Foram encontrados 2 resultados para "Governo do Estado":

Secretário-executivo da Casa Civil, André Campos (PSB)
Secretário-executivo da Casa Civil, André Campos (PSB)Foto: Márcio Didier/Blog

A notícia de que o secretário-executivo de Relações Institucionais do Governo do Estado, André Campos (PSB), iria se filiar ao Solidariedade para assumir o comando da Pernambuco Participações e Investimentos S/A (Perpart) deixou um ruído na base do governador Paulo Câmara (PSB). Após os rumores da movimentação, a Executiva estadual do Solidariedade divulgou uma nota, na tarde de hoje (31), em que confirma o desejo de contar com a filiação do auxiliar estadual nas hostes da sigla, mas esclarece que o ingresso do secretário não possui nenhuma relação com a indicação do partido para o comando do órgão.

Em um recado direto ao Palácio das Princesas, o partido reitera que já indicou o ex-prefeito de Araçoiaba, Jogli Uchôa, para o posto que não irá optar por outro nome. A direção deixa claro que qualquer outro quadro que ocupar o cargo será por indicação do governo e não pelo Solidariedade.

O veto do Governo do Estado ao nome do ex-prefeito não foi bem digerido pelas lideranças do Solidariedade. O corte do Palácio teria sido motivado por questões políticas. A nomeação foi negada publicamente, na coluna Folha Política, após Jogli Uchôa ter participado, até mesmo, de reuniões internas no Palácio das Princesas. A indicação de Jogli foi fechada pela Executiva estadual da agremiação em decisão colegiada, com a benção do vice-presidente estadual da sigla, Alberto Feitosa. O ex-prefeito teria, inclusive, se desfiliado do DEM, que não integra a base palaciana, para ocupar o cargo.

"Se André vier será muito bem-vindo no partido, mas é uma decisão pessoal dele. Seria uma excelente notícia para o Solidariedade ter André Campos como nosso colega", afirmou Alberto Feitosa, após ponderar que a filiação não tem nenhuma ligação com a indicação do partido para a Perpart. A sigla aguarda Campos voltar de viagem a Cuba para definir seu futuro partidário.

André Campos sondou os dirigentes do Solidariedade para se filiar à legenda, mas não chegou a bater o martelo. Com pretensão de disputar um mandato para a Assembleia Legislativa, o parlamentar busca um partido com menor concorrência. Atualmente, a bancada do PSB possui 13 deputados estaduais, enquanto o Solidariedade possui apenas o deputado estadual licenciado Alberto Feitosa. Além disso, a sigla formará uma chapinha, o que torna a sigla ainda mais atraente para pré-candidatos.

Pela manhã, o deputado federal Augusto Coutinho (Solidariedade) também não confirmou André Campos no partido, mas disse ter informações de que o auxiliar acumulará a presidência da Perpart. No entanto, ele negou que a indicação tenha a chancela do Solidariedade.

"Não é ligada ao nosso partido não (a Perpart). Existiu uma indicação nossa que não avançou, por algumas questões políticas. E foi noticiado que André teria a indicação do governo. Nós já convidamos ele para se filiar ao partido e se ele quiser será muito bem vindo. É um grande quadro", afirmou, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, hoje (31).

Congresso Estadual do PSB
Congresso Estadual do PSBFoto: Carol Britto/Folha de Pernambuco

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) em Pernambuco realizou o 14º Congresso Estadual, onde o presidente estadual da sigla, Sileno Guedes, foi reconduzido ao comando da agremiação para o próximo triênio (2017-2020). O ato virou palco para uma convocação da militância para reeleger o governador Paulo Câmara nas eleições do ano que vem.

Leia também:
Coelhos dizem não ter clima para participar de Convenção do PSB


No entanto, a ausência do grupo do senador Fernando Bezerra Coelho mostrou que a unidade partidária ainda mostra rachas. "Paulo, hoje o partido está reunido para dizer que quer você governador de novo. Esse povo vai para a rua defender sua reeleição", afirmou Sileno Guedes, em seu discurso. A militância presente respondeu com gritos de "paulo de novo governador do povo".

O mote do discurso foi o mesmo do prefeito do Recife Geraldo Julio. "A missão de todos nós é trabalhar todos os dias para eleger Paulo Câmara governador de Pernambuco", disse. O ato teve início às 8h, no Recife Praia Hotel, no Pina, e contou com a presença de diversas lideranças do PSB-PE.

No encontro, foram eleitos eleitos os membros do Diretório e Executiva regional para o próximo triênio (2017-2020), além dos delegados aptos ao congresso nacional do PSB, previsto para outubro.

Confira a composição da Executiva do PSB eleita:

1. PRESIDENTE: Sileno Sousa Guedes
2. 1º VICE-PRESIDENTE: Francisco Tadeu Barbosa de Alencar
3. 2º VICE-PRESIDENTE: Fernando Bezerra Coelho Filho
4. 3º VICE-PRESIDENTE: Felipe Augusto Lyra Carreras
5. SECRETÁRIO-GERAL: Adilson Gomes da Silva
6. 1° SECRETÁRIO: Gabriel Andrade Leitão de Melo
7. 2° SECRETÁRIO: Manoel Eduardo Vasconcelos Rodrigues
8. 1° SECRETÁRIO DE FINANÇAS: Mário Cavalcanti de Albuquerque
9. 2° SECRETÁRIO DE FINANÇAS: Tercília Vilanova
10. SECRETARIA DE ARTICULAÇÃO METROPOLITANA SUL: Lula Cabral
11. SECRETARIA DE ARTICULAÇÃO METROPOLITANA NORTE: Gilberto Feitosa
Júnior
12. SECRETARIA DE MOBILIZAÇÃO POLÍTICA: Waldemar Borges
13. SECRETARIA DE FORMAÇÃO POLÍTICA: Auxiliadora Maria Pires Siqueira da
Cunha
14. SECRETARIA DE POLÍTICAS REGIONAIS: José Aluísio Lessa
15. SECRETARIA DE ORGANIZAÇÃO: João Henrique de Andrade Lima Campos
16. SECRETARIA DE CULTURA: Pedro José Mendes Filho
17. SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÁRIA: José Aldo dos Santos
18. SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE: Heraldo de Albuquerque Selva Neto
19. SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E PROPAGANDA: Adilson Gomes da
Silva Filho
20. SECRETARIA DE ARTICULAÇÃO SOCIAL: Isaltino Nascimento
21. SECRETARIA DE AÇÃO PARLAMENTAR: Diogo Casé Moraes

comece o dia bem informado: