Projeto inovador idealizado por alunos da Escola Municipal Antônio de Brito Alves apresentou uma solução simples para um problema na comunidade
Projeto inovador idealizado por alunos da Escola Municipal Antônio de Brito Alves apresentou uma solução simples para um problema na comunidadeFoto: Divulgação

O Projeto “Ecobarreira: estratégia de educação sustentável para recuperar o Canal do ABC”, da Escola Municipal Professor Antônio Brito Alves, participa desta terça-feira (10) até sexta-feira(13/09) da Feira Internacional de Ciências e suas Tecnologias - MUESCIENTEC, em Assunção, no Paraguai. O trabalho foi credenciado para o evento internacional durante a 4ª Feira de Conhecimentos da Rede Municipal do Recife.

O Ecobarreiras consiste na junção de pequenas garrafas pets conectadas umas às outras através de um cabo até formar uma grande rede, o protótipo foi instalado no canal ABC, próximo à Escola Municipal, com a função de criar uma barreira e, assim, fazer com que o lixo fosse detido e não seguisse o fluxo das águas.

Os alunos Gleybson Waldir de Souza Suruagy e Maria Clara da Silva Sales representarão a equipe composta de 25 estudantes no Paraguai, e estarão acompanhados de uma das professoras orientadoras do projeto, Maria Das Dores da Silva Lopes. A inovação incentivou a comunidade a reduzir o descarte de recicláveis antes mesmo de serem lançados no ambiente. O trabalho teve como vertentes, atividades de Educação Ambiental voltadas para a população local, focado na sensibilização da problemática do lixo nos canais e seus impactos, bem como na importância da coleta e reciclagem.

A Feira Internacional de Ciências e suas Tecnologias - MUESCIENTEC - é promovida pelo Colégio San José em parceria com o Centro de Educação Sagrado Coração de Jesus (Salesianito). Os estudantes participam nas categorias investigadores infantis (11 a 15 anos - Fundamental) e investigadores juvenis (16 a 18 anos - Médio e Técnico). Projetos das áreas de Meio Ambiente, Agroindústria, Engenharia e Tecnologia, Medicina e Saúde, Biologia, Química, Física e Ciências Sociais, elaborados durante o ano ou aprovados em feiras afiliadas.

FeNaDANTE

O Projeto também participará da 1ª FeNaDANTE: Feira Nacional de Ciência e Tecnologia Dante Alighieri, de 11 a 14/09, no Colégio Dante Alighieri, no Morumbi, São Paulo. O estudante Carlos Henrique Barbosa da Silva e o professor Alexandre Conte Oliveira apresentarão a Ecobarreira nesse evento que reúne projetos em todas as áreas de pesquisa feitos por estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio de todo o Brasil.

Todas as sugestões serão sistematizadas e analisadas pelo grupo de trabalho
Todas as sugestões serão sistematizadas e analisadas pelo grupo de trabalhoFoto: Diego Galba/VG

A governadora em exercício, Luciana Santos (PC do B), deu o pontapé inicial de um processo de escuta à sociedade, para a construção de um plano para a geração de emprego e renda para as mulheres pernambucanas. Na tarde desta segunda-feira (9), representantes do setor produtivo e do governo trocaram informações e experiências, no primeiro fórum de diálogo do Pernambuco por Elas, uma iniciativa que visa reunir propostas e esforços pela inserção justa e cidadã das mulheres no mundo do trabalho.

“É essa escuta que vai viabilizar um projeto eficaz, que pode resultar, a princípio, em um plano de ação para gerar emprego para mulheres e, em um segundo momento, quem sabe, virar política pública. Temos uma grande maioria de mulheres no setor de serviços e uma série de profissões com marca eminentemente feminina, mas a mulher pode estar na indústria, na área de tecnologia da informação, onde ela quiser”, defendeu a governadora em exercício.

Ela lembrou que a autonomia financeira da mulher é um dos eixos para o combate à violência de gênero e ao machismo e destacou experiências exitosas, no sentido de maior equidade de gênero no ambiente de trabalho, como é o caso da Accenture, que está entre as melhores empresas para mulheres trabalharem no Brasil.

“Estamos colhendo propostas, analisando casos de sucesso e pensando iniciativas inovadoras. Vamos construir um plano para Pernambuco, que já é o Pernambuco das águas, o Pernambuco da educação e também vai virar o Pernambuco das mulheres”, disse.

A secretária da Mulher, Sílvia Cordeiro, ressaltou o papel feminino para a economia. De acordo com ela, estudos comprovam que, se as oportunidades chegassem para elas, o PIB do país quase dobraria. Apontou, por exemplo, a importância das creches para que possa haver a inclusão feminina no mundo produtivo. “Nesse momento de ultraliberalismo, potencializar a inclusão das mulheres na economia, é inovador”, afirmou.

No evento, o secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, falou sobre os investimentos prioritários do governo e avanços nas áreas de Educação, Segurança Pública, Saúde e Abastecimento de Água, que considerou vital para o desenvolvimento do Estado. Lembrou ainda iniciativas como o 13º do Bolsa Família e o Chapéu de Palha, que têm impacto direto na economia dos municípios.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, falou sobre os eixos da atuação do governo, a partir de diálogos com setor privado, estímulo a cadeias produtivas, simplificação de processos e projetos de infraestrutura, como a atração de uma rede de transmissão via cabos submarinos, impulsionando a economia digital e de dados.

Entre as ações citadas pelo secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, esteve a Caravana do Empreendedorismo. “Reiteramos que nos colocamos à disposição para participar deste debate e dos fóruns de diálogo do Pernambuco por Elas e sei que ela terá outros aliados importantes nesta parceria”, colocou.

Participaram ainda o secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, o presidente da ADDiper, Roberto Abreu e Lima; além dos deputados estaduais João Paulo (PCdoB) e Waldemar Borges (PSB). Do setor produtivo, estiveram presentes representantes de entidades como Sesc, Fiepe, IEL, Senai, Senar, Femicro e Acic-Mulher, além de associações regionais.

No diálogo, além de falar das ações desenvolvidas para o fortalecimento das mulheres no mundo produtivo, sugestões e estímulos para a criação de uma rede em prol do trabalho da mulher. Representante do Sesc, Paula Lourenço destacou que a entidade na qual trabalha atende sobretudo mulheres, que são maioria no setor do comércio. Ela mencionou o apoio que o Sesc dá as mulheres, com a oferta de escolas e assistência social, e se colocou disponível para contribuir. Todas as sugestões serão sistematizadas e analisadas pelo grupo de trabalho.

A iniciativa pretende envolver todas as esferas do governo e da sociedade em um grande esforço por maior equidade no mundo do trabalho. Os próximos fóruns envolverão representantes de entidades de trabalhadores; das cadeias de Tecnologia, Cultura, Turismo, Saúde, Infraestrutura, Logística e Conhecimento.

TJPE
TJPEFoto: Gabi Albuquerque/Arquivo Folha

Guardiões da Justiça versão 1.0 é um jogo digital para dispositivos móveis, com versão trilíngue – Português, Inglês e Libras – criado pelo Memorial da Justiça do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e a Tangram Cultural, através de financiamento do Sistema de Incentivo à Cultura do Governo estadual (Funcultura). O “game” é desenvolvido para crianças entre os 4 e 8 anos de idade e para aquelas pessoas diagnosticadas com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), com transtornos de aprendizagem ou com deficiência intelectual.

A previsão é que o aplicativo seja lançado no primeiro semestre do próximo ano, quando estará disponível para celulares com o sistema Android ou iOS. “No ambiente do aplicativo, os jogadores serão estimulados a praticar ações de cidadania e de educação patrimonial e a pensar sobre a importância da preservação do patrimônio e sua salvaguarda”, esclarece a gestora do Memorial da Justiça, unidade vinculada à Secretaria Judiciária (Seju TJPE), Mônica Pádua.

“Atualmente, o jogo está em desenvolvimento cíclico, ou seja, crianças estão testando o aplicativo e, de acordo com as observações delas, aplicamos os devidos ajustes”, explica a sócia-diretora da empresa Tangram Cultural, Germana Pereira. Uma das propostas do jogo é que os participantes explorem virtualmente a estação do Brum, antiga estação ferroviária do Recife, construída entre 1879 e 1881. No espaço, que integra o patrimônio cultural ferroviário brasileiro, funciona o museu do Memorial da Justiça do TJPE desde o ano de 1999.

Germana Pereira enfatiza que, além de levar os usuários a jogar, o jogo “Guardiões da Justiça” quer, principalmente, estimulá-los a visitar também o museu do Memorial da Justiça. Em paralelo, a equipe do Memorial do TJPE será capacitada para usar o jogo como ferramenta de mediação entre os conteúdos das mostras culturais promovidas no Memorial e seus visitantes deficientes.

Iniciativa global – O projeto segue ações já implantadas pelos museus ingleses Science Museum, Natural History Museum e Museu de Manchester, como também pelo Museu de Nova Iorque, nos Estados Unidos. O programa deste último, intitulado Subway Sleuths, é dirigido também a crianças entre 7 e 12 anos, incluindo as diagnosticadas com TEA.

Como jogar no Guardiões da Justiça 1.0

O primeiro contato do jogador no aplicativo será com o prédio da antiga estação ferroviária. Nessa fase, o usuário poderá conhecer o edifício e praticar ações voltadas à educação patrimonial. Logo depois, o participante será introduzido nas outras temáticas do jogo que são conhecer e interagir com a capoeira, o frevo, a escravidão e a cultura nordestina.

Além do público-alvo do projeto, o jogo pode ser jogado por qualquer pessoa, independente do seu grau de cognição. Para aqueles que necessitam, os recursos de acessibilidade comunicacional incluem audiodescrição, linguagem de libras e legendas para os surdos e ensurdecidos (LSE), possibilitando o seu uso por pessoas com deficiência visual ou auditiva também.

Desenvolvimento – Além da empresa Tangram Cultural, que opera em parceria com o Memorial de Justiça do TJPE em projetos culturais sobre Patrimônio desde 2014, a equipe que desenvolve o “Guardiões da Justiça 1.0” é formada pela servidora do TJPE e coordenadora pedagógica especialista em Ludicidade, Gabriela Severien; pela designer de jogos Jullie Harten; pelo desenvolvedor Diogo Guimarães; pela consultora pedagógica – especialista em TEA, Magda Maria Bezerra; e pela produtora VouVer Produções, especializada em Libras, Audiodescrição e LSE.

A instituição ABA Global Education vai arcar com parte do custo de produção do jogo, por meio da disponibilização de espaços e serviços. A entidade colocou professores à disposição para realizar os testes com o jogo dentro de sala de aula.

Autismo – Segundo o Center of Diseases Control and Prevention (CDC), dos EUA, a incidência de autismo entre as crianças aumentou. Atualmente, uma em 45 delas está dentro do Transtorno do Espectro Autista (o que representa cerca de 2,25%). Entre 2011 e 2013, essa taxa era apenas de uma a cada 80 e, em 2008, uma em cada 100.

No Brasil, calcula-se que existam 2 milhões de autistas e, além deles, pessoas com outros transtornos de desenvolvimento e deficiências como o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), Síndrome de Down, deficiências intelectuais e transtornos de aprendizagem. Estima-se que 6,2% da população brasileira tem algum tipo de deficiência, segundo dados do IBGE de 2015.

Câmara dos Vereadores do Recife
Câmara dos Vereadores do RecifeFoto: Bruno Campos/Arquivo Folha de Pernambuco

Após o anúncio da entrada do vereador Rinaldo Júnior no PSB que representa uma baixa da bancada de oposição, a bancada governista comemorou o reforço da base do governo, na reunião plenária desta segunda-feira (9). Rinaldo foi líder da oposição na legislatura passada. Por outro lado, a bancada da oposição, que já era pequena, lamentou pelo desfalque. 

"A bancada governista recebe com entusiasmo o vereador Rinaldo Júnior, agora do PSB. Ele vem desenvolvendo um mandato propositivo e é reconhecido entre os colegas pela atuação incansável em prol dos trabalhadores e trabalhadoras. Certamente, ele chega para dar uma importante contribuição na construção do Recife que nós estamos fazendo, uma cidade que, acima de tudo, olha com atenção para os que mais precisam de ações do poder público", disse o líder do governo na Câmara Eriberto Rafael (PTC).

Leia também:
Rinaldo Júnior sai da oposição e entra no PSB

O líder da Oposição na Câmara, Renato Antunes (PSC), comentou sobre a saída de Rinaldo da bancada. "O veredor Rinaldo é um excelente quadro, ele tem uma pauta que fiscalizava as ações da Prefeitura mas ele saiu por questões ideológicas e partidárias e aderiu ao palanque do PSB por entender que era o melhor para ele. Vai fazer falta à oposição e a gente espera que ele mantenha o mesmo combate e posicionamento que tinha até então, porque era um mandato que tinha como foco a fiscalização", afirmou.

Segundo Renato, Rinaldo terá espaços na bancada governista em 2020. "É uma leitura que eu faço. Pelo que tudo indica ele vai assumir a liderança do governo no ano que vem. Vai ser um caso atípico em que na mesma legislatura um vereador foi líder da oposição e líder do governo", lembrou Antunes.

"O PSB está fazendo uma chapa que hoje já tem quase 15 mas deve chegar a 20 vereadores para tentar de alguma fora aqueles vereadores que já tem mandato escapar e se reeleger. Eu penso que essa movimentação do PSB não há alinhamento ideológico, eu vejo conveniência eleitoral, pensando numa eleição em 2020 onde as coligações proporcionais não existem mais. A intenção agora é que os partidos grandes possam agregar mais quadros para fazer mais vereadores. E esse número tende a aumentar. O PSB está montando uma tropa e fazendo de tudo para ganhar a eleição no ano que vem", avaliou o líder da oposição.

De acordo com vereador Ivan Moraes, da bancada da oposição, a decisão de Rinaldo não surpreende. "Ele já vinha dando gestos para a Prefeitura, se realinhando. Acho um movimento natural. Rinaldo é de uma esquerda sindical, tradicional. Não cabia mais no PRB, que abraçou o bolsonarismo. Encontrou no PSB uma alternativa de permanecer fiel a seus eleitores", avaliou. Para a nossa pequena oposição de esquerda é uma baixa. Rinaldo é um vereador competente, fiscalizador, pé no chão", lamentou Ivan.

Rinaldo era um dos três vereadores de oposição mais alinhado com o campo de esquerda na Câmara do Recife, ao lado de Jayme Asfora (sem partido) e Ivan Moraes (PSOL). Assim como o líder Renato Antunes (PSC), a bancada de oposição conta com parlamentares de partidos mais posicionados ao centro e à direita, como Michele Collins (PP), Aline Mariano (PP), Ana Lúcia (PRB), Chico Kiko (PP), Samuel Salazar (sem partido), Rogério de Lucca (PSL), Benjamim da Saúde (Patriotas), Davi Muniz (Patriotas), Eduardo Chera (PSC), Fred Ferreira (PSC) Goretti Queiroz (PSC), Junior Bocão (PSDB), Marcus di bria (PSDC), Wilton Brito (Cidadania), Rodrigo Coutinho (SDD).

*Com informações de Alice Albuquerque, da editoria de Política.

#
Transporte complementarFoto: Arquivo Folha

O Governo do Estado, por meio da Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI), e a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), já estão cumprindo uma agenda de encontros com prefeitos de Pernambuco que irá discutir ações e propostas para a regulamentação do transporte complementar.

Os trabalhos começaram ainda na noite do último domingo (8), em Afogados da Ingazeira, e seguem até o próximo dia 17 de setembro.

Na manhã desta segunda-feira (9), a Diretora Presidente da EPTI, Marília Bezerra, e o presidente da Amupe, José Patriota, participaram de reunião em Salgueiro. O encontro reuniu prefeitos, vereadores e representantes dos municípios de Salgueiro, Cabrobó, Verdejante, Serrita, Cedro, Terra Nova, Mirandiba e São José do Belmonte. À tarde, eles estarão em Serra Talhada, onde participam de uma segunda reunião com prefeitos da região.

“Nosso objetivo é falar sobre o que é o pré-cadastramento do Transporte Complementar, qual a finalidade dele, que é traçar um retrato deste tipo de transporte no Estado, e também ouvir os prefeitos para conhecermos a atividade e o impacto dela em cada um destes municípios para, posteriormente, o Governo do Estado apresentar uma solução de regulamentação. O governador Paulo Câmara está sensível a causa e a ordem é buscar o equilíbrio entre o sistema regular e o complementar sem causar desempregos”, explicou a Presidente da EPTI.

A agenda segue com visitas a Ouricuri, Petrolina, Garanhuns, Caruaru e Surubim. E na próxima semana, a Palmares e Carpina. As reuniões fazem parte dos trabalhos da Comissão Especial instituída pelo Decreto nº 47.807, de 19 de agosto de 2019, que irá apresentar a proposta de regulamentação do Transporte Complementar no Estado e minimizar os impactos referentes às ultimas alterações do Código de Trânsito Brasileiro, pela lei federal nº 13.855.

Pré-cadastramento – Também está em curso, até o próximo dia 20 de setembro, o Pré-cadastramento do Transporte Complementar, que irá oferecer um estudo com a realidade do segmento em Pernambuco e servir de base para as propostas de regulamentação a serem apresentadas pelo Governo do Estado. Para se cadastrar, basta acessar o endereço eletrônico complementar.epti.pe.gov.br, ou acessar o site da EPTI (www.epti.pe.gov.br).

A vereadora quer incluir também os moradores de Brasília Teimosa no cadastro que vem sendo realizado pela Prefeitura do Recife
A vereadora quer incluir também os moradores de Brasília Teimosa no cadastro que vem sendo realizado pela Prefeitura do RecifeFoto: Divulgação

As vagas para moradias populares oferecidas pela Prefeitura do Recife, com a entrega do Conjunto Habitacional Encanta Moça, no terreno do Aeroclube, será tema de debate provocado pela vereadora Aline Mariano, durante audiência pública na Câmara Municipal do Recife, nesta terça-feira (10) pela manhã.

A vereadora quer incluir também os moradores de Brasília Teimosa no cadastro que vem sendo realizado pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Governo.
  
“Esse residencial é fruto de uma histórica luta dos moradores dos bairros da Zona Sul do Recife, que inclui Brasília Teimosa, Pina e Bode. Queremos reafirmar nossa posição em favor dessas famílias e testemunhar o quanto as entidades ligadas aos bairros vem batalhando há anos para conseguir o direito de ter uma vaga no habitacional. Assim como o Pina e o Bode, Brasília Teimosa tem déficit e também deve ser contemplada”, afirmou Aline.

A vereadora relembrou que desde 2006, quando o então governador Jarbas Vasconcelos entregou o habitacional de Brasília Teimosa, com 240 apartamentos, Dona Ivonete – então presidente da Associação de Ação Comunitária de Brasília Teimosa - AACBT, já encabeçava a luta por mais moradias para a sua comunidade.

“À época, ela endossou documento solicitando que o governo iniciasse estudo para viabilizar um novo projeto de moradia popular para atender famílias de Brasília Teimosa que não foram contempladas no habitacional entregue. De lá para cá uma série de ações se deram neste sentido. Há anos acompanhamos essa luta e vamos continuar firmes defendendo que a PCR possa atender à reivindicação”.

A perspectiva da Prefeitura para o projeto é construir 600 unidades para famílias da região que vivem em palafitas. O déficit habitacional do Recife gira em torno de 70 mil moradias. Em Pernambuco, um levantamento disponibilizado pelo governo estadual, em 2015, apontava um déficit de 285.251 domicílios.

Data: 10 de setembro
Hora: das 9h às 13h
Local: Plenarinho da Câmara Municipal do Recife

Diogo Moraes (PSB)
Diogo Moraes (PSB)Foto: Roberto Soares/Alepe

Durante Audiência Pública da Comissão de Educação e Cultura para esclarecimentos sobre o Future-se, o novo programa do Governo Federal para o financiamento do Ensino Superior, o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), vice-líder do governo na Alepe, marcou posicionamento contra o projeto. Em sua fala, Moraes defendeu que as sugestões dadas pelo Governo Federal são prejudiciais às futuras gerações, frisando que “o que está acontecendo no Brasil é um desmonte da organização brasileira como um todo”, afirmou. A audiência ocorreu na manhã desta segunda-feira, 09 de setembro.

Em seu pronunciamento, o parlamentar citou uma série de pontos positivos da educação pública superior atual e destacou ainda que 95% das pesquisas provêm das Universidades Públicas brasileiras, com grandes benefícios para a população não só do País, mas mundial. “Agora nos deparamos com projeto Future-se. Imagine você pegar todo o campo da educação desse país e entregar as Organizações Sociais, dizendo que vai criar fundo de bilhões de reais para a educação proveniente da venda de bens (imóveis) do próprio governo federal. O governo entrega a educação do Brasil a uma OS que pode contratar os professores sem nenhum tipo de seleção - que é muito rígida nesse país pra que se tenha professores de alto nível”, ressaltou Diogo.

O deputado ainda demonstrou preocupação com gerações futuras. “Não sabe pra onde será direcionada nossa educação universitária. A educação, pra mim, é a pasta mais importante de um governo porque sem a educação um estado não consegue atingir seus objetivos. Enquanto nós tivermos voz e vez, iremos ao combate onde for preciso. Temos que defender o futuro desse País, com uma educação pública de qualidade. Precisamos melhorar e não vender a educação”, sugeriu Moraes.

A audiência, solicitada pelo deputado Professor Paulo Dutra (PSB), contou com a participação de nomes importantes do setor no Estado como reitores das universidades federais, dos Institutos Federais e da Universidade de Pernambuco, representantes de associações, sindicatos e grupos ligados à educação, além de membros do movimento estudantil; além de juristas e representantes do Ministério Público de Pernambuco. “Precisamos debater o assunto, pois a falta de diálogo do Ministério da Educação nos deixa sem entender claramente que tipo de impactos acadêmicos o Future-se trará para o ensino superior público e para a autonomia das universidades”, explicou o Professor Paulo Dutra.

Proposição é do deputado Isaltino Nascimento e será entregue nesta quarta, às 18h, na Assembleia Legislativa
Proposição é do deputado Isaltino Nascimento e será entregue nesta quarta, às 18h, na Assembleia LegislativaFoto: Divulgação

Foi em 1986 que Íris de Fátima da Silva, 55 anos, chegava do estado da Paraíba para residir no Recife. Em 1991, ao ser aprovada em um concurso para servidora do Governo do Estado de Pernambuco, foi trabalhar no setor de saúde. E foi na maternidade Bandeira Filho que começou a observar como o controle social era importante para a população LGBT nas periferias e passou a propor ações que colaborassem com a atenção e a assistência ao público LGBT das comunidades, bem como no controle e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

Íris iniciou a vida no movimento social a partir do entendimento das necessidades da população lésbica e bissexual feminina, que vivia nos bairros periféricos da cidade do Recife. Integrante de uma família humilde, a militante encontrou uma maneira de contribuir socialmente com uma realidade difícil que enfrentara em sua juventude, ainda na Paraíba. A partir de palestras organizadas em associações de moradores, torneiros de futebol feminino e atividades de lazer, Íris passava a formar grupos e informar a população sobre as questões relacionadas às mulheres lésbicas e bissexuais.

Não por acaso se tornou coordenadora do Grupo Articulação e Movimento Homossexual do Recife e Região Metropolitana (AMHOR), onde começou a galgar outros espaços para trabalhar a política LGBT nos espaços públicos, com direcionamento à promoção da diversidade frente à sociedade.

A proposta de Isaltino Nascimento em conceder o título honorífico de Cidadã Pernambucana a Íris de Fátima, por meio da Alepe, se dá em reconhecimento à sua contribuição na política da diversidade no estado de Pernambuco, bandeira pela qual o deputado estadual sempre colocou à frente de sua pauta, desde o início da vida parlamentar. Isaltino, que contribuiu para a realização da primeira Parada da Diversidade do Recife, esteve em contato com a militante, em uma parceria que acontece até hoje, na realização da 18ª edição da Parada.

Neste ano, o deputado também promoveu um ato na Alepe, onde foi feita a divulgação do tema do evento, que traz o tema ‘Ontem, hoje e sempre! Resistir para Libertar. O evento é realizado pelo Fórum LGBT de Pernambuco, espaço onde Íris e Nascimento também promovem relações em prol do segmento.

A paraibana será a primeira mulher lésbica a ser contemplada com o título de Cidadã Pernambucana pela Assembleia Legislativa de Pernambuco. Essa é uma forma de prestigiar a sua história dentro do movimento LGBT, sua contribuição com o movimento social, participação no controle social e com a promoção da política LGBT no estado de Pernambuco, até os dias atuais, onde colabora com a Secretaria Executiva de Segmentos Sociais, na representação lésbica do segmento.

Serviço:

Concessão do Título Honorífico de Cidadã Pernambucana

Quando: 11 de setembro de 2019

Horário: 18h

Onde: Auditório Sérgio Guerra – Alepe


Em 1991, ao ser aprovada em um concurso para servidora do Governo do Estado de Pernambuco, foi trabalhar no setor de saúde

Em 1991, ao ser aprovada em um concurso para servidora do Governo do Estado de Pernambuco, foi trabalhar no setor de saúde - Crédito: Divulgação

Vereador do Recife Rinaldo Júnior agora é do PSB
Vereador do Recife Rinaldo Júnior agora é do PSBFoto: Divulgação / Câmara Municipal do Recife

O vereador do Recife Rinaldo Júnior, que estava sem partido, decidiu pular o muro da oposição para a base governista, ingressando no PSB. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (9), durante sessão plenária na Câmara dos Vereadores. "São vários os motivos que nos levam a buscar uma nova legenda onde nossa trajetória política coincida com os ideais e as posições políticas que enxergamos como melhores para construção de uma sociedade mais justa, com menos desigualdade social e melhor para o povo do Recife", disse Rinaldo em seu discurso.

Leia também:
Governistas comemoram Rinaldo Júnior na base; oposição lamenta

Confira o discurso do novo membro do PSB, Rinaldo Júnior:

“Venho na tarde de hoje comunicar na tribuna desta casa, a todo o povo do Recife, aos meus pares, vereadoras e vereadores, à imprensa, e em especial aos nossos eleitores, o caminho que escolhemos seguir, e o partido ao qual iremos caminhar juntos nesse novo ciclo que se inicia em nossa vida.

Quem conhece nossa história de luta no movimento sindical e acompanha nosso mandato sabe e entende que foram vários os motivos que nos levaram a buscar um novo partido político.

Foram vários os diálogos que tivemos ao longo dessas últimas semanas com diversos partidos, e gostaria de agradecer publicamente a todos por essa oportunidade. Não tenho dúvida que foi através dessas conversas e reflexões que em muito nos ajudaram a encontrar o caminho escolhido. Uma escolha que não poderia ser diferente, ou estar em discordância com a nossa trajetória política, seja ela sindical ou parlamentar, distante dos nossos ideais.

E é com muito prazer que venho comunicar que o PSB, Partido Socialista Brasileiro, foi o caminho escolhido. Hoje à noite, às 19h, na sede do partido, estarei assinando nossa ficha de filiação. Na atual conjuntura política brasileira, aliar nossa trajetória à história de um partido que nasceu da Esquerda Democrática, há mais de 70 anos, em defesa das transformações sociais e das liberdades civil e política, somando ao legado de serviços prestados a Pernambuco e ao Recife, isso muito nos orgulha. Sonhamos com um país de mais igualdade e oportunidade entre as pessoas, livre, soberano e democrático.

O víeis ideológico, a vida orgânica do partido, e principalmente com o seu redirecionamento político após as ultimas eleições presidenciais no país, onde o PSB retoma às suas origens de esquerda, se afirmando com sua história e seu legado, não me deixa dúvida do caminho certo que estamos escolhendo.

É com muita honra que ingressaremos aos quadros do partido. Queremos construir, somar, fazer parte deste projeto ao qual hoje nos identificamos, junto com os vereadores do PSB desta Casa, com a direção do partido e sua militância.

E, por coerência política e respeito aos nossos 8.604 eleitores que confiaram seu voto para representação nesta casa, reafirmamos nosso compromisso em nunca abandonar as bandeiras que nós sempre defendemos: Educação e Saúde de qualidade, Emprego e Renda, a luta em defesa do trabalhador, Saneamento, Combate à corrupção, dentre tantas outras bandeiras de luta do nosso mandato.

Enfim, são vários os motivos que nos levam a buscar uma nova legenda, onde nossa trajetória política coincida com os ideais e as posições políticas que enxergamos, como melhores para a construção de uma sociedade mais justa, com menos desigualdade social e melhor para o povo do Recife.

Todo o nosso respeito e admiração aos quadros que estão no partido e que têm história no PSB. Com muita humildade, cumprimento a todos e digo que mais um militante está chegando para contribuir para essa unidade partidária. Só tenho a agradecer pela receptividade e espero aprender com cada um e contribuir com o grupo. Faremos o possível e o impossível, como militante deste histórico partido socialista brasileiro.

E encerro minhas palavras, pedindo licença a todos, claro, com as palavras de Miguel Arraes de Alencar, dizendo: “O que for possível nós faremos e o que não for possível, o povo nos ajudará a fazer”.

Biografia:

O vereador, que estava sem partido, foi eleito para o primeiro mandato de vereador do Recife, com 8.604 votos. Com 37 anos de idade, Rinaldo Junior é o atual Presidente da Força Sindical de Pernambuco, além de Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Condomínios - SIEEC e Diretor de Políticas Educacionais e Cultura da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Edifícios e Condomínios – Conatec.

A filiação ao PSB será nesta segunda-feira, dia 9, às 19h, na sede regional do partido.



*Com informações de Alice Albuquerque, da editoria de Política.

Deputado federal Daniel Coelho (Cidadania), em entrevista à Rádio Folha.
Deputado federal Daniel Coelho (Cidadania), em entrevista à Rádio Folha.Foto: Leo Malafaia / Folha de Pernambuco

O deputado federal Daniel Coelho (Cidadania) não descartou a possibilidade do partido abrigar a candidatura da delegada Patrícia Domingos. Em entrevista à Rádio Folha (FM 96,7), nesta segunda-feira (09), Daniel relatou uma audiência recente que teve com ela, em Brasília. A delegada comandava a extinta Decasp.

Segundo o parlamentar, o encontro se resumiu a discutir temas como o combate à corrupção, a lei de abuso de autoridade, entre outros assuntos, mas não se falou de política. No entanto, Daniel deixou portas abertas para a delegada na legenda. "Se em algum momento ela tiver pretensão politica eu não tenho nenhuma dúvida de que irá conversar conosco", afirmou.

Na entrevista Daniel Coelho também avaliou que a maneira do Executivo se relacionar com o Congresso proporcionou um novo protagonismo legislativo, justamente por existir maior autonomia diante da falta de base parlamentar do governo. "O Congresso, pela realidade dos fatos e pela opção que o presidente teve de não manter uma base política da maneira tradicional, como em governos anteriores, ganhou autonomia e começou a pautar os assuntos do país", disse.

Também estiveram em pauta na entrevista a reforma Tributária, as privatizações, lei de abuso de autoridade, eleições 2020, entre outros assuntos.

Ouça o podcast:

comece o dia bem informado: