Foi encontrado 1 resultado para "Consórcio Nordeste":

Em pauta na reunião, cessão onerosa, leilão do pré-sal e outras demandas da região
Em pauta na reunião, cessão onerosa, leilão do pré-sal e outras demandas da regiãoFoto: Camila Souza / Govba

Pela primeira vez o Recife vai sediar uma reunião com os governadores integrantes do Consórcio Nordeste. Na pauta, a continuidade das questões que já vêm sendo discutidas pelo colegiado, como a manutenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e a reforma tributária. As mudanças no Pacto Federativo, propostas pelo Governo Federal, ontem, também devem ser discutidas, bem como a cessão onerosa e o leilão do pré-sal, programado para esta quarta (6).

Entre os objetivos do encontro está, ainda, o planejamento e a organização de uma missão que os governadores nordestinos farão na Europa a partir do dia 18 deste mês, para atração de investimentos para a Região. A reunião, que é a primeira após o vazamento de óleo que atinge o litoral nordestino, acontecerá no Palácio do Campo das Princesas. O desastre ambiental, inclusive, deve ser tratado pelos gestores dos entes consorciados. A última reunião do Consórcio foi realizada em Natal, no Rio Grande do Norte, no dia 16 de setembro.

Até o fechamento desta edição, apenas as assessorias de dois governadores confirmaram que eles não vêm ao Recife. Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, e Rui Costa (PT), governador da Bahia e presidente do Consórcio. Eles serão representados pelos seus vices: Carlos Brandão e João Leão, respectivamente.

Clima

Os chefes estaduais também devem se encontrar na abertura da Conferência Brasileira de Mudança do Clima (CBMC), que será sediada em Pernambuco e começa hoje, no Bairro do Recife. O Governo do Estado é um dos correalizadores do evento - que é de organização coletiva - e apresentará experiências, negócios, tecnologias e políticas brasileiras que contribuem para frear o aquecimento global.

A iniciativa tem como objetivo promover um debate nacional e apontar soluções para o cumprimento do Acordo de Paris, e reunirá ONGs, comunidade científica, movimentos sociais, governos e os setores privado e público brasileiros. Serão três dias de diálogo e mais de 50 painéis e atividades em nove diferentes espaços.

Estão confirmadas as participações do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB); do presidente do Instituto Ethos, Caio Magri; da representante da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), Valeria Paye, além de governadores de outros Estados do Brasil.

assuntos

comece o dia bem informado: