Foi encontrado 1 resultado para "Eleições do PT":

Humberto Costa (PT)
Humberto Costa (PT)Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Na reta final para o Processo Eleitoral Direto (PED) que elegerá, no próximo domingo, a presidência estadual da legenda, o senador Humberto Costa se reuniu com o candidato da corrente Construindo um Novo Brasil (CNB), o deputado estadual Doriel Barros, na tarde desta segunda-feira (02), no gabinete do deputado. Além de Humberto e Doriel, participaram da reunião o deputado federal Carlos Veras, o ex-vereador Jurandir Liberal e assessores.

O senador miniminzou a disputa de seu grupo contra a chapa Força Militante, defendida pelas deputadas Marília Arraes e Teresa Leitão. "Eu acho que é absolutamente normal. Vamos ter por exemplo, nacionalmente vários candidatos presidente do partido em vários municípios tem mais de um candidato e aqui no Estado tudo indica que vamos ter mais de uma candidatura. Isso é um processo absolutamente normal do PT", avaliou.

"O PT é um partido que tem uma ampla diversidade de posições políticas e sempre foi assim. Aqui em Pernambuco a única vez que eu me lembro de ter teve um candidato só foi no encontro com Bruno Ribeiro. E, na verdade, foi todo feito por acordo porque era um outro momento. Não acho que isso seja negativo, vai agitar o partido", ponderou Humberto.

A respeito das reiteradas críticas de Marília Arraes e Teresa Leitão sobre a aliança com o PSB em Pernambuco nas últimas eleições majoritárias, Humberto disse que é uma discussão ultrapassada. "Elas estão querendo reeeditar um debate que passou. Passou, mostrou que a estratégia foi correta e não somente foi fundamental a aliança com o PSB para a gente copnseguiur levar Haddad para o segundo turmno e ter aquela cotação. Isso foi crucial e está comprovado. Foi uma decisão do PT nacional, então se querem reclamar têm que reclamar para o PT nacional", sugeriu.

"Nosso lado, na nossa chapa, tem gente que defendeu candidatura própria e tem gente que defendeu a aliança. E nós estamos juntos. O debate hoje não é mais esse. As pessoas estão querendo reeditar esse debate para poder tentar juntar gente em cima de um assunto que já foi resdolvido. E agora será resolvido pelo Recife. O que as pessoas que estão defendendo a posição 'a' ou 'b' poderiam fazer era tentar ganhar o encontro no Recife e ter maioria para no próximo ano decidir se vai continuar apoiando o PSB e pode ser até uma unidade para ter candidatura próp´ria ou alliança política", desafiou o senador.

Ao tomar conhecimento de que a chapa adversária havia anunciado o nome de Glaucus Lima, Humberto referendou sua indicação. "Um companheiro que tem história. Atualmente está como presidente do PT, tem uma militância no movimento sinidical também. Acho que o partido está bem servido, se for ele ou se for Doriel. Logicamente nós defendemos o nome de Doriel. Ele teve uma grande votação e tem feito um bom mandato. Mas, se forem eles os vitoriosos, o nome de Glauco é um bom nome", afirmou.

*Com informações de João Vitor Pascoal, da editoria de Política.

assuntos

comece o dia bem informado: