Foram encontrados 13 resultados para "Partidos":

Felipe Carreras
Felipe CarrerasFoto: Alfeu Tavares

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, recebeu na comissão de ética socialista representação para expulsar 11 deputados federais, que votaram a favor do texto-base da reforma da Previdência, descumprindo a orientação do partido. Entre eles, o pernambucano Felipe Carreras.

"Já recebemos representação contra todos eles, solicitando a expulsão. Encaminho amanhã para comissão de ética e reúne na segunda para instituir o processo. Todos eles responderão à processos. A comissão de ética vai dizer a qual a medida que deve ser adotada. A gravidade da infidelidade o diretório vai julgar", disse.

Siqueira relembrou que existem casos que antecederam o momento."Nós já temos precedentes. É uma infidelidade de natureza grave. Felipe que resolveu mudar de lado", afirmou. Carlos Siqueira rememorou que o PSB foi o primeiro partido de Carreras, que, segundo o dirigente, teria resolvido ceder e o deputado resolveu ceder aos apelos do poder econômico e votar reforma contra população. "Ele traiu suas origens, mas é assim mesmo. O povo vai julgar", disse.

* Com informações de Luiza Alencar

Eurico falou sobre trajetória política e o alinhamento junto ao Partido Socialista Brasileiro
Eurico falou sobre trajetória política e o alinhamento junto ao Partido Socialista BrasileiroFoto: Divulgação

Na noite desta terça-feira (9), o ex-vereador Eurico Freire assinou ficha de filiação durante ato realizado na sede do PSB, no bairro da Boa Vista. O evento contou com a participação do presidente estadual Sileno Guedes, do prefeito do Recife, Geraldo Julio e do vereador Carlos Gueiros.
  
Na ocasião, Sileno Guedes ressaltou a importância da filiação de Eurico. “A sua chegada fortalece o partido e dá mais credibilidade ao partido pela qualidade do mandato que você exerceu como vereador e pela qualidade de suas posições políticas. Tenho certeza que poderá e deverá ajudar o PSB. A gente ainda tem muito que fazer junto com o prefeito Geraldo Julio e o governador Paulo Câmara para ser um partido cada vez mais próximo da sociedade e possa refletir a voz da sociedade”, afirmou.

O prefeito Geraldo Julio ressaltou que a entrada de Eurico vai reforça o PSB num momento em que é preciso ter resistência para lutar contra o enfraquecimento de políticas sociais para os que mais precisam. “Você chega num momento importante da vida brasileira. De resistir e ajudar o povo nessa resistência. Essa é nossa missão.
A gente vai ter o fortalecimento do partido, e de uma aliança política consolidada em Pernambuco. O PSB tem seu papel nesse processo. O enfrentamento vai ser muito duro na vida e nas eleições. Precisamos estar fortalecidos. Pernambuco e o Nordeste são pontos de observação e precisamos resistir”, afirmou.

Eurico falou sobre trajetória política e o alinhamento junto ao Partido Socialista Brasileiro e disse que está disposto a contribuir com as bandeiras defendidas pelo PSB.

“Para mim é uma grande honra fazer parte desse partido, que pude já pude contribuir em diversas vezes durante minha trajetória, sendo vereador da Frente Popular no mandato do prefeito Geraldo Julio, como ex-secretário-executivo de Lazer e Eventos na Secretaria de Turismo do Recife, além de coordenador de captação de recursos ainda quando Milton Coelho era vice-prefeito. Foram vários momentos que estivemos juntos. Estou pronto para aprender com os companheiros do PSB e me colocar à disposição para fortalecer o partido”, pontuou.

PERFIL - Eurico iniciou a sua atuação política no Sindicato dos Bancários, participando de greves, adesão dos colegas e onde desenvolveu sua principal ferramenta de trabalho: o diálogo. Neste mesmo período, de engajou no movimento religioso na Igreja Católica, através da ordem dos Oblatos de Maria Imaculada (OMI), que atuava na periferia da cidade do Recife. Com a experiência que adquiriu ao trabalhar na Câmara de Vereadores, atuando como chefe de gabinete de Mozart Sales, e na Prefeitura do Recife, foi eleito vereador do Recife para o mandato de 2013-2016. Em 2017 assumiu a secretaria executiva de Lazer e Eventos no Recife. Foi candidato a deputado estadual em 2018 e atualmente exerce o cargo de chefe de gabinete de Sileno Guedes, secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude.

Deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE)
Deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE)Foto: Humberto Pradera

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira confirmou que a sigla fechou questão contra a reforma da Previdência após reunião do Diretório Nacional, na tarde desta segunda-feira (8), em Brasília.

A votação contou com uma abstenção e com voto do deputado Julio Delgado (MG) que se posicionou contrário aos seus correligionários no debate intrapartidário, mas deve acompanhar a decisão da legenda no plenário

Para o deputado federal Danilo Cabral, o decisão ratifica a posição do partido de que, mesmo com os ajustes, a proposta continua a penalizar a população mais vulnerável.

* Com informações de Luiza Alencar

O deputado federal Wolney Queiroz, que também é presidente do PDT em Pernambuco
O deputado federal Wolney Queiroz, que também é presidente do PDT em PernambucoFoto: Divulgação

O PDT pernambucano realiza, na próxima quinta-feira (11), um importante movimento para formação política das bases, trazendo ao Recife o senador Weverton Rocha, eleito em 2018 com 1.997.443, a maior votação da história no Maranhão, Estado que, por décadas, foi reduto dos Sarney. O senador vem a capital pernambucana para debater a polêmica reforma da Previdência, aprovada na Comissão Especial da Câmara na última quinta-feira.

A proposta segue agora para discussão e votação no plenário da Câmara dos Deputados, em dois turnos, sofrendo reação de entidades de classe e lideranças políticas de centro-esquerda. A convite do deputado Wolney Queiroz, presidente estadual da legenda pedetista, Weverton será o palestrante principal do encontro.

“A importância de debater a reforma é fazer com que o máximo de pessoas tenha consciência do dano que essa reforma vai causar ao trabalhador brasileiro”, declarou Wolney.

Indagado sobre os eventuais prejuízos para os trabalhadores, Wolney Queiroz frisou. “A forma como a gente demonstra esse dano é que o governo federal fala em economizar um R$ 1 trilhão e as pessoas ficam animadas com isso. Mas é importante destacar: 91,5% desse R$ 1 trilhão será economizado, deixando de pagar aposentadorias, pensões, reduzindo os valores para quem está no regime geral da Previdência, para os que ganham menos, especialmente os que ganham salário mínimo. Essa verdade precisa ser compartilhada. Por isso, que o partido está dedicando esse debate às explicações sobre a reforma”, destacou.

A reunião será no diretório estadual do PDT, na Av. João de Barros, 326, a partir das 14h .

Saiba mais – Este já é o segundo evento que o PDT realiza no ano de 2019 para formação política com seus filiados e militantes. O primeiro foi dedicado especialmente às mulheres e foi realizado no histórico acampamento da Normandia, em Caruaru.

Weverton Rocha, filiado ao PDT desde os 16 anos, sendo apontado em 2019 pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) como um dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. O senador também é presidente do PDT estadual do Maranhão.

Coordenado pela presidente Alessandra Vieira, o encontro também confirmou os outros nomes que vão integrar a Comissão Executiva Provisória
Coordenado pela presidente Alessandra Vieira, o encontro também confirmou os outros nomes que vão integrar a Comissão Executiva ProvisóriaFoto: Divulgação

Durante reunião realizada nesta quinta, 13, na sede do PSDB no Recife, foram confirmados os nomes da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, com secretária geral e do prefeito de Gravatá, Joaquim Neto, como tesoureiro do PSDB em Pernambuco, numa nova composição de espaços do partido no estado.

Coordenado pela presidente Alessandra Vieira, o encontro também confirmou os outros nomes que vão integrar a Comissão Executiva Provisória. São eles: o prefeito de Vertentes, Romero Leal, o prefeito de São Joaquim do Monte, Joãozinho Tenório, o ex-deputado federal, Betinho Gomes e o vereador do Recife, André Régis.

“Essa comissão executiva representa muito bem esse novo momento do partido, de construção, estruturação. Vamos juntos, com diálogo e muita disposição, trabalhar para fortalecer o PSDB, ouvindo o povo de Pernambuco e os nossos filiados”, destacou a presidente.

Também participaram da reunião o prefeito de Timbaúba, Ulisses Felinto, Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira, a prefeita de Lagoa do Carro, Judite Botafogo e o vice-presidente do PSDB em Caruaru, Rubens Junior.

Reunião aconteceu, neste sábado, na sede do PSDB, no Recife
Reunião aconteceu, neste sábado, na sede do PSDB, no RecifeFoto: Divulgação

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, afirmou que seu partido vai trabalhar para construir uma candidatura própria para disputar a Prefeitura do Recife em 2020. Bruno Araújo também confirmou a deputada estadual Alessandra Vieira como nova presidente do PSDB em Pernambuco, numa nova composição de espaços do partido juntamente com a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, o ex-deputado Betinho Gomes, o prefeito de Gravatá, Joaquim Neto e outras três lideranças do partido.

“A deputada Alessandra é a primeira mulher a presidir o PSDB em Pernambuco. Estamos iniciando um novo momento de estruturação do nosso partido. Vamos preparar o PSDB para a Convenção Estadual onde será definida a nova direção e em seguida para as eleições do ano que vem num processo de construção coletiva. Logo após a Convenção Estadual o partido vai começar a definir os nomes da candidatura própria no Recife”, destacou Bruno Araújo, durante reunião neste sábado (8), na sede do PSDB, no Recife.
  
“O nosso objetivo é fortalecer o partido em Pernambuco. Vamos organizar o partido para as eleições, garantir uma maior participação feminina e da juventude no processo decisório e incentivar outros coletivos tucanos como o Tucanafro. Esse será um processo coletivo e estou bastante motivada e pronta para o desafio", enfatizou Alessandra Vieira.

Participaram do encontro os prefeitos de Gravatá, Joaquim Neto, São Joaquim do Monte, Joãozinho Tenório, Timbaúba, Ulisses Felinto, Vertentes, Romero Leal, Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira e a prefeita de Lagoa do Carro, Judite Botafogo. O ex-deputado Betinho Gomes, o presidente do PSDB em Caruaru, Henrique Oliveira e o vice-presidente Rubens Júnior também participaram da reunião.

A deputada Alessandra Vieira é a nova presidente do PSDB em Pernambuco

A deputada Alessandra Vieira é a nova presidente do PSDB em Pernambuco - Crédito: Divulgação

Ex-governador Mendonça Filho presidirá Instituto Liberdade e Cidadania
Ex-governador Mendonça Filho presidirá Instituto Liberdade e CidadaniaFoto: Arthur Mota

O ex-ministro da Educação, Mendonça Filho, vai presidir o Instituto Liberdade e Cidadania, órgão do Democratas, voltado para a formação de novos quadros políticos, gestores, formulação de políticas públicas e debate de ideias. Mendonça foi escolhido para o cargo durante a Convenção do Democratas, em Brasília e vai substituir o ex-deputado José Carlos Aleluia.
  
“O ILC realiza um trabalho muito responsável na promoção de cursos, seminários, patrocínio de pesquisas científicas. Foi uma alegria ser escolhido para liderar o instituto que é o braço teórico do partido”, declarou Mendonça Filho, que fica na presidência até 2022.

Mendonça Filho é administrador, formado pela Universidade Estadual de Pernambuco, com curso de Gestão Pública pela escola de Governo da Universidade de Harvard. Foi ministro da Educação, deputado, governador e vice-governador, hoje é consultor em educação.

Bruno Araújo é o novo presidente nacional do PSDB
Bruno Araújo é o novo presidente nacional do PSDBFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Carolina Linhares e Daniel Carvalho

O ex-deputado federal e ex-ministro Bruno Araújo (PE), 47, foi eleito presidente nacional do PSDB nesta sexta-feira (31) para colocar em prática as diretrizes do novo PSDB engendrado pelo governador de São Paulo, João Doria, principal líder do partido.

Doria, que constrói uma candidatura ao Planalto em 2022, foi recebido pela militância aos gritos de "Brasil pra frente, Doria presidente". Chegou acompanhado do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), de quem se tornou aliado na articulação para aprovação da reforma da Previdência.

Araújo sucede o ex-governador Geraldo Alckmin no comando do PSDB e foi eleito em chapa única, sem concorrência. Não porque todos os tucanos concordem com os rumos ditados por Doria, que prega renovação, mas porque caciques fundadores da sigla não conseguiram viabilizar um nome competitivo.

A tensão entre a velha guarda tucana e aliados de Doria ficou evidente na convenção, por meio de discursos e de uma briga. Dois grupos da juventude do partido, um ligado ao governador paulista e outro ligado e ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, trocaram agressões físicas.

A confusão começou quando o grupo de Doria vaiou a nova presidente da juventude tucana, Júlia Jereissati, sobrinha do senador Tasso Jereissati (CE) e representante do grupo opositor. Até o presidente do PSDB de São Paulo, Marco Vinholi, que foi indicado por Doria, se envolveu no bate-boca.

Aliados de Doria estavam vestidos com camiseta amarela e boné azul, onde se lia "novo PSDB".

Já o grupo próximo a Alckmin questionava se a alegada renovação era real.

Questionavam, em tom de brincadeira, se os "cabeças-pretas" não eram apenas cabelos brancos tingidos.

No entanto, a ala alckmista não se furtou a fazer autocrítica. Em rodas de conversas pelo salão, aliados reconheceram o tamanho da derrota na disputa eleitoral do ano passado e a perda de espaço no lado direito do espectro político para o presidente Bolsonaro.

"Sentimento de dever cumprido", disse Alckmin ao chegar à convenção. Questionado sobre seu sucessor, se comprometeu a ajudá-lo. "Bruno é um bom quadro, preparado, animado. Vai fazer um bom trabalho e vamos ajudá-lo", afirmou.

"É um processo de renovação natural e, ao mesmo tempo, com responsabilidade de respeitar o passado e construir o futuro", disse o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, um dos jovens quadros do partido.

Jereissati disse que a transição é importante e representa a superação de "um período difícil". "Renovar não é só idade, é ideias. Cabeça nova, hábitos, comportamento político. Tem muita gente nova. Muita gente boa, que tem condições de levar o partido no seu rumo verdadeiro", afirmou.

Sobre a reaproximação com DEM e MDB, representados, respectivamente, pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e pelo presidente nacional da segunda sigla, Romero Jucá (RR), disse entender que é algo necessário.

"Estamos vivendo em um momento de extremos. Extrema-direita de um lado, extremamente radicalizada, intransigente e intolerante, e a mesma coisa na esquerda. E a grande maioria silenciosa brasileira não está em nenhuma dessas extremidades e precisa de um grupo político que os represente", disse Jereissati.

Rompido com Alckmin na eleição passada, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB), pregou que "o PSDB não pode ter dono", "tem que redefinir identidade" e defendeu o parlamentarismo, momento em que foi aplaudido.

O prefeito disse que o PSDB não é mais o partido que polariza e cobrou "que nunca mais se realize eleição para presidente da República sem prévias duras" e fez autocríticas.

"Que saiam daqui notícias das vaias, das divergências, mas que tem um jovem de valor que assume a presidência do PSDB", disse Virgílio.

A convenção nacional que elegeu a nova direção do PSDB foi mais modesta que as anteriores. O evento tucano foi realizado no mesmo centro onde Alckmin lançou sua candidatura à Presidência da República no ano passado, mas dessa vez não ocupou o salão principal, reservado a um congresso médico de catarata.

Os filiados se reuniram em um salão no subsolo, contíguo à garagem. O público se aglomerou à frente do palco e sobraram cadeiras vazias ao fundo.

NOVO PSDB

Ao falar sobre o futuro do partido, que sofreu derrotas expressivas na eleição de 2018, Doria defende cabeças-pretas, como são conhecidos os tucanos jovens, em cargos de direção.

Também pede rigor contra os investigados por corrupção, como Aécio Neves (MG), Beto Richa (PR) e Marconi Perillo (GO) -nos bastidores, aliados do governador paulista falam em tirar esses nomes da sigla.

Outra bandeira de Doria é acabar com o viés de esquerda do partido fundado por progressistas e que leva a social-democracia no nome.

Na semana passada, Doria chegou a afirmar que quem não concorde com seu novo PSDB deve pedir pra sair. Fez o mesmo apelo aos enrolados em escândalos de corrupção.

O novo presidente do PSDB, assim como Doria, afirma que o partido será de centro -rejeitando o que consideram extrema esquerda e extrema direita. Ambos, no entanto, colaram suas campanhas no ano passado a Jair Bolsonaro (PSL), para surfar na onda conservadora que elegeu o presidente da República.

Araújo, porém, não conseguiu se eleger senador por Pernambuco. O ex-ministro das Cidades na gestão Michel Temer (MDB) foi deputado federal por três mandatos seguidos desde 2006.

Em Pernambuco, Araújo é conhecido como um político tradicional, pragmático e habilidoso nos bastidores. No ano passado, chegou a elogiar o ex-presidente Lula (PT), classificando o petista, cuja popularidade é alta no Nordeste, de "presidente excepcional".

Em 2015, ganhou holofote nacional ao proferir o voto que sacramentou, na Câmara dos Deputados, a admissibilidade do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Araújo é advogado e filho do ex-deputado estadual Eduardo Araújo. Em 1998, aos 26 anos, foi eleito pelo PSDB o deputado estadual mais jovem de Pernambuco.

O partido pretende, em Pernambuco, eleger ao menos 200 vereadores e também prefeitos
O partido pretende, em Pernambuco, eleger ao menos 200 vereadores e também prefeitosFoto: Divulgação

O vereador Eriberto Rafael passou oficialmente o comando da sigla para o empresário e jornalista Joaquim Oliveira, filho do vereador do Recife Hélio Guabiraba (PRTB). A legenda pretende, em Pernambuco, eleger ao menos 200 vereadores e também prefeitos. Uma das apostas será a vice-prefeita de Camaragibe, Nadege Queiroz, que deve disputar a vaga de prefeita na cidade.
  
Em um evento reservado realizado no plenarinho da Câmara Municipal do Recife, que contou com a presença do presidente nacional do Partido Trabalhista Cristão (PTC), Daniel Tourinho, foi dado posse à nova diretoria da legenda no Recife. No Recife, a missão é eleger ao menos 4 vereadores. A estratégia também está sendo montada para ganhar as prefeituras e, em 2022, conquistar mais cadeiras na Câmara Federal.

Outra promessa do PTC no Recife para o próximo ano deve ser o pastor Jairinho, hoje sem partido. Apesar de pouco divulgado na mídia, ele pode ser primordial para a legenda: Jairinho foi postulante ao cargo de senador em Pernambuco e teve mais de 190 mil votos.

Durante o evento, Daniel Tourinho ressaltou que o PTC trará muitas surpresas no próximo ano e adiantou que uma das novidades é o suporte contábil e jurídico que a sigla vai dar a todos os pré-candidatos. Além disso, também será montado uma grade de seminários regionais nas cidades chamadas polos para tratar sobre temas relevantes sobre a eleição como, por exemplo, prestação de contas. “É preciso estar atentos à legislação e sempre trabalhar de forma transparente”, avisou.

Tourinho também falou sobre a importância do Diretório do Recife em todo esse processo. “Recife tem uma história de luta pela liberdade. Uma cidade que não se curva, que não se dobra. Mas aviso que o PTC vai se manter íntegro porque nós não negociamos partido”, avisou.

Durante o encontro realizado em Caruaru, o PSL reuniu os coordenadores regionais da legenda
Durante o encontro realizado em Caruaru, o PSL reuniu os coordenadores regionais da legendaFoto: Divulgação

A executiva estadual do Partido Social Liberal (PSL) promoveu neste sábado, dia 11, um encontro com todos os coordenadores regionais da legenda. O evento aconteceu em Caruaru, agreste do estado, e tratou de questões organizacionais, além das estratégias políticas visando as eleições municipais de 2020. Durante o encontro, o advogado Wadson Almeida tirou dúvidas sobre as questões jurídicas para formação e nomeação de comissões municipais.
  
O Tesoureiro Geral do PSL no estado, Michel Jean, falou sobre a reestruturação do partido após as eleições de 2018 e sobre a regularidade contábil do partido em cada município. Para o coordenador político do PSL de Pernambuco, Marcos Amaral, o encontro serviu pada fazer um alinhamento das principais demandas do partido no estado.

“O encontro alcançou seu objetivo de esclarecer como será a organização das municipais e tirar dúvidas comuns aos coordenadores”, disse Amaral. Já o vice-presidente estadual, Silvio Nascimento, disse que esse deve ser o primeiro de muitos outros encontros após as eleições do ano passado. “Somos agora muito maior do que éramos. É nossa obrigação ser também o mais organizado, além de ser o maior partido do Brasil”, finalizou Nascimento.

comece o dia bem informado: