Foram encontrados 130 resultados para "Pernambuco":

12 pontos que historicamente  alagavam não transbordaram com as fortes chuvas que atingiram a cidade na última quinta-feira
12 pontos que historicamente alagavam não transbordaram com as fortes chuvas que atingiram a cidade na última quinta-feiraFoto: Divulgação

Com a meta de garantir mais conforto e segurança aos moradores no período chuvoso, a Prefeitura de São Lourenço da Mata vem realizando diversas ações com a “Operação Inverno”. Desde o ano passado, a Secretaria Municipal de Infraestrutura está trabalhando na desobstrução de córregos e canais da cidade. Ao todo, 12 pontos que historicamente alagavam não transbordaram com as fortes chuvas que atingiram a cidade na última quinta-feira (13).

De acordo com o prefeito Bruno Pereira, o trabalho é importante para minimizar os efeitos do inverno em São Lourenço da Mata. “Em gestões passadas esses 12 locais não recebiam a devida atenção, e sempre alagavam. Agora, com o trabalho preventivo que é realizado ao longo do ano nossos moradores podem dormir mais sossegados”, disse o chefe do Executivo. “Bairros como Umuarama, Bela Vista, Riacho da Prata, Muribara, Tiúma, canais das ruas 55 e 58, no Parque Capibaribe, canal da Rua Irineu Teixeira, canal da Academia das Cidades, na entrada do município e, Penedo passaram todos por intervenções, e nenhum deles apresentou enchentes com a chuva que caiu”, ressaltou Bruno.

O gestor enalteceu o trabalho da sua equipe. “Nossa gestão tem plena consciência que, apesar dos nossos esforços, alguns bairros como Caiará, Vila Dourada e Várzea Fria sofreram com as chuvas da última quinta-feira (13). Mas, para evitar que casos como estes voltem a acontecer, vamos reforçar o trabalho nesses locais, e garantir mais segurança a todos”, frisou Bruno.

ÁRVORES - Além da limpeza dos canais e córregos, a Prefeitura de São Lourenço da Mata, por meio da Defesa Civil, vem realizando, também, o corte e poda de árvores que ameaçam cair, colocando em risco os moradores. O trabalho preventivo para garantir a segurança das localidades ainda foi realizado nas barreiras e encostas de locais considerados de possível risco de deslizamento de terra com a colocação de lonas plásticas.

A moradora Maria José, do bairro de Tiúma, agradeceu e parabenizou o trabalho da prefeitura. “Todo ano que chovia ficava tudo alagado aqui. Depois desse trabalho de limpeza, esse ano não tivemos alagamentos. Espero que sempre façam esse tipo de serviço. Muitos moradores daqui já perderam móveis e eletrodomésticos, em enchentes em anos anteriores, esse ano foi tranquilo”.

Relator da Previdência, Samuel Moreira
Relator da Previdência, Samuel MoreiraFoto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Um apelo aos governadores do Nordeste por apoio a aprovação do texto da reforma da Previdência apresentado pelo relator Samuel Moreira (PSDB-SP) foi feito pelo vice-presidente da Comissão Especial que analisa o mérito da proposta, o deputado federal Sílvio Costa Filho (PRB), ontem.

Por meio de nota, o parlamentar destacou que os pontos criticados pelos gestores nordestinos foram excluídos da matéria e que, por isso, “cai por terra a narrativa da oposição de não votar a reforma". No entanto, o relatório também retirou os estados e municípios - tópico que ganhou o apoio dos administradores estaduais - e com isso, caso não sejam recolocados durante a tramitação do projeto, os governos locais terão a tarefa de reorganizar as suas previdências.

“Chegou a hora de esquecer as próximas eleições e pensar nas próximas gerações. Os governadores sabem que a previdência não é um problema do Brasil, mas sim de todos os países do mundo. Sabem também que a reforma não é uma questão de governo, é uma questão de estado”, escreveu Sílvio.

"É imperativo que os governadores usem a capacidade de articulação política e entrem de cabeça para ajudar no ajuste das contas públicas da União, Estados e Municípios", complementou.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do governador Paulo Câmara (PSB) afirmou que ele, durante o dia de ontem, integrou o comitê de crise "coordenando os esforços para minimizar os efeitos da chuva no Estado" e que e não vai se pronunciar até concluir a análise do documento. "Não houve tempo hábil para analisar as mais de 150 páginas do relatório", diz a nota.

Já o líder do Governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), deputado Isaltino Nascimento (PSB) comentou sobre a retirada dos estados e municípios do texto. "O relator ontem (quarta-feira) declarou uma tentativa de afronta aos governadores. Que é uma tentativa mesquinha, infantil e sem lógica", disse. Isso porque os governadores divulgaram uma carta na última semana apoiando a permanência dos estados e municípios no texto e a retirada seria uma forma de pressionar os gestores estaduais e municipais a buscar os 308 votos necessários para não ficarem de fora da PEC.

"O relator é irresponsável. É uma sandice. São 146 propostas de reforma de previdência para os municípios pernambucanos. Isso vai ser uma torre de Babel. Quero saber se o deputado Daniel Coelho vai à Câmara de Vereadores de Caruaru defender a proposta que a prefeita Raquel Lyra vai ter que mandar", alfinetou. "Falo como militante da seguridade social. O que os municípios vão vivenciar é uma situação de guerra", complementou. Daniel Coelho (Cidadania), que durante a campanha contou com o apoio da prefeita de Caruaru, propôs emenda para a retirada dos estados e municípios da reforma.

Ontem, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) também falou sobre o tema. Para ele, mesmo que o texto não inclua os demais entes federativos, eles também precisarão fazer as reformas nos sistemas de aposentadorias de seus servidores. “A economia que o (ministro da Economia) Paulo Guedes fala é no tocante à área federal. Os estados sabem onde apertam seu calo e os municípios também, e a maioria deles está com problema e vai ter que fazer uma reforma. Poderiam somar-se a nós nesse momento, mas parece que eles (parlamentares) não querem”, disse o presidente.

O secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, por sua vez, afirmou que está em negociação a inclusão de estados e municípios. “Espero que haja um desfecho favorável nessa negociação, que os governadores possam apresentar os votos das suas bancadas para que integrem o texto”, disse Marinho.

Algumas das motocicletas adquiridas para a Polícia Militar
Algumas das motocicletas adquiridas para a Polícia MilitarFoto: Divulgação PGE

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) confirmou a lisura do processo licitatório realizado pelo governo do Estado em 2017 para a aquisição de 700 motocicletas a serem utilizadas na segurança pública do Estado. Em acórdão publicado nesta quarta-feira (12), os conselheiros da Primeira Câmara do Tribunal concluem que o processo “transcorreu normalmente, sem prejuízo à competição, tampouco havendo sobrepreço nos itens adquiridos”.

A compra das motocicletas foi objeto de uma auditoria especial do TCE-PE, em relação à qual a Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE) apresentou defesa, apontando dados que refutam os questionamentos de existência de indícios de direcionamento e de sobrepreço. As informações foram confirmadas pelo Ministério Público de Contas (MPCO), em parecer assinado pelo procurador de contas Cristiano Pimentel.

Esse parecer foi utilizado para embasar o voto do relator, o conselheiro substituito Carlos Pimentel, seguido pelos conselheiros Ranilson Ramos e Vadecir Pascoal, presidente da Primeira Câmara do TCE, em sessão realizada em 6 de junho. O TCE-PE concluiu que não possui sustentação o questionamento da auditoria em relação ao fato de 116 das motos entregues terem sido do modelo 2017 e não 2018.

“O contrato com o fornecedor foi assinado bem no final do exercício 2017 (29/12/2017), mas, por razões alheias à vontade do fornecedor, somente foi publicado em 6 de janeiro de 2018. É a essa data que os auditores estão se apegando para indicar ser esse o ano de modelo que deveriam ser os veículos”, escreveu o relator, justificando que “o contrato previu como base para a seleção dos itens a serem fornecidos a data de assinatura do contrato, ou seja, 2017”.

A única ressalva que o TCE-PE apontou foi a necessidade de aperfeiçoamento na fase de cotação de preços anterior à publicação dos editais de licitações, o que motivou a expedição de determinação para os entes responsáveis, embora não tenha causado prejuízo ao processo em questão. “Quanto à deficiência na cotação de preços, embora reconhecendo a ocorrência, o procurador do MPCO destacou a ampla divulgação do procedimento licitatório, que ofereceu iguais oportunidades aos potenciais fornecedores. Em resumo, se houve falha na pesquisa de preços, não chegou a comprometer a lisura do certame, que transcorreu normalmente, sem prejuízo à competição, tampouco havendo sobrepreço nos itens adquiridos”, concluiu o relator.

"Além da lisura do processo, é fundamental ressaltar a importância da aquisição dessas motocicletas para a segurança dos pernambucanos. A chegada desses veículos tem um papel crucial na redução dos crimes contra a vida e contra o patrimônio, em todo o Estado, já que proporciona mais agilidade no trabalho de patrulhamento ostensivo, assim como mais operacionalidade durante as ações táticas e de pronta resposta da Polícia Militar de Pernambuco.

Vale lembrar que a chegada desses equipamentos, que começaram a ser entregues às unidades no final de 2017, coincide com início da série de redução da criminalidade registrados em Pernambuco e que, no mês de maio, chegou ao 18º mês consecutivo de queda dos crimes violentos contra a vida e ao 21º de queda dos crimes contra o patrimônio, quando se compara com o mesmo período do ano anterior.

Por fim, é importante ressaltar que as 700 motocicletas, que são adaptadas para o trabalho policial, estão atualmente em uso em batalhões e companhias independentes de polícia em todo o Estado, assim como em novas unidades especializadas da PMPE, como o 1º e o 2º BIEsp, inaugurados em Caruaru e Petrolina, respectivamente", diz o comunicado da Procurdoria Geral do Estado.

IV Fórum Pernambucano de Política
IV Fórum Pernambucano de PolíticaFoto: Divulgação

No dia 15 de junho ocorrerá o IV Fórum Pernambucano de Política, no Auditório do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Organizado pela Virtù Consultoria Política, empresa júnior do curso de ciência política da UFPE. O evento este ano será beneficente, em prol das vítimas atingidas pelas recentes fortes chuvas do mês de maio de 2019 em Jaboatão dos Guararapes.

Nesta edição o foco será no estado pernambucano com duas mesas: “Os entraves da mobilidade urbana em Recife”, na qual será explanada e discutida acerca das dificuldades dos meios de transportes no Recife e região metropolitana. Na segunda mesa: “O protagonismo histórico de Pernambuco na política”, o enfoque será na participação política ao longo da história de Pernambuco. Ambas as mesas terão convidadas(os) para enaltecer e enriquecer os debates, que em breve estarão sendo divulgados em nossas redes sociais.


IV Fórum Pernambucano de Política

IV Fórum Pernambucano de Política - Crédito: Divulgação

Instituição demonstrou preocupação com os fatos  recentemente noticiados envolvendo procuradores da república e um ex-magistrado
Instituição demonstrou preocupação com os fatos recentemente noticiados envolvendo procuradores da república e um ex-magistradoFoto: Divulgação/ Instagram

NOTA PÚBLICA

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Colégio de Presidentes de Seccionais, por deliberação unânime, manifesta perplexidade e preocupação com os fatos recentemente noticiados pela mídia, envolvendo procuradores da república e um ex-magistrado, tanto pelo fato de autoridades públicas supostamente terem sido “hackeadas”, com grave risco à segurança institucional, quanto pelo conteúdo das conversas veiculadas, que ameaçam caros alicerces do Estado Democrático de Direito.
 ?
É preciso, antes de tudo, prudência! A íntegra dos documentos deve ser analisada para que, somente após o devido processo legal – com todo o plexo de direitos fundamentais que lhe é inerente –, seja formado juízo definitivo de valor.
? ? ?
Não se pode desconsiderar, contudo, a gravidade dos fatos, o que demanda investigação plena, imparcial e isenta, na medida em que estes envolvem membros do Ministério Público Federal, ex-membro do Poder Judiciário e a possível relação de promiscuidade na condução de ações penais no âmbito da operação lava-jato. Este quadro recomenda que os envolvidos peçam afastamento dos cargos públicos que ocupam, especialmente para que as investigações corram sem qualquer suspeita.
? ? ?
A independência e imparcialidade do Poder Judiciário sempre foram valores defendidos e perseguidos por esta instituição, que, de igual modo, zela pela liberdade de imprensa e sua prerrogativa Constitucional de sigilo da fonte, tudo como forma de garantir a solidez dos pilares democráticos da República.
? ?
A Ordem dos Advogados do Brasil, que tem em seu histórico a defesa da Constituição, da ordem jurídica do Estado Democrático e do regular funcionamento das instituições, não se furtará em tomar todas as medidas cabíveis para o regular esclarecimento dos fatos, especialmente junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), Procuradoria-Geral da República (PGR), Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ), reafirmando, por fim, sua confiança nas instituições públicas.

Prefeito de Moreno, Vavá Rufino
Prefeito de Moreno, Vavá RufinoFoto: Divulgação

Acompanhado de vereadores e secretários municipais, o prefeito do Moreno, Vavá Rufino, recebeu na manhã desta quinta-feira (06), representantes do grupo BCI, que vai construir no município o Recife Outlet Premium, empreendimento que vai ser instalado nas margens da BR-232 gerando cerca de 2 mil empregos diretos.

O empreendimento é o primeiro shopping em formato outlet no estado e terá um investimento de R$ 60 milhões. O empresário Paulo Perez, diretor do grupo BCI, detalhou todo o encaminhamento do processo de instalação do Recife Outlet Premium.

Leia também:
Com aporte de R$ 60 milhões, Moreno vai ganhar outlet em 2020
Primeiro outlet vai gerar 2 mil empregos diretos em Pernambuco


 “Estamos aguardando a CPRH liberar as licenças e depois trataremos com a prefeitura a liberação para iniciarmos a terraplenagem, que já está contratada e começará de imediato”, explicou o diretor do grupo BCI, Paulo Perez.

O prefeito Vavá Rufino destacou que a construção do Recife Outlet Premium será um indutor para o desenvolvimento econômico da região. “Um empreendimento dessa dimensão reflete na vida das pessoas, não só pela intervenção sócio-econômica mas pela importância que traz para Moreno e para o Oeste Metropolitano”, disse o prefeito.

Na conversa com os empresários, o prefeito solicitou que a mão-de-obra a ser utilizada na construção e no funcionamento do empreendimento seja dada prioridade aos profissionais residentes no município. O gestor disse que Moreno está identificando o potencial de mão de obra local para oferecer ao novo empreendedimento. “Essa é uma oportunidade para que os morenenses possam trabalhar dentro do território do município”, explicou Vavá.

O empresário Paulo Perez viu com bons olhos a preocupação do prefeito Vavá Rufino em relação a priorizar a geração de empregos para os morenenses no empreendimento que será construído. “A prioridade dos empregos é para o município de Moreno não só pela facilidade do acesso, como também o nível de empregabilidade que atende as necessidades do empreendimento junto com a oferta de mão de obra que tem aqui na região”, disse o empresário.

Em nome da Câmara de Vereadores, o presidente do Legislativo morenense, Mozart Bruno, destacou a importância do empreendimento para o município, lembrando que o Recife Outlet Premium chega em um momento em que a economia do país passa por dificuldades. “A crise é nacional e a maior demanda de Moreno hoje é a questão da geração de empregos. Esse empreendimento traz a esperança para o nosso povo ter a sua oportunidade de emprego”, disse Mozart.

A previsão para início da operação do novo centro de compras é o segundo semestre de 2020. Além das lojas, o outlet vai contar com praça de alimentação, restaurantes e 650 vagas de estacionamento. No Nordeste, apenas o Ceará e a Bahia têm o empreendimento com o mesmo perfil.

O prefeito solicitou que a mão-de-obra a ser utilizada na construção e no funcionamento do empreendimento seja dada prioridade aos profissionais residentes no município

O prefeito solicitou que a mão-de-obra a ser utilizada na construção e no funcionamento do empreendimento seja dada prioridade aos profissionais residentes no município - Crédito: Divulgação

Deputado federal Sebastião Oliveira e a presidente da Infraero, Martha Seillier
Deputado federal Sebastião Oliveira e a presidente da Infraero, Martha SeillierFoto: Divulgação

O deputado federal Sebastião Oliveira e a presidente da Infraero, Martha Seillier, reuniram-se, na manhã desta quarta-feira (9), em Brasília, para tratar do Aeroporto de Serra Talhada. Na ocasião, o parlamentar pernambucano solicitou à gestora que a estatal assuma a operação do equipamento.

Sebastião aproveitou a oportunidade do encontro para repassar as principais intervenções que foram realizadas na estrutura física do aeroporto, como a requalificação da pista de pouso e decolagem, a construção do terminal provisório de passageiros e a instalação da brigada de incêndio do Corpo de Bombeiros, além disso, ele destacou a importância da Estação Meteorológica de Superfície Automática (EMS-A), que recentemente foi homologada pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

“Foi uma reunião muito proveitosa com a presidente Martha Seillier, a quem agradeço pela excelente receptividade. Ciente do status atual, ela concordou que Serra Talhada possui um aeroporto pronto para operar dois voos semanais e, futuramente, com alguns investimentos, receber voos diários”, esclareceu Sebastião Oliveira, que deixou a reunião bastante otimista com a possibilidade de uma parceria entre o Governo do Estado e a Infraero.

“Será um importante passo para que o aeroporto comece a funcionar, levando desenvolvimento, geração de renda e oportunidades a diversos municípios sertanejos”, finalizou Sebá.

Acompanhado do prefeito Joãozinho e de uma comitiva de figuras públicas de Limoeiro, Aluísio tratou com Dílson da Feira de Exposição de Animais da cidade.
Acompanhado do prefeito Joãozinho e de uma comitiva de figuras públicas de Limoeiro, Aluísio tratou com Dílson da Feira de Exposição de Animais da cidade.Foto: Divulgação

O Secretário Estadual de Ciência Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, esteve, na tarde desta terça-feira (04.05), na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agrário para tratar com o gestor da pasta, Dílson Peixoto, de demandas para as cidades de Limoeiro e de Vertentes.

Acompanhado do prefeito Joãozinho e de uma comitiva de figuras públicas de Limoeiro, Aluísio tratou com Dílson da Feira de Exposição de Animais da cidade, que é o maior evento do segmento no interior de Pernambuco. Em 2019, o evento chega a sua edição de número 52 e está programado para ser realizado em agosto. Lessa também debateu com Peixoto a execução de uma obra em Vertentes. A reunião definiu a viabilização do serviço.

A iniciativa faz parte da estratégia do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR)
A iniciativa faz parte da estratégia do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR)Foto: Divulgação

A Sudene promove workshop, nesta segunda (3) e terça (4), voltado para o desenvolvimento regional pela inclusão produtiva na área de Tecnologia da Informação e Comunicação. A iniciativa teve o apoio da Secretaria Estadual de Ciência Tecnologia e Inovação. Diretores da Secti estiveram presentes à abertura e vão colaborar com as oficinas durante o evento. A Sudene visa a implantação do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE).

A iniciativa faz parte da estratégia do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) baseada nas rotas da integração nacional. De acordo com o coordenador de Sistemas Produtivos e Inovativos da Secretaria de Desenvolvimento Regional e Urbano (SDRU)/MDR, Vitarque Lucas Coelho "A tecnologia da informação e comunicação é o vetor da dinamização de todos os setores da economia para o nordeste e o Brasil."

O Ecossistema de Inovação de Pernambuco exerce papel de destaque e conta com ações da SECTI para ser impulsionado. O cientista-chefe do Parqtel, Carmelo Filho, exaltou o resultado destas iniciativas. "O nosso Ecossistema de Inovação é referência na área e isso se deve às políticas públicas aplicadas pela secretaria. Temos a integração como bandeiras e a prova disso é que temos representantes das universidades e do setor produtivo presente ao workshop", declarou.

O secretário Aluísio Lessa destacou a disposição da superintendência regional e do ministério de atuar em parceria com a SECTI: "É muito bom saber que a Sudene e o Ministério de Desenvolvimento Regional estão cientes do potencial do Ecossistema de Inovação de Pernambuco para o desenvolvimento do Nordeste. Na SECTI, desejamos atuar em sintonia com todas as esferas do poder público para que a economia criativa contribua de maneira cada vez mais incisiva no desenvolvimento econômico e social do Estado, da região e do Brasil", afirmou.

A pavimentação e requalificação das estradas, como uma das principais demandas do povo pernambucano,
A pavimentação e requalificação das estradas, como uma das principais demandas do povo pernambucano,Foto: Divulgação

O deputado federal Carlos Veras (PT), reuniu-se hoje (3) com a secretária de Infraestrutura de Pernambuco, Fernandha Batista, para tratar sobre o Programa Caminhos de Pernambuco. Na mesa, a pavimentação e requalificação das estradas, como uma das principais demandas do povo pernambucano, com destaque para o interior do Estado.
  
Entre os pontos de pauta, a construção do Anel Viário de Tabira; a requalificação da PE 304, que liga Tabira à cidade Água Branca(PB); a construção da Ponte de Bodocó; e a recuperação da PE 166, que interliga a cidade de Belo Jardim ao Povoado de Serra dos Ventos. Para conhecer de perto a demanda apresentada pelo deputado, a secretária marcou uma visita a esses locais até julho próximo, acompanhada por Carlos Veras.

“As estradas são fundamentais para que as agriculturas e os agricultores possam escoar sua produção, e assim contribuir para o desenvolvimento social e econômico de suas cidades e região”, destaca Veras.

comece o dia bem informado: