Evento vai realizar rodas de diálogo para debater temas do universo feminino
Evento vai realizar rodas de diálogo para debater temas do universo femininoFoto: Divulgação

Em alusão à Campanha Mundial Outubro Rosa – mês dedicado à prevenção ao câncer de mama, a Associação das Mulheres Empreendedoras (AME), em parceria com o Conselho Regional de Contabilidade de Pernambuco (CRC-PE) e a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), por meio da Comissão de Saúde e Assistência Social da Casa promove, no próximo dia 29, o evento Outubro # Entreelas. Na ocasião, haverá rodadas de diálogos para debater temas relacionados ao gênero feminino. O evento será no Auditório do SebraeLab e cada participante deve levar pelo menos um pacote de leite em pó. Os produtos arrecadados serão revertidos para o Hospital do Câncer de Pernambuco (HCP).

Informações do Instituto Nacional de Câncer (Inca) mostram que o câncer de mama é o tipo da doença mais comum entre as mulheres no mundo, depois do de pele não melanoma, correspondendo a cerca de 25% dos casos novos a cada ano. No Brasil, esse percentual é de 29%.

O formato do evento será de Roda de Diálogos, no estilo “talk show” e será mediado pela psicóloga Telma Ayres que contará com a presença da deputada Roberta Arraes (PP), presidente da Comissão de Saúde e Assistência Social da Alepe; Da Paz, presidente do Voluntariado do Hospital do Câncer; Dorgivânia Arraes, vice-presidente do Conselho Regional de Contabilidade; e Célia Duarte, Secretária de Planejamento de Ipojuca, que trará seu relato como mulher sobrevivente.

De acordo com a vice-presidente da AME Brasil, a Delegada da Mulher Tereza Nogueira, que também estará presente, a ideia é trazer temas que envolvam a mulher e que estejam relacionados à sua saúde. “Precisamos unir forças para conscientizar as mulheres sobre a importância de se cuidar e realizar exames periódicos para tentarmos mudar as estatísticas dessa doença grave, que, na maioria, acometem as mulheres”, destacou.

A AME foi fundada há cinco anos, pela Presidente da instituição, Lílian Mageski, e tem sede na cidade de Boston, nos Estados Unidos, com atuação no território americano em Nova Iorque, Sul da Flórida, Orlando, Nova Jersey, Massachusetts, Connectcut e Carolina do Sul. No Brasil, possui sede na Capital Pernambucana, no Recife. A AME é uma ONG de apoio à Mulher empreendedora e tem como objetivo realizar eventos, networking, exposições, workshop, apoio emocional e profissional, cursos, palestras, além de ações sociais.

Anualmente, no mês de outubro, a AME arrecada lenços estampados nos Estados Unidos para serem doados em novembro ao Hospital do Câncer de Pernambuco (HCP) para mulheres, em tratamento.

Evento:
Credenciamento às 17h, no local
Brunch: às 17h30
Local: Sebraelab, na Rua Tabaiares, 360 - Ilha do Retiro
Horário das Rodas de Diálogo: 18h

#
A nova sede da EsmapeFoto: Anderson Stevens

Nesta sexta-feira (18), a partir das 8h, na Escola Judicial (Esmape), no Recife, o Núcleo de Precatórios do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) promove o 3º Seminário Pernambucano sobre Gestão de Precatórios. Para o evento, foram convidados 37 magistrados e 191 servidores da Justiça estadual, além de 50 representantes da Advocacia, 50 participantes da Associação dos Municípios de Pernambuco (Amupe), cinco integrantes da Procuradoria Geral do Estado e dez membros do Ministério Público.

“O Seminário irá focar, dentre outros temas, na questão da elaboração da conta. Para tanto, estamos trazendo o renomado professor Gilberto Melo para proferir uma palestra, e, de outro lado, operadores do Direito que vivenciam a questão do precatório no cotidiano”, afirma o coordenador do Núcleo de Precatórios, juiz José Henrique Dias. “Nosso objetivo é que o evento traga grandes ensinamentos e nos proporcione uma troca de experiências”, completa o também assessor da Presidência.

Após a abertura do seminário, o advogado Eduardo de Souza Gouvea irá realizar a palestra “Precatórios: Perspectivas segundo a EC 99”. Logo após, o juiz do Tribunal de Justiça do Ceará, Eduardo Fontenelle, abordará temas legislativos e procedimentais sobre a tramitação de precatórios.

A partir de 14h, será a vez da juíza do Tribunal de Justiça do Pará, Sílvia Bentes, falar sobre “Pagamento Mediante Acordos – Atos das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT), Art. 102” (CFRB). Por fim, a última palestra será com o especialista Gilberto Melo, que abordará a questão de cálculos em precatórios a partir das 15h20.

“Registro que o 3º Seminário Pernambucano sobre Gestão de Precatórios só será realizado em razão da visão e do empenho do presidente do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, juntamente com a Escola Judicial em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Pernambuco”, reforça o juiz Henrique Dias.

7º Congresso do PT terá como tema "Lula Livre"
7º Congresso do PT terá como tema "Lula Livre"Foto: Divulgação / PT-PE

O Partido dos Trabalhadores em Pernambuco realiza seu 7° Congresso Estadual, com tema Lula Livre, neste domingo, 20, das 9h às18h, no Recife Praia Hotel, na. Av. Boa Viagem, bairro do Pina, Recife. O encontro reunirá os 310 delegados, das várias regiões do estado, eleitos pelos filiados e filiadas no dia 8 de setembro, quando 6 chapas concorreram no Processo de Eleição Direta do partido (PED) para a escolha dos dirigentes municipais e a delegação para o congresso. No 7º Congresso, que conta com a participação das principais lideranças políticas do partido no estado, além de observadores e convidados, haverá eleição para a presidência e para a direção estadual do PT, composta por 62 membros, sendo 31 mulheres, 31 homens, com no mínimo 13 jovens, 13 negros e índios.

“O congresso é um momento extremamente importante para o partido porque irá discutir quais as políticas para combater o governo Bolsonaro e suas medidas que destroem os direitos da classe trabalhadora e ataca a soberania brasileira. É muito importante pois iremos discutir a realidade estadual, fazendo análise de conjuntura tanto estadual quanto nacional, para que possamos formular ações e políticas para o próximo período, principalmente no que diz respeito às eleições de 2020 e 2022, já que nesse Congresso será eleita uma nova direção e um novo presidente para um mandato de 4 anos”, declara o presidente do PT Pernambuco, Glaucus Lima. O dirigente destaca ainda que o encontro é uma relevante etapa do processo de eleição do partido, que começou com o PED e terminará com o congresso nacional em novembro, quando será eleita a direção nacional.

Tendo como tema principal a campanha Lula livre, o Congresso Estadual irá discutir propostas para atuação partidária para o próximo período, com base na pauta do 7º Congresso Nacional, que acontece em novembro nos dias 22, 23 e 24, em São Paulo. Na ocasião, além de eleitas a direção nacional do PT, presidente ou presidenta nacional do partido, serão debatidas as seguintes pautas:

a) A luta por um mundo sem exclusão, sem fome, sem desigualdade e sem guerras. A Política Internacional do PT;

b) A alternativa democrática e popular para o Brasil. Programa, Estratégia, tática e alianças e

c) A organização do PT como partido socialista democrático e de massas. Funcionamento Interno.

O evento tem por finalidade fazer com os ODS sejam uma realidade na vida das pessoas
O evento tem por finalidade fazer com os ODS sejam uma realidade na vida das pessoasFoto: Luis Souza

O 1º Simpósio da Rede ODS - Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) reúne gestores municipalisras no Centro de Convenções de Olinda, até esta sexta (18), no Centro de Convenções. O evento tem por finalidade fazer com os ODS sejam uma realidade na vida das pessoas, democratizando os 17 objetivos que norteiam uma centena de metas que formam os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). 

O Simpósio é uma realização da Rede de Articulação ODS Pernambuco; Governo do Estado; Rede ODS; Brasil, Comissão Estadual ODS Pernambuco; Amupe; COEP/PE e secretaria de Educação da Cidade do Recife, com o apoio da Embrapa; ONG Moradia; Cidadania; IFPE; Dataprev; CIEE; Caboclinhos Canindé; Chesf; Serpro, Banco do Brasil e CONAB.

Várias oficinas foram programadas com temas importantes, como: O trabalho e os Jovens Aprendiz no foco dos ODS; experiências de Consórcio Sustentável de Compras Públicas, com destaque estadual de Santa Catarina; Parcerias e Meios de Implementação dos ODS, entre outras.

É preciso iluminar os planos de governos com os ODS, influenciar mais para que possamos fortalecer a agenda 2030 e usá-la como bússola, disse Fernando Clímaco, coordenador de Negócios do Sebrae. “A Agenda do Sebrae já tem como missão tentar influenciar outras organizações na questão dos ODS. Especialmente nos preocupam os municípios, o desenvolvimento das cidades, para fazer com que elas valorizem por exemplo o agricultor familiar, na compra da merenda escolar e no fortalecimento das Micro e Pequenas Empresas, o ambiente de negócios dos Municípios”. Reforçou.

Segundo Patrícia Menezes da prefeitura de Barcarena (Pará) e responsável pela coordenação Nacional da Rede ODS Brasil, várias instituições de todas as esferas da sociedade estão trabalhando com a agenda 2030. "Isso é o que chamamos de lavagem dos ODS, que infelizmente no Brasil tem se intensificado bastante. Então a gente precisa compreender que essa é uma Agenda que precisa de ações estruturantes e ser levada a sério", ressaltou.

Patrícia ressaltou ainda, que a Amupe tem um papel fundamental na sensibilização dos municípios. "Como Associação municipalista forte em Pernambuco, ela tem esse papel de mostrar para os gestores e gestoras dos municípios que eles têm um papel extremamente relevante ao alinhar em todas as ações governamentais, instrumentos de planejamento para a Agenda 2030, afim de promover ações que realmente vão transformar os indicadores daquele território, para que as metas dos ODS sejam cumpridas".

Já Alessandra Nilo, coordenadora geral de Gestos e responsável pela Comissão Estadual dos ODS, disse que esse primeiro simpósio é muito importante para Pernambuco, principalmente porque ele traz para a mesa de debate sobre ODS a juventude e os municípios. Os ODS se materializam nos municípios, então é muito importante que eles não apenas apresentem o seu compromisso com Agenda 2030, mas que realmente faça essas ações, elas não são ações apenas a serem mostradas no papel, precisam, sobretudo, transformar as vidas das pessoas. Destacou

Segundo Alessandra há um grande trabalho pela frente para fazer com que as pessoas conheçam os ODS, mas os gestores e as gestoras têm um papel importantíssimo nesse processo de divulgação. É preciso adotar essa agenda, mas é também necessário fazer com que as pessoas entendam do que se trata e como ela é importante. “Somente quando se apropriarem da Agenda 2030 é que a sociedade vai conseguir cobrar dos seus gestores e gestoras a efetivação dos planos de trabalho, que serão criados para sua capilarização nos municípios. Então o processo de divulgação é muito importante", pontuou.

A representante da Associação Municipalista de Pernambuco - Amupe, Ana Nery, na sua fala, ressaltou que a entidade na pauta dos ODS tem sido de grande importância, pois entende que para contribuir para a agenda de 2030 é necessário a colaboração de todos e todas, trabalhando como articuladores junto aos municípios. “Não é de hoje que a entidade trabalha com os ODS esta agenda está posta desde 2015 e faz parte do esforço e da importância de estarmos juntos. Ao longo desse período ela tem tomado iniciativas importantes pelo seu presidente José Patriota reconhece a sua celeridade", afirmou.

Alepe realizou, em Santa Cruz do Capibaribe, a sexta edição itinerante do curso "Eleições Municipais 2020: Novas Regras"
Alepe realizou, em Santa Cruz do Capibaribe, a sexta edição itinerante do curso "Eleições Municipais 2020: Novas Regras"Foto: Divulgação

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) realizou, na manhã desta quinta-feira (17), em Santa Cruz do Capibaribe, a sexta edição itinerante do urso "Eleições Municipais 2020: Novas Regras". Primeira deputada eleita na Capital das Confecções, Alessandra Vieira (PSDB) prestigiou o evento e destacou a importância do curso e parabenizou o presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros, por aproximar a Casa de Lei Joaquim Nabuco de todos os pernambucanos.

"Hoje teremos a oportunidade de conhecer melhor as novas regras eleitorais para que em 2020 tenhamos um pleito assertivo nas questões técnicas. Aproveito a oportunidade para parabenizar o presidente Eriberto por oportunizar que todas as regiões do Estado sejam contempladas com ações da Alepe", frisou a deputada.

O curso contou com a presença do presidente da Alepe, Eriberto Medeiros; do superintendente da Escola do Legislativo, José Humberto; do prefeito Edson Vieira de Santa Cruz do Capibaribe; do deputado estadual Diogo Moraes;
do presidente da Câmara Municipal, Augusto Maia, dentre outros prefeitos, vereadores, pré-candidatos, assessores, advogados e interessados dos 19 municípios que compõem o Agreste Setentrional.

Deputada Alessandra Vieira (PSDB) participou do evento no município que é seu reduto eleitoral.

Deputada Alessandra Vieira (PSDB) participou do evento no município que é seu reduto eleitoral.

Os representantes são da sociedade civil organizada e das secretarias de Assistência Social, Saúde, Educação, Defesa Civil, Planejamento, Meio Ambiente e Fundação de Cultura.
Os representantes são da sociedade civil organizada e das secretarias de Assistência Social, Saúde, Educação, Defesa Civil, Planejamento, Meio Ambiente e Fundação de Cultura.Foto: Lins Andrade

A prefeita Doutora Nadegi (SD) empossou, em seu gabinete, o Conselho de Assistência Social de Camaragibe na manhã desta quinta-feira (17). O mandato dos 24 conselheiros eleitos (12 titulares e 12 suplentes) é de dois anos. A atribuição do grupo é ajudar na decisão dos assuntos de interesse coletivo da cidade, a exemplo da aprovação de planos, gastos com recursos públicos, fiscalização e acompanhamento das políticas públicas.

Os representantes são da sociedade civil organizada e das secretarias de Assistência Social, Saúde, Educação, Defesa Civil, Planejamento, Meio Ambiente e Fundação de Cultura. “Trata-se de pessoas altamente comprometidas com o bom uso dos recursos públicos, que vão nos ajudar na missão de gerir os destinos da cidade”, pontuou a Doutora Nadegi.

A Coordenadora dos Conselhos Municipais, Luzinete Amorim, relatou a importância do colegiado. “Esse é o conselho matriz da casa dos conselhos de Camaragibe. Esse é o que abriga a família como um todo”, explicou.

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou que o Ministério da Economia deve apresentar na próxima quarta-feira (23) a agenda econômica que será discutida pelo Congresso
O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou que o Ministério da Economia deve apresentar na próxima quarta-feira (23) a agenda econômica que será discutida pelo CongressoFoto: Divulgação

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou que o Ministério da Economia deve apresentar na próxima quarta-feira (23) a agenda econômica que será discutida pelo Congresso depois da votação em segundo turno da Reforma da Previdência. Após reunião com o ministro Paulo Guedes e os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o líder explicou que a equipe econômica está concluindo as propostas de mudanças na regra de ouro e de reforma administrativa para serem apresentadas aos parlamentares.

A chamada regra de ouro é um instrumento de controle fiscal que proíbe o endividamento público para pagar despesas correntes, como os salários do funcionalismo público.

“Temos um ambiente de amplo apoio no Senado, temos mantido conversas permanentes com as principais lideranças partidárias, e a expectativa é boa para votar a Reforma da Previdência na terça-feira”, disse o senador. “Na quarta-feira, o governo vai apresentar a sua agenda, agenda que passa pela regra de ouro, pela reforma administrativa e uma série de outras questões que serão colocadas pelo ministro Paulo Guedes. Portanto, teremos muito trabalho até o final do período legislativo, e a expectativa é que a gente possa avançar com a questão da regra de ouro e da reforma administrativa”, concluiu.

O projeto é do deputado Isaltino Nascimento (PSB)
O projeto é do deputado Isaltino Nascimento (PSB)Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Está em tramitação na Assembleia Legislativa de Pernambuco o projeto de lei que institui a festa do Morro da Conceição como patrimônio cultural imaterial de Pernambuco. O projeto é do deputado Isaltino Nascimento (PSB), que pretende com isso enaltecer e salvaguardar uma das maiores e mais bonitas festas religiosas do Estado.

O projeto que visa titular a Festa do Morro da Conceição como Patrimônio Imaterial de Pernambuco foi encaminhado pela CCLJ para a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco em março de 2018. Na época, a Fundarpe emitiu nota técnica fundamentando a importância da Festa do Morro para os pernambucanos concluindo que o evento “é um bem cultural que atende aos requisitos para ser considerado Patrimônio Cultural Imaterial de Pernambuco, pois é uma celebração portadora de valores, herança cultural e religiosa, e práticas que consubstanciam toda uma dinâmica ligada ao Patrimônio Cultural pernambucano nas suas dimensões material e imaterial”.

Agora serão feitas as discussões do PL nas comissões da casa e seguirá para votação no Plenário. “Estamos ansiosos porque a festa do Morro é um momento muito rico de celebração e tradição para nós, que leva milhares de fiéis ao santuário. Mais especial ainda porque sou da região, nasci e fui criado no Alto José do Pinho, aos pés de Nossa Senhora da Conceição”, explica Isaltino.

Festa do Morro

Já são 115 anos da Festa do Morro, que teve início em 08 de dezembro de 1904, quando foi inaugurado o monumento à Nossa Senhora da Conceição por cerca de 20 mil pessoas, uma multidão sem precedentes, considerando os 120 mil habitantes do Recife da época. Assim começava uma tradição secular de romarias e pagamento de promessas. Desde então, a data se tornou feriado municipal. A imagem de 5,5 metros de altura com 1806 kg foi trazida da França por navio e representa Maria Santíssima, toda vestida de branco, envolvida em um manto azul.

A Festa do Morro da Conceição, nasceu, por assim dizer, da conjugação das muitas individualidades, das mais íntimas relações com o sagrado e o profano, num cenário onde não se pode ignorar o sincretismo de culturas, de povos, de tradições religiosas, católicas ou não. É uma festa em que se avista um mar de devotos e de espontaneidades que se somam a gente agradecida, esperançosa, resignada e devota à santidade, à imagem, à santa, ao que ela representa.

O Recife recebe milhares de devotos e o morro todo se veste de azul e branco para homenagear Nossa Senhora da Conceição. Missas, procissão e shows são realizados e há toda uma mobilização para dar a estrutura para a realização do evento, incluindo fiscalização, transporte, trânsito e segurança.

“É um sentimento muito peculiar para o povo pernambucano, e nordestino, sendo um marco para toda essa região, um referencial cultural, histórico, religioso, arquitetônico, artístico e paisagístico do estado”, finaliza Isaltino.

Daniel Coelho é o líder do Cidadania na Câmara Federal
Daniel Coelho é o líder do Cidadania na Câmara FederalFoto: Divulgação

Líder do Cidadania na Câmara, o deputado federal Daniel Coelho apresentou uma emenda em que torna permanente o pagamento de um 13º para os beneficiários do Bolsa Família. O texto, caso aprovado, amplia os efeitos da medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Segundo o texto publicado no Diário Oficial da União, o pagamento do 13º às pessoas vinculadas ao programa ocorre apenas no ano de 2019. Apesar de já estar em vigor, parlamentares ainda podem alterar o texto da MP.

Daniel Coelho considera positivo o benefício para os cadastrados no Bolsa Família, mas entende que a medida não pode tomada como um “favor”, existindo apenas para o ano corrente. “Esse tipo de política não pode ser um favor, tem que ser política de Estado. Tem que ser permanente, não pode ser uma benesse do eventual governante”, destacou o líder do Cidadania.

Neste ano, o 13º do Bolsa Família será liberado entre os dias 10 e 23 de dezembro, beneficiando 13,9 milhões de famílias de baixa renda em todo o país. O valor do benefício varia de R$ 89 a R$ 372.

Líder do PT no Senado, Humberto Costa.
Líder do PT no Senado, Humberto Costa.Foto: Roberto Stuckert Filho

Os senadores aprovaram, nessa quarta-feira (16), o projeto de lei que determina prazo máximo de 30 dias no Sistema Único de Saúde (SUS) para a realização de biopsia em pacientes com suspeita de câncer - contados a partir do pedido do médico. Atualmente, não há prazo no SUS para a realização de exames de diagnóstico dos tumores cancerígenos, o que prejudica o tratamento da doença. A proposta segue, agora, para sanção presidencial.

Humberto, que é médico e já foi ministro da Saúde, avalia que a medida é muito importante para combater os tumores, pois, segundo ele, pouco adianta instituir o tratamento se o diagnóstico for realizado tardiamente. “Sabemos que o principal gargalo para a confirmação do diagnóstico está na realização dos exames complementares necessários, em especial dos exames anatomopatológicos, sem os quais não é possível dar início ao tratamento. Ou seja, sem o diagnóstico tempestivo e a determinação do tipo histológico do tumor, a situação do paciente se torna mais difícil”, explica.

O parlamentar observa que casos mais avançados, mesmo que submetidos ao melhor e mais caro tratamento disponível, têm chance muito menor de cura ou de longa sobrevida, quando comparados aos casos detectados e tratados ainda no início. “Em resumo, o momento da detecção do câncer impacta decisivamente a sua letalidade”, comenta.

De acordo com estimativas do Instituto Nacional de Câncer (Inca), em 2018 ocorreram 300 mil novos casos de neoplasia maligna entre os homens e 282 mil entre as mulheres. Já os últimos dados de mortalidade por câncer disponíveis mostram que 107 mil homens e 90 mil mulheres morreram durante um ano por causa da doença.

“São números realmente expressivos, que geram preocupação nas autoridades sanitárias. A proposta aprovada no Senado vai impactar justamente esses últimos números, reduzindo a quantidade de pessoas que falecem em função do câncer, sem interferir na incidência dos tumores malignos”, afirma.

Humberto lamenta que o prazo de 30 dias para o diagnóstico da doença já poderia ter sido implementado há muito tempo, pois proposta sobre o tema tramitou por longos 15 anos no Congresso Nacional.

De acordo com o líder do PT no Senado, isso liga o alerta para que os parlamentares analisem as proposições na Casa com muito cuidado, sempre debatendo com os segmentos sociais envolvidos com o tema, a fim de produzir norma legal capaz de regular a matéria de maneira eficaz.

comece o dia bem informado: