A cerimônia acontece na tarde da próxima quinta-feira (16), às 16h, na Praça das Cinco Pontas
A cerimônia acontece na tarde da próxima quinta-feira (16), às 16h, na Praça das Cinco PontasFoto: Óleo sobre tela de Murilo La Greca

O arcabuzamento de Frei Caneca completou 195 anos no dia 13 de janeiro. Para lembrar a data, o Museu da Cidade do Recife, em parceria com a Grande Loja Maçônica de Pernambuco, presta uma homenagem ao líder revolucionário pernambucano que participou ativamente das Revoluções de 1817 e 1824.

A cerimônia acontece na tarde da próxima quinta-feira (16), na Praça das Cinco Pontas, no bairro de São José, mesmo local onde ocorreu do arcabuzamento do religioso.

O evento cívico aberto ao público começa às 16h, será prestada a homenagem com depósito de coroa de flores no monumento do herói; acendimento da pira; e a releitura do pregão e da certidão da sentença de Frei Caneca.

Serviço: Evento cívico pela passagem dos 195 anos do Arcabuzamento de Frei Caneca
Onde: Museu da Cidade do Recife (Praça das Cinco Pontas, São José)
Quando: Quinta-feira (16), às 16h - aberto ao público

Endereço: Forte das Cinco Pontas, bairro de São José.
Visitação: de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos e feriados, das 9h às 16h.
Quanto: entrada gratuita
Museu da Cidade do Recife – 3134-3750
www.museudacidadedorecife.org


Retrato de Frei Caneca por Manoel Bandeira, 1983

Retrato de Frei Caneca por Manoel Bandeira, 1983 - Crédito: Divulgação

Desta vez, outros 10 bairros serão contemplados com maior mobilidade nas comunidades da Capital do Sertão
Desta vez, outros 10 bairros serão contemplados com maior mobilidade nas comunidades da Capital do SertãoFoto: Divulgação

A Prefeitura de Petrolina está dando mais um passo na melhoria da mobilidade urbana: além do contrato iniciado a cerca de um mês para pavimentar 56 ruas, a prefeitura está prestes a assinar a Ordem de Serviço de outras 12 ruas e avenidas. Serão mais de R$ 15,3 milhões investidos em parceria com o Governo Federal, através do programa “Avançar Cidades”.

Desta vez, outros 10 bairros serão contemplados com maior mobilidade nas comunidades da Capital do Sertão.

“As obras de pavimentação estão trazendo um alívio para milhares de petrolinenses. Essa nova obra, que está em licitação, irá trazer ainda mais conforto e bem-estar para aqueles que têm o ônibus passando na porta da sua casa a cada 15 ou 30 minutos. Petrolina é a cidade que mais tem obra em todo Pernambuco” destaca o secretário de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos, Fred Machado.

A licitação já foi homologada no Diário Oficial e aguarda a assinatura da Ordem de Serviço. Após iniciada, a empresa ganhadora do certame terá cerca de 10 meses para concluir todas as vias.

Confira as ruas que serão contempladas:

Confira as vias contempladas:

Loteamento Recife:
- Avenida 1
- Avenida 2


Vila Débora:
- Rua Cristóvão Colombo


Padre Cícero:
- Avenida dos Correios


Santa Luzia:
- Avenida da Redenção


Dom Avelar:
- Avenida do Petróleo


José e Maria:
- Rua Nordeste


Pedro Raimundo:
- Rua 13


Vila Eulália:
- Rua 25 (Rua do Futuro)
- Rua 37 (Rua do Futuro)


Park Massangano:
- Avenida Altino Coelho


Cosme e Damião:
- Rua Raimunda Maria de Carvalho

12 corredores de ônibus serão pavimentados em Petrolina

12 corredores de ônibus serão pavimentados em Petrolina - Crédito: Divulgação Prefeitura de Petrolina

Novos preços das passagens de ônibus foram definidos
Novos preços das passagens de ônibus foram definidosFoto: Rafael Furtado / Folha de Pernambuco

O Governo de Pernambuco enviou oficialmente uma nota comunicando que não aceita a proposta de aumento das passagens de ônibus colocada pela Urbana-PE.

A Proposta solicita um aumento de 14,13%, dos preços das passagens de ônibus na Região Metropolitana do Recife e foi enviada pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE) ao Grande Recife Consórcio de Transporte. Pela proposta, o valor do Anel A passa de R$ 3,45 para R$ 3,90; já o Anel B, de R$ 4,70 para R$ 5,35; e o Anel G, de R$ 2,25 para R$ 2,55.

Nota do Governo do Estado

O Governo de Pernambuco vem a público informar que não aceita a proposta de reajuste no valor das passagens de ônibus apresentada, nesta segunda-feira (13), pelos empresários do setor de transportes de passageiros da Região Metropolitana do Recife (RMR). A proposição, que apresenta aumento médio de 14%, elevaria o Anel A - o mais utilizado pelos usuários do sistema - de R$ 3,45 para R$ 3,90. O que é inaceitável. Atualmente, a RMR tem uma das tarifas mais baratas entre as capitais do país, e o Executivo estadual não abre mão da continuidade desse quadro em 2020.

Leia também:
Urbana-PE quer aumento de quase 15% das passagens de ônibus na RMR


Além de não admitir a proposta apresentada pelo setor empresarial, o Governo de Pernambuco assegura o seguimento de conquistas históricas através do esforço da administração estadual, como o Passe Livre para estudantes, o Transporte Complementar Gratuito e a isenção do ICMS sobre o diesel.

Para isso, estão em fase de conclusão os estudos necessários que garantam melhorias para o usuário e uma equação que possa viabilizar o sistema, com equilíbrio e sustentabilidade. É importante lembrar que, no ano passado, entrou em vigor a Lei do Ar-Condicionado (Lei n. 16787/2019), que está sendo considerada nessa análise, propondo uma meta de ampliação da frota climatizada na Região, como já ocorreu em 2019.

Mesmo com todo o quadro de dificuldades econômica e fiscal, o Governo tem feito um grande esforço para manter subsídios como o do diesel, para evitar que a passagem alcance valores mais altos como acontece em outros estados. Além disso, intensificará as ações de melhoria da estrutura que serve ao transporte, com intervenções nos terminais, estações, e de segurança para a população.

Por fim, salienta que os empresários também precisam fazer a parte deles no funcionamento do sistema, na renovação da frota com ampliação da climatização e na pontualidade. O Governo de Pernambuco enfatiza, mais uma vez, que seu principal papel é lutar pelo usuário, pelo menor valor e pelo máximo de benefícios.

Além das orientações, as mulheres atendidas nessas comunidades vão contar com rodas de diálogo
Além das orientações, as mulheres atendidas nessas comunidades vão contar com rodas de diálogoFoto: Divulgação

A primeira ação de 2020 da Campanha Violência Contra a Mulher Não dá Frutos se inicia amanhã (14) no Cabo de Santo Agostinho. O ônibus lilás realiza a campanha na comunidade Universo, pela manhã (9h), e às 14h estará na Pantorra. Na visita as mulheres terão atendimento com informação e esclarecimentos sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher, Lei Maria da Penha e rede de atendimento do Estado. Também haverá o atendimento psicossocial para as mulheres.

Ainda na agenda deste mês, a campanha atenderá comunidades em Ipojuca na quinta-feira (16-01) nos engenhos Genipapo e São Paulo. Logo após, segue para o Agreste Setentrional de 14 a 16 de janeiro, atendendo os municípios de Limoeiro, no Sítio Espíndola, às 9h, e Sítio Ribeiro Grande, às 14h. Já em Santa Cruz do Capibaribe, o atendimento acontece na Comunidade Malhadinha no período da tarde (14h).

A Campanha Violência contra Mulher Não Dá Frutos é promovida pela Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-Pe) em parceria com a Comissão Permanente de Mulheres Rurais – CPMR/PE. Essa ação é desenvolvida desde 2014, e foi o fruto das reivindicações das mulheres trabalhadoras rurais que através das Marchas das Margaridas, realizada em 2011, reivindicaram a Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres.

Além das orientações, as mulheres atendidas nessas comunidades vão contar com rodas de diálogo e atividades recreativas para os filhos ou dependentes legais menores de sete anos.

A ideia é ampliar a oferta de iluminação pública em toda a área do município
A ideia é ampliar a oferta de iluminação pública em toda a área do municípioFoto: Divulgação

O programa ‘Araripina Iluminada’ da Prefeitura segue em ritmo acelerado. Após
passar pelo bairro Cavalete I e pela Vila Bringel – onde foram implantadas 160
luminárias em LED, o programa chegou à Feira Nova nesta segunda (13) e
está fazendo a substituição de lâmpadas convencionais e implantação de 46
em LED. A ideia é ampliar a oferta de iluminação pública em toda a área do
município.

Para o prefeito Raimundo Pimentel, a iniciativa na Feira Nova vai levar
inúmeros benefícios para a comunidade. “Quando lançamos o programa para
levar mais luz para as comunidades a ideia não era simplesmente instalar
novas lâmpadas. A ideia é ampliar a segurança pública, a mobilidade urbana e
o conforto para a população da cidade e este é o nosso objetivo através do
Araripina Iluminada. Quando o serviço for concluído na Feira Nova, vamos ao
residencial Nossa Senhora da Conceição, no bairro Alto da Boa Vista”, disse
Pimentel.

Para o parlamentar, o posicionamento de Bolsonaro em relação ao nosso cinema beira o inacreditável
Para o parlamentar, o posicionamento de Bolsonaro em relação ao nosso cinema beira o inacreditávelFoto: Chico Ferreira/Liderança do PSB

O deputado federal Tadeu Alencar, líder do PSB na Câmara, criticou a decisão do presidente Jair Bolsonaro de vetar, integralmente o Projeto de Lei aprovado pela Câmara, em 11 de dezembro, que prorrogava até 2024 concessão de benefícios por meio do Regime Especial de Tributação para Desenvolvimento da Atividade de Exibição Cinematográfica, o Recine. O PL 5.815/2019, vetado na última sexta-feira (10), estendia a isenção de impostos para instalação de cinemas em pequenas cidades e investimentos em obras nacionais independentes.

“Trata-se de mais um item no pacote perverso de desmonte da cultura nacional, particularmente, em relação ao cinema, por parte do governo Bolsonaro. O que este presidente vem fazendo em termos de malefício cultural não encontra precedentes em nosso país. Esse veto é absurdo e a Câmara tem o dever de derrubá-lo”, afirmou Tadeu Alencar que preside a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Cinema e do Audiovisual Brasileiros.

Para o parlamentar, o posicionamento de Bolsonaro em relação ao nosso cinema beira o inacreditável. Ele citou as agressões à classe artísticas, como ocorreu com a atriz Fernanda Montenegro, chamada de “sórdida” por um funcionário do governo, o diretor de Artes Cênicas da Funarte, Roberto Alvim. Lembrou, também, a ordem de retirar da própria Funarte todos os cartazes de filmes nacionais. Ou ainda a frase de Bolsonaro – “nunca mais fizemos um bom filme” – ao defender a realização de filmes cívicos e de cunho evangélico. “É a atividade presidencial elevada aos píncaros da ignorância”, completou.

Casa de Rui Barbosa

Tadeu Alencar não poupou críticas a outra ação “nefasta” do governo de Jair Bolsonaro, que demitiu toda a diretoria dos Centros de Pesquisa da Fundação Casa de Rui Barbosa. Na semana passada a presidente da instituição, Letícia Dornelles, afastou o cientista político Charles Gomes, a jornalista Jöelle Rouchou, a ensaísta Flora Sussekind e o sociólogo e escritor José Almino Alencar. Os dois últimos foram vencedores do Prêmio Jabuti. Foi exonerado, também, o diretor do departamento onde eles todos os afastados trabalhavam, Antônio Lopes.

“A cantilena do presidente e de seus subordinados de que estaria acabando com o aparelhismo ideológico é, na verdade, uma cortina de fumada para fazer justamente isto. O governo se move pela mais insana e persecutória ideologia de direita. O que se vê em todos os setores do governo é uma política de caça às bruxas com o objetivo, justamente, de aparelhar o Estado”, denunciou o líder do PSB.

Para Tadeu, é sintomático que, uma semana depois de “guilhotinar” a diretoria da FCRB, a sua presidente anuncie uma série de exposições e palestras sobre “líderes liberais”. A série terá início com palestras sobre a ex-primeira ministra britânica Margareth Thatcher o ex-presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan.

Tadeu Alencar lembrou, ainda, que o que acontece na Casa de Rui Barbosa mereceu uma Carta de Repúdio subscrita por oito associações de pós-graduação e pesquisa sobre Ciência Política, Letras e Linguística, Antropologia, História, Psicologia, Filosofia e Sociologia. Na carta é citada a “política de instrumentalização ideológica” que atinge as instituições culturais, hoje dirigidas, diz a carta, por “pessoas desqualificadas e apadrinhadas” por políticos do bolsonarismo. Um “desrespeito sistemático com o patrimônio científico e cultural brasileiro, como não ocorria na história deste País, desde a sua abertura democráticas em 1985”, assinala o texto.

Porto do Recife
Porto do RecifeFoto: Anderson Stevens / Folha de Pernambuco

A assinatura de dois Termos de Compromisso, no final de 2019, entre o Governo do Estado e a União, com interveniência da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado e a interveniência executora da Porto do Recife S.A., prometem aumentar a competitividade do Ancoradouro e marcar uma nova etapa nas condições operacionais do Porto.

O primeiro Termo de Compromisso foi firmado com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT- e prevê a execução das obras de dragagem do cais acostável, que vai do berço 00 ao 06, o qual será aprofundado para 11m, e do 7 ao 9 para 8m de profundidade, no valor de R$ 24.189.188,34 e com vigência de um ano. De acordo com o Plano de Trabalho as obras devem iniciar em abril de 2020 e serem finalizadas em junho do mesmo ano.

O segundo, firmado com o Ministério da Infraestrutura, tem como objeto a execução de obras civis para reforma, melhoria e adequação da infraestrutura operacional dos cais do Porto, que contemplará novo sistema de defensas e cabeços de amarração, recuperação da drenagem, pavimentação e recuperação estrutural dos cais 00 e 01, no valor de R$ 27.336.730,29 e com vigência de um ano. O cronograma do Plano de Trabalho informa que as obras serão iniciadas em maio de 2020 e finalizadas em dezembro deste ano.

As licitações das obras serão realizadas pela Porto do Recife S.A., que é a interveniente executora dos Projetos, e devem acontecer entre fevereiro e abril.


“A última dragagem realizada no Porto do Recife foi em 2012. Desde 2015 estamos brigando por uma nova dragagem, mas o tema ficava sempre no âmbito das promessas, por parte do Governo Federal. A assinatura dos Termos de Compromisso nos indica que a obra será, de fato, realizada e só temos motivos para comemorar o ano que passou e criar grandes expectativas para 2020, comemora Carlos Vilar.

“Em todos esses anos de batalha para que as obras saíssem do papel, o apoio e atuação dos empresários ligados a aérea e dos trabalhadores portuários foram proimordiais, complementa Vilar.

“Durante todo o ano de 2019 fizemos um enorme esforço junto ao Governo Federal para destravar esses projetos, foram muitas idas e vindas ao Ministério de Infraestrutura. O trabalho valeu a pena, viabilizou a assinatura dos termos de compromisso. Agora, aguardamos a liberação de recursos para iniciar as obras, que colocarão o Porto do Recife em um outro patamar de competitividade”, enfatiza o secretário de Desenvolvimento do Estado, Bruno Schwambach


BALANÇO 2019 - O Porto do Recife acompanhou o Desenvolvimento Econômico de Pernambuco e voltou a crescer em 2019. A expectativa era um aumento de 14% na movimentação de cargas, mas o crescimento foi superior e chegou aos 15%, totalizando uma movimentação de 1.412.426 toneladas de cargas. “Já em fevereiro de 2019 os números começaram a se mostrar positivos e assim seguiu por praticamente todo o ano. A economia nacional ainda vive dias de maré revolta, mas o Estado segue uma rota mais tranqüila e de crescimento o que reflete, diretamente, na nossa atividade”, afirma o presidente do Porto Carlos Vilar.

O malte de cevada que alimenta a pujante indústria cervejeira do Estado foi o produto de maior destaque, no Porto do Recife, em 2020. Foram descarregadas 232.785 toneladas do produto no ancoradouro, o que proporcionou um crescimento 57% maior em relação a 2018. O desembarque de 221.140 toneladas de fertilizantes representou um aumento de 47% na movimentação do produto, comparado ao ano passado. O coque de petróleo também ajudou a alavancar os números positivos ao registrar um aumento de 43%, totalizando a movimentação de 193.837 toneladas.

A previsão de movimentação de cargas para 2020 é ainda maior, pois o início das obras darão novas condições operacionais ao ancoradouro, atrairão investimentos privados e, consequentemente, novas cargas. A importação de malte de cevada e barrilha devem aumentar mais este ano. O Porto também trabalha com a atração de novas cargas como a Ilmenita, minério de ferro extraído de uma jazida em Floresta, no sertão pernambucano.

Deputado federal Carlos Veras (PT) fortaleceu candidatura de Marcelo Rodrigues
Deputado federal Carlos Veras (PT) fortaleceu candidatura de Marcelo RodriguesFoto: Divulgação

De passagem por Caruaru, o deputado federal Carlos Veras (PT) se reuniu com membros do Partido dos Trabalhadores, na manhã do último sábado (11). Entre eles estavam o presidente da sigla Leo Bulhões, o vereador Daniel Finizola (PT) e o pré-candidato a prefeito Marcelo Rodrigues (PT).

Marcelo tem pavimentado sua pré-candidatura com apoios de parlamentares petistas. Além de Veras, o ambientalista já participou de uma reunião com a deputada estadual Teresa Leitão (PT), além de outros dirigentes estaduais da sigla. O partido está sintonizado com o projeto político nacional, seguindo a orientação do ex-presidente Lula.

A candidatura própria do PT é uma aposta do grupo que venceu as eleições internas do partido com quase 70% dos votos, e que tem trabalhado para unificar toda a sigla municipal em torno deste projeto.

Carlos Veras se reuniu, neste sábado (11), com o presidente da sigla Leo Bulhões, o vereador Daniel Finizola (PT) e o pré-candidato a prefeito Marcelo Rodrigues (PT).

Carlos Veras se reuniu, neste sábado (11), com o presidente da sigla Leo Bulhões, o vereador Daniel Finizola (PT) e o pré-candidato a prefeito Marcelo Rodrigues (PT). - Crédito: Divulgação

"Democracia em Vertigem" traz ascensão e queda de Dilma e Lula
"Democracia em Vertigem" traz ascensão e queda de Dilma e LulaFoto: Divulgação

A indicação ao Oscar do documentário Democracia em Vertigem, da brasileira Petra Costa, foi alvo de uma publicação irônica do perfil oficial do PSDB, nesta segunda-feira (13). "Parabéns à diretora Petra Costa pela indicação de melhor ficção e fantasia por Democracia em Vertigem", diz a postagem no Twitter.

Confira:

psdb

Crédito: Reprodução / Twitter

A publicação gerou reações e respostas de personalidades do mundo político, como o deputado Paulo Pimenta (PT).

paulo pimenta

Crédito: Reprodução / Twitter




Deputado federal Gonzaga Patriota (PSB)
Deputado federal Gonzaga Patriota (PSB)Foto: Divulgação

Em entrevista à Rádio Folha (FM 96,7), nesta segunda-feira (13), o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) comentou sobre a disputa pela liderança de seu partido entre os deputados Alessandro Molon (RJ) e Danilo Cabral (PE), que movimenta as primeiras semanas de 2020. Gonzaga foi um dos que assinou a lista de apoio a Molon para comandar a bancada em 2020.

"Eu assumi um compromisso com ele (Molon), incluisve assinei a lista de apoio. Vou trabalhar para que não haja disputa, que haja entendimento. Eu já não me candidatarei em 2021 para deixar esse entendimento entre os dois", disse. Segundo o parlamentar, não é vantajoso ser líder em ano eleitoral. "Eu acho que ser líder num ano de eleição não é bom. A partir de julho os deputados voltam para os seus estados", ponderou.

Para Patriota, as eleições municipais dificultarão a aprovação das reformas do governo que tramitam no Congresso. "Eu acho que este ano não passa nenhuma reforma em razão das eleições. Toda reforma é importante mas a gente não pode fazer reformas muito drásticas, como foi feita a reforma trabalhista. A refortma da Previdencia é muito dura. Para resolver problemas de rombos que alguém deixou por aí, tiraram direito dos trabalhadores, dos professores. A reforma tributária é importante, a reforma administrativa é importante também. Mas é importante que os deputados não amarrem os carros ao governo. É bnom que se discuta com os trabalhadores", comentou.

Confira a entrevista completa:

assuntos

comece o dia bem informado: