando percorreu Limoeiro acompanhado dos deputados Ricardo Teobaldo (federal) e José Humberto Cavalcanti (estadual), além dos ex-prefeitos de Limoeiro Thiago Cavalcanti e José Arthur Cavalcanti, Silvestre, de Passira, e Nado Coutinho, de Nazaré da Mata. O candidato ainda aproveitou a ocasião para criticar "fakes news" durante a campanha. "Quando eles sabem que a nossa candidatura está crescendo e agora é a hora da virada, eles apelam pra baixaria e para os ataques à minha família, mas o povo de Pernambuco vai dar uma resposta no dia 7 de outubro porque já percebeu que, se não mudar, fica tudo como está", concluiu.

Paulo Câmara (PSB) e Fernando Haddad (PT) em Petrolina
Paulo Câmara (PSB) e Fernando Haddad (PT) em PetrolinaFoto: Hélia Scheppa/PSB

As vizinhas Petrolina e Juazeiro foram palco, neste domingo (23), de um ato com a participação do presidenciável Fernando Haddad (PT), e dos candidatos à reeleição Paulo Câmara (PSB-PE) e Rui Costa (PT-BA). Em carro-aberto, os governadores e o presidenciável cruzaram a ponte que liga as duas cidades acompanhados por um "Rio São Francisco de gente", que exibia as cores amarela e vermelha. O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), também participou do evento, que reuniu mais de 30 mil pessoas.

"Estou muito emocionado com o que vi no Recife, ontem, e hoje aqui, em Petrolina e Juazeiro. As pessoas foram em massa às ruas para mostrar que estão ao nosso lado. Temos muita honra de fazer esses atos com Fernando Haddad, que é o candidato de Lula, e de sentir que, quando nos apoia, Lula sabe que está apoiando o povo", destacou Paulo completando: "Todas essas pessoas ocupando as ruas com as nossas cores mostram que a nossa vitória terá o sabor da vitória do povo".
Haddad, por sua vez, lançou mão de um discurso apaziguador, para tentar fazer frente a Jair Bolsonaro, com quem pode travar um embate direto na segunda etapa da disputa.

"Eu vejo os outros candidatos fazendo ataques na televisão, e a nossa campanha é só proposição, só amor, só paz, que é o que o brasileiro quer", disse Haddad em Juazeiro (BA), antes de sair em carreata até Petrolina (PE).

O candidato do PT buscou reforçar o vínculo entre sua imagem e a do ex-presidente Lula, preso em Curitiba. Ele lembrou ter discutido com seu padrinho a criação de sedes de universidades na região durante uma visita aos municípios.
Haddad também reforçou o apelo a eleitores de baixa renda e repetiu discurso usado por Lula, seu padrinho político, dizendo que nos governos de seu partido, "pobre se tornou cidadão".

Leia também:
No Recife, Haddad fala em propostas para fugir da polarização
Haddad repete Lula e diz que 'pobre entrou no avião' com PT
Paulo diz que é do "lado do povo" no Ibura


Haddad, que foi ministro da Educação de Lula, afirmou que "o Brasil atrasou muito" o acesso ao ensino superior e que a defasagem foi corrigida pela sigla.
"Se não fosse um nordestino sem curso superior, isso não teria acontecido até hoje. Aliás, não é só na universidade. O pobre entrou no avião, entrou no restaurante, entrou no banco, entrou em todo canto, porque o pobre se tornou cidadão, como tem que ser", declarou.

O eleitorado de menor renda impulsionou o crescimento de Haddad nas pesquisas até aqui. Em um mês, ele passou de 3% para 20% das intenções de voto no segmento que recebe até dois salários mínimos. O petista está empatado nesse grupo com Jair Bolsonaro (PSL), que tem 19%. O PT acredita que ele ainda pode crescer mais entre esses eleitores, principalmente devido à popularidade de Lula. Quase metade dos entrevistados dessa faixa de renda não sabe que Haddad é apoiado pelo ex-presidente.

Silvio Costa reforça relação com Lula e contesta Jarbas por fazer o "L" do exs-presidente em campanha
Silvio Costa reforça relação com Lula e contesta Jarbas por fazer o "L" do exs-presidente em campanhaFoto: Divulgação

O deputado federal e candidato ao Senado, Silvio Costa (Avante) divulgou uma nota direcionada ao também deputado Jarbas Vasconcelos (MDB), seu concorrente a uma das vagas à Casa Maior. Na nota, Silvio informa que por conta de uma decisão judicial, vai retirar das suas redes sociais a postagem em que o chama de "oportunista", mas que mantém esse entendimento sobre ele. Silvio aproveita pra alfinetar o emedebista, ao final da mensagem: "Ratifico: é o maior oportunismo da história política de Pernambuco" 

Confira a nota:

"Nota à imprensa

Silvio Costa: Jarbas, queira ou não queira o juiz, você é oportunista

Vou acatar a decisão da Justiça Eleitoral e retirar, por 24hs, o card que postei nas redes sociais onde afirmo que Jarbas é um oportunista. Não discuto decisão judicial. Vou recorrer da decisão e reafirmo que Jarbas é um oportunista da pior espécie. Ratifico que a imagem de Jarbas fazendo o “L" de Lula envergonha a política, e não tenho dúvida que os homens e mulheres de bem de Pernambuco estão indignados. Ratifico: é o maior oportunismo da história política de Pernambuco".

"Marcha da Família com Bolsonaro", na Boa Viagem
"Marcha da Família com Bolsonaro", na Boa ViagemFoto: Divulgação

A Marcha da Família com Bolsonaro, realizada na manhã deste domingo (23), na Avenida Boa Viagem, reuniu milhares de apoiadores do capitão da reserva. Militantes e simpatizantes da campanha começaram a se concentrar às 9 horas, em frente à Padaria Boa Viagem, e, por volta das 10h30, saíram em passeata até Segundo Jardim, onde a multidão se dispersou. O ato, que defendia os valores da família, foi marcado por insultos dirigidos a mulheres de esquerda que destoaram da proposta de "moral e bons costumes" defendida pela organização.

"Dou para CUT pão com mortadela e para as feministas, ração na tigela. As mina de direita são as top mais belas enquanto as de esquerda têm mais pelos que as cadelas" (sic). Esse foi o principal verso da paródia de funk tocada num trio elétrico e entoada pelos bolsonaristas. Em outro trecho, o deputado Jean Wyllys (PSOL) é citado. "Bolsonaro, capitão da reserva. Bolsonaro casou com a cinderela enquanto Jean Wyllys só tá vendo novela". Muitas pessoas vestiam camisa da seleção brasileira e seguravam cartazes com frases que destacavam "a família, a moral e os bons costumes". 

Alexandre Carvalho, um dos organizadores, disse desconhecer a música e afirmou que o carro de som que tocou a paródia não fazia parte da organização do evento. Segundo ele, foi uma "lamentável manifestação espontânea de um cidadão". "A coordenação da marcha não apoia esse tipo de coisa porque temos respeito às famílias. Discordamos inteiramente dessa atitude", disse Alexandre.

Para Alexandre, mesmo com o incidente, os objetivos do evento foram plenamente atingidos."Ficamos muito felizes porque havia muitas famílias, muitas crianças, muitas pessoas idosas e, inclusive, mais mulheres do que homens, que foi uma coisa que chamou nossa atenção. E tínhamos, claro, o objetivo de atingir pessoas que estejam pensando em votar em outros candidatos, e que não tenham nenhuma perspectiva para mudar seu voto para Bolsonaro, que é a única chance que a gente tem de mudar esse País, diante do caos se encontra", declarou.

A marcha realizada no Recife foi um dos vários eventos programados em Pernambuco. Segundo Carvalho, ontem aconteceram 18 ações em Pernambuco, entre carreatas, cavalgadas e manifestações e, ainda hoje, um grande evento será realizado em Caruaru. No próximo domingo (30), como último ato antes das eleições, será realizada a Grande Carreata de Bolsonaro no Recife, com saída programada para as 9 horas, em frente ao Banco do Brasil da Avenida Mascarenhas de Moraes.

Marcha da Família com Bolsonaro

Marcha da Família com Bolsonaro - Crédito: Divulgação

Leia também:
Campanha contra Bolsonaro ganha apoio de celebridades internacionais
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
Bolsonaro diz que nunca cogitou volta da CPMF

"Pelo que a gente tem sentido nas ruas, estamos confiantes na vitória no primeiro turno", afirmou Alexandre Carvalho. "Está havendo uma adesão muito grande à campanha. Por exemplo, hoje, toda a estrutura do evento foi (obtida) através de atos de voluntários. Nada, nada, nada foi pago; tudo, absolutamente tudo, foi grátis — até porque a campanha não tem dinheiro. As pessoas estão se envolvendo, participando e isso tem nos dado uma energia muito grande para que esse eleição, se tudo correr bem no Tribunal Superior Eleitoral, se decida no primeiro turno", conclui.

comece o dia bem informado: