Foram encontrados 99 resultados para "Governo do Estado":

Primeiro Prepara Jovem de 2019
Primeiro Prepara Jovem de 2019Foto: Divulgação

Dando continuidade ao processo preparatório de estudantes da rede pública estadual, o projeto Prepara Jovem, executado pelas secretarias de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude e de Educação e Esportes, chega à Zona da Mata Norte de Pernambuco. Neste sábado, o município de Limoeiro será sede do terceiro aulão para alunos que estão se preparando para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). O encontro, que deve reunir aproximadamente 1.200 jovens, será realizado a partir das 8h30, na EREM Professora Jandira de Andrade Lijma (CERU).

A iniciativa, que visa promover aulões preparatórios gratuitos, vai contar estudantes de Bom Jardim, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, Frei Miguelinho, João Alfredo, Lagoa de Itaenga, Limoeiro, Machados, Orobó, Passira, Salgadinho, Santa Maria do Cambucá, Surubim, Vertente do Lério, Vertentes. Nesta edição, os alunos terão aulas de Redação, com Diogo Didier, Matemática, com Tácio Maciel, e História, ministrada por Gerardo Neto.

O Prepara Jovem terá 16 aulas ao longo deste ano, passando por todas as regiões do Estado. A próxima ação será em Barreiros, na Mata Sul de Pernambuco, no dia 1º de junho, englobando mais 15 municípios. A aula será realizada na Escola de Referência em Ensino Médio Doutor Anthenor Guimarães.

Serviço: Projeto Prepara Jovem

Local: EREM Professora Jandira de Andrade Lijma (CERU)

Data: Sábado, 17 de maio

Hora: 8h30 às 12h

Paulo Câmara defendeu a democratização das discussões para a construção de uma política de Educação participativa e exitosa
Paulo Câmara defendeu a democratização das discussões para a construção de uma política de Educação participativa e exitosaFoto: Heudes Régis/ SEI

Ao contrário do que acontece no plano federal, quando o assunto é educação o Governo de Pernambuco segue investindo, valorizando essa importante pasta e trazendo resultados positivos. O Estado, que tem a menor taxa de abandono do Brasil no Ensino Médio, realizou a sétima Caravana da Educação, e o governador Paulo Câmara (PSB) prestigiou as atividades nesta sexta-feira (17). Dessa vez, no município de Belo Jardim, no Agreste Central.

A ação da Secretaria de Educação e Esportes, que promove um circuito de atividades pedagógicas, culturais e esportivas, contemplou a comunidade escolar da Gerência Regional de Educação (GRE) Agreste Centro Norte, e realizou, como já é tradição, a reunião de Pactuação de Metas, encontro que envolve gestores de todas as escolas da rede estadual da área. A iniciativa mobilizou mais de 20 mil estudantes em 2018, e em 2019 já passou pelas cidades do Recife, Igarassu, Cabo de Santo Agostinho, Bezerros e Nazaré da Mata.

Durante a caravana, Paulo Câmara defendeu a democratização das discussões para a construção de uma política de Educação participativa e exitosa. “Aqui em Pernambuco, o livre pensar, a forma democrática e a garantia da liberdade sempre devem prevalecer no dia a dia das nossas escolas, para que a gente possa continuar a pensar o progresso, a melhoria e, sobretudo, o combate às desigualdades. Esse é o nosso foco e é isso que a gente espera de todos que fazem a educação do nosso Estado: que continuem fazendo de Pernambuco uma referência”, afirmou.

As ações da Caravana da Educação – divididas em dois polos, o cultural e o esportivo – envolveram centenas de estudantes da rede. O governador esteve na Escola Técnica Estadual (ETE) Edson Mororó Moura, que centralizou o Polo Cultural. Na programação do espaço, muitas apresentações de forró, xaxado, ciranda, frevo, maracatu e quadrilha junina, com a participação da banda fanfarra João Monteiro.

Também na ETE aconteceu a reunião de Pactuação de Metas. O encontro, além de discutir as estratégias e prioridades para o ano letivo em curso, oportuniza também o aprimoramento das metas que contribuem para os avanços da educação em Pernambuco. O encontro reuniu todos os 63 gestores escolares da GRE Agreste Centro Norte, comandados pelo secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio, em parceria com a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag).

“Educação se faz no chão da escola, no dia a dia. Então, poder realizar essas reuniões de Pactuação dentro das nossas escolas é uma forma de estar presente, de estar mais próximo da comunidade escolar. Dentro desta filosofia, resolvemos envolver também os estudantes e professores, neste dia que é tão importante para todos nós da Secretaria de Educação. Nós sabemos o quanto avançamos, o quanto a educação de Pernambuco tem assumido uma posição de destaque e protagonismo, especialmente no trabalho com o ensino médio”, disse o secretário.

Qualificação - O governador Paulo Câmara entregou certificados de conclusão de curso a 98 trabalhadores, formados por meio de uma parceria entre a Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq), a fábrica de baterias Moura e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). Os alunos foram qualificados dentro do Programa “Novos Talentos” e, agora, estão preparados para trabalhar como operadores de processos de produção.

Durante a solenidade, na Unidade da Serra da fábrica Moura – localizada no Complexo Industrial da Serra do Gavião, Paulo Câmara parabenizou os concluintes e falou sobre a importância do programa. “As parcerias são fundamentais. Por isso é que a gente se junta com o Sistema S para qualificar as pessoas. Porque o que vai fazer a diferença no futuro é a qualificação, a educação, a capacidade dos nossos jovens de terem oportunidades no futuro. E é isso que a gente busca no programa Novos Talentos: dar a porta de entrada para que esses jovens sejam inseridos no mercado de trabalho em Pernambuco, com trabalhos de qualidade”, afirmou o governador.


 Paulo Câmara parabenizou os concluintes e falou sobre a importância do programa

Paulo Câmara parabenizou os concluintes e falou sobre a importância do programa - Crédito: Heudes Régis/ SEI

Os participantes definiram a criação de um grupo de trabalho para a produção de uma apresentação detalhada aos chineses sobre as vantagens de Pernambuco para o projeto
Os participantes definiram a criação de um grupo de trabalho para a produção de uma apresentação detalhada aos chineses sobre as vantagens de Pernambuco para o projetoFoto: Divulgação

Uma reunião aconteceu, nesta quarta-feira (15), entre o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, representantes do Governo do Estado, membros de entidades da indústria 4.0,e um grupo de empresas chinesas das áreas de Tecnologia e Inovação sob consultoria do Instituto CGTI deseja desenvolver um Centro de Inovação Tecnológica. O Parqtel apresenta condições favoráveis para receber a estrutura.
  
Estiveram presentes o secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti; o cientista-chefe do Parqtel, Carmelo Filho; o diretor da Abinee, André Luiz; o diretor da ADDIPER, Jaime Alheiros; o representante da UPE, Alexandre Maciel; o diretor adjunto CGTI, Adelfo Barnabé; o pesquisador associado Julius Menino; o diretor técnico científico Diego Nogueira e o diretor P&D privado, José Eduardo Querido.

Os representantes do CGTI apresentaram a disposição dos chineses em aportar este investimento em Pernambuco. Eles ressaltaram também a disposição da cônsul da China em Pernambuco, Yan Yuqing, em dar ao estado um empreendimento deste porte, consolidando a presença do seu país na região.

Disposto a concretizar a negociação para que o Parqtel abrigue Centro de Inovação Tecnológica chinês, Aluísio Lessa pontuou o atrativo do parque e de Pernambuco para a iniciativa: "O nosso Ecossistema de Inovação dispõe de toda a estrutura necessária para oferecer suporte aos chineses seja em softwares ou hardwares e na prospecção de negócios. Além disso, o Centro de Manufatura Avançada do Parqtel conta com laboratórios de prototipagem e dispõe de espaço para abrigar startups oriundas das atividades desenvolvidas no centro. E a área do Parqtel fica entre as BR's 232 e 408, que ligam o Nordeste, e próxima à BR 101, que corta praticamente todo o país", declarou.
Ao final do encontro, os participantes definiram a criação de um grupo de trabalho para a produção de uma apresentação detalhada aos chineses sobre as vantagens de Pernambuco para o projeto.

Rodrigo Novaes anunciou que Governo do Estado, por meio da Empetur, apoiará São João e do aniversário do município, que completa 112 anos
Rodrigo Novaes anunciou que Governo do Estado, por meio da Empetur, apoiará São João e do aniversário do município, que completa 112 anosFoto: Divulgação

O secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes (PSD), reuniu, em seu gabinete, no Centro de Convenções, nessa terça-feira (14), o prefeito de Floresta, Ricardo Ferraz (PRP), e o deputado estadual Fabrizio Ferraz (PHS), para tratar do São João e do aniversário do município, que completa 112 anos em 20 de junho.

Rodrigo Novaes anunciou que o Governo do Estado, por meio da Empetur, apoiará as duas festas mais importantes de Floresta, garantindo que os eventos atraiam muitos visitantes à cidade. Tradicional no Sertão, o São João de Floresta – a Terra dos Tamarindos, como também é chamada a cidade – é responsável por movimentar bastante a economia local, estendendo-se, muitas vezes, para o mês de julho.

O governador Paulo Câmara (PSB) sancionou a Lei Ordinária nº 130/2019, de Prevenção Social ao Crime e à Violência, a primeira política pública do Brasil em nível estadual nessa vertente
O governador Paulo Câmara (PSB) sancionou a Lei Ordinária nº 130/2019, de Prevenção Social ao Crime e à Violência, a primeira política pública do Brasil em nível estadual nessa vertenteFoto: Heudes Régis /SEI

O governador Paulo Câmara (PB) sancionou, nesta quarta-feira (15), a Lei Ordinária nº 130/2019, de Prevenção Social ao Crime e à Violência, a primeira política pública do Brasil em nível estadual nessa vertente, que visa propor e articular novos programas e estratégias para esse importante setor da sociedade. Entre as ações da nova legislação está a oferta de 30 mil vagas para cursos profissionalizantes e preparatórios, através do Programa Juventude Presente, e a instituição do Observatório de Prevenção à Violência. O Programa Pernambuco pela Prevenção - criado a partir dessa lei - pretende proteger pessoas em situação de vulnerabilidade social.

"O Brasil está passando por uma agenda que não concordamos, e eu preciso reafirmar isso: eu sou contra o aumento de circulação de armas, isso só vai aumentar a violência. E violência não se combate com mais armas. Violência se combate com prevenção e oportunidades. Essa é a agenda de Pernambuco”, defendeu Paulo Câmara, destacando o compromisso do Estado em ofertar novos caminhos de desenvolvimento para as futuras gerações. “Olhar a prevenção dessa forma é garantir a presença do Estado nessas áreas vulneráveis. É mostrar para essas pessoas, principalmente para a juventude, que há caminhos e saídas. E essa lei sistematiza isso”, frisou.

O chefe do Executivo reforçou ainda a importância da integração entre instituições dos poderes público e privado na disseminação dessas práticas. “Vamos ocupar cada vez mais Pernambuco. Em todas as áreas vulneráveis vamos ter gente buscando dar condições, buscando mostrar o caminho da educação e da qualificação. Essas 30 mil vagas vão ajudar muita gente a ter um horizonte. Esse é o nosso objetivo quando instituímos uma lei como essa, que é pioneira”, cravou.

O Observatório de Prevenção à Violência será composto por pesquisadores, representantes da universidade e outros estudiosos, visando a enriquecer o debate e aprimorar a prevenção social ao crime. Os territórios prioritários de atuação receberão 60 ações de acesso à cidadania e direitos, em modelo de mutirão, incluindo ações de emissão de documentos, atendimento em saúde, informações sobre cursos de qualificação, direitos do consumidor, apresentações culturais, entre outros. As ações terão atuação em 54 territórios prioritários, localizados em 13 municípios da Região Metropolitana e Interior do Estado, com a implantação de 12 Núcleos de Prevenção Social base territorial, oferecendo um leque de opções de cultura, lazer e esportes, incentivando a cultura de paz entre os jovens.

O secretário estadual de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, Cloves Benevides, explicou que a partir de hoje as oito estações do Governo Presente no Estado já começam a realizar as inscrições para os cursos de profissionalização viabilizados pela nova lei. “A gente está procurando estabelecer processos formativos que possam melhorar a inserção no mercado de trabalho e melhorar a capacidade econômica das pessoas. Temos um conjunto de parceiros no ramo da hotelaria, na organização de processos administrativos e em várias outras áreas. Nossa faixa etária prioritária é de 15 a 29 anos. São cursos de baixíssima exigência, então não tem necessidade de uma escolaridade muito elevada para ter acesso”, afirmou, reiterando que, na próxima semana, a secretaria irá disponibilizar um link para inscrições online, no site da pasta.

A nova lei também fortalece outras políticas que já aproximam a gestão da população, como a ampliação da agenda do Governo Presente, um modelo que desde 2007 estabeleceu um histórico de conquistas. A partir de agora, o Estado terá novas estações, um calendário com 60 ações de cidadania e o fortalecimento da mediação de conflitos. Além disso, será promovida a ampliação do acompanhamento do público “Universo Prioritário”, termo que faz referência a um perfil composto por egressos do sistema prisional, do sistema socioeducativo, usuários do Programa Atitude, seus familiares e outras pessoas que se encontram em situação de ameaça.

Integração - A Câmara de Prevenção Social foi reorganizada e ampliada, com a participação da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e da Assembleia Legislativa, além das secretarias estaduais. A iniciativa institui ainda o Comitê Intergovernamental por Área Integrada de Segurança (AIS), com o objetivo de integrar os municípios e realizar o acompanhamento dos Planos Regionais. Serão instalados os Comitês Comunitários Territoriais, compostos por representantes das comunidades, organismos do poder público local e da coletividade. Essas três instâncias têm como produto os planos estadual, regional e territorial, respectivamente, que integram a Política de Prevenção Social ao Crime e à Violência com ações efetivas e eficazes, estabelecendo bases que possibilitam a chegada das políticas à comunidade.

A nova legislação assegura ao Estado um compromisso com a segurança pública, fortalece o Programa Pacto pela Vida, amplia as ações de atendimento. Modelo que já vem transformando vidas, como a de Epaminondas Lopes, de 32 anos, egresso do sistema socioeducativo. “Esse programa está sendo bom porque me deu uma nova oportunidade de seguir a vida com honestidade. Eu consegui o emprego na área de serviços gerais através do programa. Antes era complicado conseguir algo, já que a gente é ex-detento. Existe o preconceito, porque consta na nossa ficha, então é realmente difícil. Mas como existe o Governo Presente, as portas se abriram. Hoje consigo ser visto pela sociedade como um cidadão”, afirmou Epaminondas, que é casado e tem uma filha de quatro anos.

Presente à solenidade, o diretor regional para América Latina e Caribe do ONU-Habitat, Elkin Velásquez, parabenizou o pioneirismo de Pernambuco e a coragem de investir em uma área tão necessária, mas negligenciada por muitos outros. “Tenho que parabenizar Pernambuco por essa persistência de avançar nessa agenda de prevenção que a gente pensava que estava fatigando. Na América Latina, a gente trabalha há 20 anos em questões de prevenção. Estamos em um momento em que falar de prevenção é ir um pouco na contramão. A dinâmica latino americana é complexa hoje. Então, temos que felicitar essas novas lideranças que estão colocando na mesa as agendas que se aproximam das comunidades, da vida dos cidadãos. Essa é a agenda da prevenção”, salientou.

Cooperação - Na solenidade, foi assinado um memorando de entendimento entre o Governo de Pernambuco e o programa das Nações Unidas para os assentamentos humanos. O objetivo é proporcionar um marco de cooperação em que o ONU-Habitat e o Estado trabalharão conjuntamente em projetos e ações relacionadas ao desenvolvimento urbano sustentável na República Federativa do Brasil.

Universidade de Pernambuco (UPE)
Universidade de Pernambuco (UPE)Foto: Peu Ricardo/Arquivo Folha

Na contramçao das últimas medidas tomadas pelo Governo Federal na Educação, o governador Paulo Câmara (PSB) anunciou, nesta terça-feira (14), um reforço no orçamento da Universidade de Pernambuco (UPE). O chefe do Executivo estadual garantiu um aumento de 26% no custeio da instituição, em relação ao valor empenhado no ano passado. Em 2018, o orçamento da UPE foi de R$ 21,6 milhões. Com o incremento, a instituição contará com 27,2 milhões.

"Educação é a maior prioridade da nossa gestão. Pernambuco e o Brasil só vão superar essa crise, que vem desde 2014, investindo do ensino básico ao superior. Por isso, estamos não só assegurando os recursos da UPE, como também ampliando o orçamento da nossa universidade", indicou Paulo Câmara.

O reforço no custeio da UPE vai contribuir para o cumprimento de sua função estratégica, contribuindo também para o crescimento da instituição e para o desenvolvimento do Estado. O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco, Aluisio Lessa, destacou a importância da decisão na busca por soluções inovadoras para os desafios sociais. "Essa é uma medida que garante o incentivo do estado na ciência e inovação. Apostamos que este é o caminho para vencer as dificuldades do mundo moderno", reforçou.

A UPE está presente em todas as regiões do Estado através do seu complexo multicampi, que é formado por 15 unidades de ensino distribuídas no Recife e Região Metropolitana, Nazaré da Mata, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina, Serra Talhada e Palmares.

“A reitoria vem trabalhando ao longo dos dois mandatos para o fortalecimento e consolidação da única instituição pública universitária do Estado. O Governador Paulo Câmara é bastante sensível sobre a importância da Universidade que gera e dissemina conhecimento do litoral ao sertão pernambucano”, destaca o Reitor da UPE, Prof. Pedro Falcão.

Após a cerimônia do corte do bolo comemorativo Abreu e Lima completa 37 anos de emancipação
Após a cerimônia do corte do bolo comemorativo Abreu e Lima completa 37 anos de emancipaçãoFoto: Heudes Régis/ SEI

O governador Paulo Câmara (PSB) inaugurou obras de infraestrutura urbana, realizadas por meio do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM), que somam um investimento de aproximadamente R$ 4,4 milhões, no município de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife. Além disso, também foi assinada a certificação de regularização fundiária de 5.848 unidades habitacionais, garantidas pelo Programa Meu Imóvel Legal, beneficiando diretamente cerca de 30 mil pessoas com a escritura definitiva do imóvel.

“Mesmo na situação difícil em que se encontra o Brasil, a gente tem conseguido fazer parcerias com os municípios e levar ações importantes nas diversas áreas, como na saúde, com ações de segurança que têm reduzido o número de ocorrências aqui no município, com a busca de melhorias na educação e, hoje, com a inauguração de obras de infraestrutura”, pontuou o governador, que estava acompanhado pela vice-governadora Luciana Santos (PC do B).

Paulo Câmara também lembrou da importância da regularização fundiária na garantia dos direitos de propriedade para a população. “Uma ação importante, que é a regularização de mais de cinco mil escrituras, para que as pessoas que moram aqui tenham seu título e a garantia da habitação. Isso é fundamental”, frisou, parabenizando a todos os moradores da cidade pela data.

Também houve a assinatura da Ordem de Serviço para a execução das obras de dragagem do rio Timbó e do Arroio Desterro. A intervenção contará com um aporte de R$ 283 mil. Já o montante destinado à realização das ações contempladas pelo FEM no município foi distribuído entre as reformas do Posto de Saúde de Caetés I, do Posto de Saúde de Caetés III e das praças Caetés I e Padre Ivan. O investimento incluiu ainda a reforma da Praça Pastor Isaac Martins, equipamento localizado no centro da cidade.

Inaugurada por Paulo Câmara nesta terça, a intervenção na praça contou com um aporte de R$ 148 mil.

Após a cerimônia do corte do bolo, já que Abreu e Lima completa 37 anos de emancipação, o anfitrião da celebração, prefeito Pastor Marcos José, agradeceu a visita da comitiva governamental e as ações realizadas para o desenvolvimento da cidade.

“Estamos a percorrer novos caminhos aqui em Abreu e Lima. Hoje, a presença do governador está demonstrando, de fato, que ele tem se preocupado com a nossa cidade e que tem compromisso a nível de Estado”, reforçou.

Para a agente comunitária de Saúde Genice Silva, de 42 anos, comemorar o aniversário da cidade com equipamentos reformados e mais estruturados representa crescimento e melhorias no dia a dia da população. “A reforma das praças é boa para o nosso lazer.

Também temos academia da cidade aqui. Já tem muita gente treinando, fazendo exercícios para melhorar a saúde. E essa melhoria na pavimentação de ruas e nas praças significa muito. As ruas com buracos causam muitos acidentes. Quando são pavimentadas, melhora muito a passagem para os cadeirantes, para os idosos e a mobilidade em geral”, avaliou.

Acompanharam o governador durante visita à Abreu e Lima o deputado estadual Isaltino Nascimento; o secretário estadual de Saúde, André Longo; os secretários-executivos da Casa Civil Zé Maurício e Eduardo Figueiredo; o secretário-executivo de Apoio aos Municípios, Adilson Filho; o presidente da Perpart, Adailton Feitosa; o prefeito de Araçoiaba, Joamir Alves; o presidente da Câmara Municipal de Abreu e Lima, Murilo do Povo, entre outras autoridades da região.

Evento reuniu especialistas e pensadores negros para debater e construir políticas públicas de enfrentamento ao racismo
Evento reuniu especialistas e pensadores negros para debater e construir políticas públicas de enfrentamento ao racismoFoto: Divulgação

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) promoveu, nesta segunda-feira (13), data que marca a assinatura da Lei Áurea, um dia de discussão e reflexão sobre os mitos e verdades em torno do fim da escravidão, assim como a realidade da população negra no Brasil durante o seminário Uma Abolição Inacabada.
  
O momento foi idealizado pela secretaria executiva de Segmentos Sociais, através da coordenadoria de Igualdade Racial, da SDSCJ. De acordo com secretária-executiva Laura Gomes, o evento é importante para construir políticas públicas para enfrentar o racismo que ainda existe no país. “Nesses 131 anos da abolição, ainda existe cruelmente muita discriminação no Brasil e é preciso que tenham ações para combater este racismo. Estamos neste debate apontando caminhos para consolidar o Plano Estadual de Igualdade Racial, que é um marco legal do nosso Estado e creio que somos o primeiro estado a ter este plano, e as conferências Estadual e municipais, que são espaços democráticos de escuta dos segmentos. O objetivo no Governo do Estado é fortalecer cada vez mais o controle social e executar políticas públicas efetivas”, destacou.

A coordenadora de Igualdade Racial, Mãe Lúcia de Oyá, explica que a escolha do tema partiu da necessidade de desconstruir a ideia de que na data é comemorado o Dia do Negro e para romper com o pensamento de que a abolição extinguiu a escravidão no Brasil. “Sabemos nós que vários negros lutaram por essa abolição e o que foi tirado? Apeenas os grilhões de ferro, pois permanece até o dias de hoje os grilhões da perversidade social, do racismo, da intolerância. Precisamos garantir um direito que é nosso. O direito à vida e a educação e reafirmar que este Brasil foi construído por mãos negras”, pontuou.

O evento reuniu especialistas e pensadores negros que participaram de mesas de debate ministradas por Pai Ivo de Xambá, Nathan Maranhão e os professores Adelma Silma e Itamar Lafes. O evento, que aconteceu no auditório do Museu da Abolição, levantou também debates sobre alimentação saudável.

Cerimônia representou mais um reforço para o sistema prisional em Pernambuco
Cerimônia representou mais um reforço para o sistema prisional em PernambucoFoto: Heudes Régis/ SEI

O governador Paulo Câmara (PSB) participou, nesta segunda-feira (13), da cerimônia de posse dos 157 novos agentes penitenciários nomeados no último mês de abril. A iniciativa é mais um reforço para o sistema penitenciário pernambucano, e faz parte de um conjunto de ações que vem sendo implementadas no sistema de ressocialização do Estado desde a primeira gestão Paulo Câmara.
  
O governador deu as boas vindas aos novos servidores públicos e discorreu sobre a importância do trabalho que os agentes vão desempenhar neste serviço. “São novos desafios, a partir do dia a dia desse novo trabalho, mas com certeza vocês estão preparados para enfrentar e, ao mesmo tempo, contribuir para a melhoria do nosso sistema de ressocialização”, afirmou Paulo Câmara. Os novos agentes passaram por um período de três meses de treinamento, com um conteúdo teórico-prático que englobou tecnologia menos letal, escolta e condução, primeiros socorros, combate a incêndios e tiro de defesa, entre outros temas.

Primeiro lugar geral do quadro masculino, Alexandre Pontual reafirmou a importância da preparação do novo agente para os desafios que vai enfrentar. “Passamos por três meses de estágio, um curso de formação, onde tivemos acesso a vários presídios. Nós vimos o trabalho de ressocialização de perto e é um trabalho grande. Você tem o setor de laborterapia, tem biblioteca, você tem uma série de opções”, comentou o novo servidor.

A primeira colocada do quadro feminino, Elanne Dantas, revelou o que espera dessa nova missão. “Minhas expectativas são as melhores possíveis, de entrar no sistema penitenciário e poder contribuir de forma positiva para o processo de ressocialização do detento”, afirmou a aprovada, que é natural da cidade de Vitória de Santo Antão.

Ainda segundo o chefe do Executivo Estadual, desde o começo de seu primeiro mandato, em 2015, e mesmo com a crise nacional, recursos foram priorizados para que as vagas necessárias ao sistema saíssem do papel. Por meio da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos já foram criadas 2.374 novas vagas no sistema prisional adulto, e o Governo do Estado planeja, nos próximos quatro anos, a criação de mais 4.286.

“Somando ao longo de oito anos, nós faríamos mais que 50% de vagas além das que já encontramos no sistema", acrescentou Paulo Câmara, lembrando também os esforços exitosos do Programa Pacto Pela Vida para reduzir os números da criminalidade em Pernambuco, assim como investimentos em prevenção, a exemplo da educação e do combate às drogas.

“Estamos construindo dez novas unidades prisionais em Pernambuco. Esse é um programa que nunca se desenvolveu antes no Estado. São recursos de quase R$ 100 milhões. E também vamos iniciar a recuperação de sete cadeias públicas”, explicou o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, presente à solenidade. De acordo com ele, a participação dos novos agentes penitenciários será fundamental para ajudar na manutenção desse sistema. “A sociedade clama por justiça e segurança, e merece respeito do ponto de vista da garantia dos direitos humanos”, completou.

O secretário executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues - primeiro agente penitenciário a assumir este cargo na atual gestão - também lembrou do processo de construção do modelo que é adotado hoje. "Quando a escolha é técnica, os resultados aparecem: estamos há três anos sem nenhuma rebelião. A última foi na Penitenciária de Caruaru. Após esse episódio, todos nós ajudamos a transformar e implementar nosso modelo de gestão, com indicadores bem definidos, modificando o sistema penitenciário de Pernambuco", comentou.

Além de investimentos no âmbito tecnológico, como a aquisição de sistemas de inspeção de bagagens por raios X, portais detectores de metal, banquetas de inspeção, detectores de metal manual, scanners corporais e coletes balísticos, outras medidas foram tomadas para melhorar o sistema, como a entrega da primeira etapa do Centro Integrado de Ressocialização (CIR) de Itaquitinga (Mata Norte).

Ao lado de Pedro Eurico e Cícero Rodrigues, também participaram da cerimônia os deputados estaduais Eriberto Medeiros, presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Antonio Fernando e João Paulo; os secretários estaduais José Neto (Administração), Aluísio Lessa (Ciência, Tecnologia e Inovação), Humberto Freire (Defesa Social - em exercício) e o Coronel Carlos José (Casa Militar).

Representantes da controladora estiveram reunidos com o governador Paulo Câmara para discutir planos para o aeroporto e projetos futuros
Representantes da controladora estiveram reunidos com o governador Paulo Câmara para discutir planos para o aeroporto e projetos futurosFoto: Heudes Régis/ SEI

O governador Paulo Câmara (PSB) recebeu, na tarde desta sexta-feira (10), a visita de gestores da empresa espanhola Aena, que a partir de 2020 irá administrar o Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes - Gilberto Freyre. Durante a reunião, no Palácio do Campo das Princesas, os diretores da Aena, líder mundial no controle de aeroportos, anunciaram que o Aeroporto do Recife funcionará como base para as outras operações do bloco Nordeste, gerido pela empresa. O bloco é composto também pelos aeroportos de Maceió (AL), Aracaju (SE), Juazeiro do Norte (CE), João Pessoa (PB) e Campina Grande (PB).

“A Aena foi muito transparente na prioridade que deu a esse investimento. Por ter um potencial maior, Recife funcionará como âncora desse pacote. Na verdade, será o grande catalisador, pois tudo vai girar em torno daqui. Com isso, terminará movimentando o nosso aeroporto até mais do que se tivéssemos feito sozinhos. Estamos muito confiantes de que vai dar tudo certo, muito esperançosos das potencialidades. Acredito que será um investimento que vai dar, realmente, uma condição de o aeroporto cumprir suas obrigações diante dos avanços da aviação”, afirmou o governador.

Paulo Câmara destacou que a empresa espanhola tem, inicialmente, previsão de 36 meses de investimento, mas já existem outras ideias para melhorias do aeroporto do Recife além desse aporte. “São planos, por exemplo, de ampliação do aeroporto. Eles afirmaram que voltarão para me apresentar esses projetos futuros, as etapas a serem cumpridas e, evidentemente, o Governo de Pernambuco está à disposição para ajudar no que for. É do nosso interesse que a movimentação de passageiros continue a crescer em Pernambuco como cresceu nos últimos anos”, pontuou o governador, relembrando que o Estado assumiu a liderança na movimentação de passageiros no Nordeste.

O diretor de filiais da Aena, Rodrigo Marabini Ruiz, comentou a boa impressão que teve do aeroporto do Recife após a visita realizada hoje, e reiterou que a empresa espanhola pretende melhorar os procedimentos como ações de “primeiro efeito”. “O nosso primeiro desafio será a transição de gestão entre a Infraero e a Aena. Queremos que essa transmissão ocorra sem nenhum problema. Depois, vamos nos ater aos primeiros investimentos, que estão definidos na base do contrato, como melhorias na sinalização e nos banheiros do aeroporto”, detalhou.

Assim como Ruiz, Santiago Yus Sáenz de Cenzano, futuro CEO da Sociedad Concesionaria de los Aeropuertos del Nordeste de Brasil, reforçou a qualidade do aeroporto do Recife. “Conversamos com alguns trabalhadores da Infraero e tivemos boas impressões. Mas, primeiro, estamos trabalhando para que tudo ocorra bem durante a transição para, depois, pensarmos no futuro”, disse. Também presente à reunião, o embaixador da Espanha no Brasil, Fernando García Casas, afirmou que ele e os gestores estavam “entusiasmados” com o futuro do Nordeste a partir dessa concessão. “O Nordeste foi o único bloco de leilão a que concorremos. Estamos muito confiantes. Até porque também teremos a presença de outras empresas espanholas em Pernambuco, como a Solatio, e isso é muito importante para nós”, acrescentou.

AENA – Responsável pela gestão da rede de aeroportos da Espanha, gerindo 46 aeroportos e 2 heliportos no país, a Aena também administra aeroportos no Reino Unido, na Jamaica, na Colômbia e no México, totalizando 71 operações. No último dia 15 de março, a empresa arrematou o bloco Nordeste no leilão de aeroportos, oferecendo R$ 1,9 bilhão pela concessão.

comece o dia bem informado: