Foram encontrados 62 resultados para "Recife":

Deputados federais Túlio Gadêlha (PDT) e João Campos (PSB), durante o Estação Hack Recife
Deputados federais Túlio Gadêlha (PDT) e João Campos (PSB), durante o Estação Hack RecifeFoto: Reprodução/Instagram

Os deputados federais João Campos (PSB-PE) e Túlio Gadêlha (PDT-PE) foram convidados a participar como jurados do Estação Hack edição Recife, promovido pelo Facebook, neste sábado (31), no bairro de Boa Viagem. No evento, os parlamentares avaliaram as apresentações de sturtups pernambucanas.

"Na condição de membro da Frente Digital na Câmara dos Deputados, fui convidado pelo Facebook pra ser jurado na banca que avaliou as startups pernambucanas num picht. Pitch nada mais é do que uma apresentação objetiva sobre algo. No caso, as empresas em ascensão na área de tecnologia (startups) se apresentaram pra fazer a defesa do seu produto. Ouvimos sobre trabalhos inovadores e tecnológicos nas áreas de educação, saúde, defesa dos diretos e conscientização social", postou João Campos. "Ainda tivemos tempo pra almoçar em Brasília Teimosa e cumprir uma agenda de diálogo junto ao amigo @AlmirFernandoOficial e os moradores da Bomba do Hemetério", relatou.

joão
tulio


"Fomentar inovação e empreendedorismo através de soluções criativas com impacto social. Hoje estive como jurado no Estação Hack edição Recife, promovido pelo Facebook. Eu, João Campos e mais 4 jurados tivemos a oportunidade de conhecer projetos de startups pernambucanas nas áreas de saúde, educação, infância. Mais do que negócios! Vimos soluções para a melhoria da vida das pessoas, com potencial de conquistar o Brasil e o mundo. Dá um orgulho danado ver o que nosso povo anda fazendo! É motivador participar de trocas como essa. Valeu, facebook!", escreveu Túlio Gadêlha em seu perfil do Instagram.

Estação Hack - É uma parceria entre Facebook e a organização Artemisia, que apoia negócios de impacto social no Brasil. No evento, os empreendedores compartilharam experiê3ncias e aprendizado. De acordo com a Artemisia e o Facebook, a programação do Estação Hack foi construída para "disseminar a cultura empreendedora de impacto social". No Recife, a iniciativa pretende movimentar o ecossistema de empreendedorismo local.

As startups selecionadas receberão mentoria individual, suporte para modelagem do pitch de negócios e feedback de especialistas.Participaram do programa startups em estágio inicial – desde que tivessem um protótipo desenvolvido – até empresas em estágio de validação, primeiras vendas ou crescimento. Além da mentoria para startups, a Estação Hack na Estrada promoveu aulas gratuitas de programação para até 100 jovens de 16 a 25 anos.

Ato em defesa de Sergio Moro no Recife
Ato em defesa de Sergio Moro no RecifeFoto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Uma multidão vestida de verde e amarelo tomou a avenida Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, neste domingo (30), em defesa do ministro da Justiça Sergio Moro. O ato, convocado por grupos de direita e movimentos anti-corrupção, critica os vazamentos de mensagens de procuradores da Operação Lava Jato. Segundo Vem Pra Rua, 15 mil pessoas participam da manifestação na capital pernambucana.

"Mensagens editadas e fora de contexto não podem servir como prova jurídica", criticou Maria Dulce Melo, coordenadora do Vem Pra Rua em Pernambuco. Além de criticar o site The Intercept, ela também se queixou da atuação dos partidos do "centrão" no Congresso Nacional que, segundo o movimento, atua para "desfigurar" a proposta de reforma da Previdência. 

"Os vazamentos são um absurdo. Essas mensagens foram hackeadas criminosamente. Não é possível comprovar sua veracidade. Podem muito bem terem sido editadas. Elas estão sendo usadas para fazer sensacionalismo. Inclusive para evitar o fortalecimento das nossas instituições, desmoralizar procuradores e os juízes", defendeu a coordenadora.

Leia também:
Em Brasília, ato a favor da Lava Jato mira ministros do Supremo
Sergio Moro não reconhece autenticidade de mensagens de site

Além do apoio a Sergio Moro e à Lava Jato, a manifestação também defende os projetos de reforma da Previdência e do Pacote Anticrime. No Recife, a passeata tem um boneco gigante de Moro e uma caminhonete em que um ator simula o ex-presidente Lula (PT) preso.

Representação do ex-presidente Lula

Representação do ex-presidente Lula - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

A fiscal de prevenção e perdas Ana Paula Melo disse que o País precisa de manifestações para ajudar a tirar mudanças do papel. "Acho o que estão fazendo com Moro uma injustiça porque qualquer pessoa sabe que ele é um homem que não aceita a corrupção. Eu acredito na honestidade dele e no bom trabalho que ele exerce", contou.

Para o auditor tributário Afrânio Cavalcanti Silva, as mensagens divulgadas provam que Moro agiu com justiça. "Estão tentando arrumar alguma coisa para denegrir a imagem dele, mas ele agiu corretamente. No Judiciário, não há juiz que não converse com advogados ou procuradores", justificou.  

O ato saiu das imediações da Padaria Boa Viagem e seguiu em caminhada até o Segundo Jardim. O Vem Pra Rua ainda não anunciou datas para novas manifestações.

Ato em defesa de Sergio Moro no Recife

Ato em defesa de Sergio Moro no Recife - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Prefeito Geraldo Julio fala sobre a importância da prevenção
Prefeito Geraldo Julio fala sobre a importância da prevençãoFoto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

O prefeito Geraldo Julio assume a presidência do ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade, para a América do Sul, nesta quinta-feira (27). O prefeito já está na cidade de Bonn, na Alemanha, onde acontece a reunião anual do Comitê Executivo Geral (GexCom). Há cerca de dois meses, o prefeito Geraldo Julio foi indicado pelos demais membros do Conselho Regional. Geraldo substitui o prefeito de Quito, no Equador, Maurício Rodas e será o primeiro do Brasil a assumir o cargo.

Recife foi indicado pelas demais cidades participantes para liderar o Conselho Regional da América do Sul pelo pioneirismo e efetividade de políticas públicas na área de sustentabilidade, em especial no controle e redução da emissão dos Gases do Efeito Estufa e no enfrentamento às Mudanças Climáticas. O Comitê Regional do ICLEI que será presidido pelo prefeito Geraldo Julio abrange 73 governos locais e o grupo se reunirá anualmente de forma presencial e trimestralmente em audiências virtuais.

O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife, José Neves Filho, acompanha o prefeito na viagem à Alemanha. Na GexCom, os gestores terão a oportunidade de apresentar projetos em desenvolvimento na cidade, na tentativa de angariar recursos para execução. Na pauta estarão projetos como o Parque do Jiquiá e o Parque Capibaribe. O evento Cidades Resilientes começou hoje (26) e segue até o dia 28, com líderes de governos locais de todo o mundo.

O ICLEI é uma rede global de mais de 1.750 governos locais e regionais, ligada à Organização das Nações Unidas (ONU), e o maior compromisso é com desenvolvimento urbano sustentável. Mais de cem países integram a rede e desenvolvem ações locais para políticas de sustentabilidade, com o desenvolvimento de baixo carbono.

O prefeito assume o cargo por três anos e terá participação ativa no ICLEI. A estrutura de governança da organização é baseada em uma divisão geográfica em regiões do mundo e mandatos de três anos para todos os representantes eleitos da organização.

O Comitê Executivo Regional (RexCom) do ICLEI na América do Sul é o órgão de representação regional direta dos mais de 70 governos locais associados à rede, composto por Prefeitos da região eleitos pelos seus pares. É parte da governança política global do ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade como o órgão de representação regional.

Mudanças climáticas

Nos últimos anos, o Recife construiu alicerces voltados para o enfrentamento às mudanças climáticas. Recife foi a primeira cidade do Nordeste a ter um inventário de emissão de gases do efeito estufa, referente ao ano de 2012. De lá para cá, já foram produzidos os inventários de 2012 a 2015 e a atualização está em processo de produção.

Para o cálculo dessas emissões são levados em consideração o consumo de energia e de combustíveis e a produção de resíduos sólidos na cidade. A análise histórica dos inventários já mostra os reflexos do cumprimento da política climática e da adoção de práticas sustentáveis na cidade. Neles, pode-se perceber a estagnação das emissões ao longo dos anos, em contraste com as previsões presentes no Plano de Baixo Carbono, que estabelecem um aumento anual e gradual das emissões da cidade.

A capital pernambucana faz parte do projeto internacional Urban Leds: Promovendo Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono em Países Emergentes, realizado pela ONU-HAbitat, por meio do ICLEI.

A iniciativa inseriu o Recife entre as cidades que mais tem avançado nas políticas de enfrentamento à mudança climática, com a realização de Inventários de Gases do Efeito Estufa (GEE), Plano de Redução de Emissões (Plano de Baixo Carbono), entre outras ações. Na primeira edição do Urban Leds, entre os anos de 2013 e 2016, o Recife se destacou como cidade modelo para a iniciativa no país.

Além disso, o Recife foi reconhecido como uma das cidades que adotam práticas para redução dos gases do efeito estufa durante o evento Conexão CDP - Carbon Disclosure Project, em São Paulo. O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Neves Filho, recebeu a certificação que enquadra a capital pernambucana na categoria B e o papel que a cidade desenvolve frente à mudança do clima.

Projetos de Lei é de autoria do vereador Rinaldo Júnior (PRB)
Projetos de Lei é de autoria do vereador Rinaldo Júnior (PRB)Foto: Divulgação / Câmara Municipal do Recife

A Câmara Municipal do Recife aprovou na tarde desta terça-feira (18), em segunda votação, o Projeto de Lei do Vereador Rinaldo Júnior (PRB) que dispõe sobre a obrigatoriedade de colocação de placa com informações sobre o contrato de locação nos imóveis utilizados pela Administração Pública Direta, Indireta e Autárquica do município do Recife.
  
A Lei visa dar publicidade as informações contidas nos contratos de locação, obrigando a instalação, em local visível, e manutenção de placa indicativa pelo órgão público responsável pela locação com as seguintes informações: data da locação; valor da locação; tempo de duração e objeto do contrato de locação.

“Com esse projeto asseguramos a todo o cidadão a possibilidade de fiscalizar o bom uso dos recursos públicos no exercício de sua cidadania. É indispensável para o Poder público a ampliação da transparência e o controle social, para a obtenção de uma boa administração pública. E é indispensável para o cidadão acompanhar, fiscalizar e julgar os atos de seus representantes” citou o vereador Rinaldo Junior.

De acordo com o prejeto aprovado, a placa deverá ser fixada na parte frontal do imóvel podendo ser confeccionada de qualquer material e obedecendo às seguintes medidas: 45cm X30 cm. O Projeto segue para sanção do Prefeito Geraldo Julio.

A atividade dá direito a certificado de participação emitido pela ESMPU
A atividade dá direito a certificado de participação emitido pela ESMPUFoto: Divulgação

No dia 26 de junho, das 8h30 às 17h40, a Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU) promove o simpósio “Sindicatos: diálogo e proteção social”. A atividade é gratuita e aberta ao público, tendo como objetivo discutir formas de minimizar os efeitos das transformações na organização sindical brasileira com base na legislação atual e na jurisprudência, além de estabelecer diálogo com sindicatos e demais representações. As inscrições foram prorrogadas até às 12h do dia 20 de junho e podem ser feitas através do site.

O encontro será realizado no Centro de Apoio da ESMPU em Recife, localizado na Procuradoria da República em Pernambuco. Ao todo, são oferecidas cem vagas. Temas como negociação coletiva e organização, liberdade e custeio sindical serão debatidos pelos professores Everaldo Gaspar Lopes de Andrade, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Sandro Lunard Nicoladeli, da Universidade Federal do Paraná (UFPR); Francisco Gérson Marques de Lima, da Universidade Federal do Ceará (UFCE), também membro do Ministério Público do Trabalho (MPT), assim como João Hilário Valentim.

A atividade dá direito a certificado de participação emitido pela ESMPU, conforme regras do Edital. Confira a programação completa. Mais informações no edital e no projeto pedagógico do curso.

Geraldo Julio assegurou que não houve interrupção de serviços em nenhuma das 178 Unidades de Saúde da cidade
Geraldo Julio assegurou que não houve interrupção de serviços em nenhuma das 178 Unidades de Saúde da cidadeFoto: Arthur de Souza/ Folha de Pernambuco

A Prefeitura do Recife montou uma força-tarefa nesta quinta-feira (13) para minimizar os impactos causados pelas chuvas na cidade, que recebeu um volume de 186mm de água desde as 2h de hoje, o que corresponde a 14 dias de chuvas em relação à média histórica para o período, que é de 389,60mm. Mais de 1.000 profissionais trabalham desde as primeiras horas da manhã no monitoramento e mitigação dos efeitos da chuva. Desse total, 350 integram a Defesa Civil.

As informações foram repassadas pelo prefeito Geraldo Julio, após reunião de monitoramento com o secretariado. Apesar da elevada precipitação, o Recife não registrou qualquer ocorrência de grande porte. Após a reunião, em entrevista à imprensa, Geraldo reforçou o alerta para as pessoas não ficarem nas áreas de risco.

"As equipes da Defesa Civil estão circulando por toda a cidade e oferecemos abrigamento temporário para quem precisar, mas ainda não fomos procurados com nenhum pedido", acrescentou Geraldo. Alguns pluviômetros instalados no Recife registraram 70 milímetros de chuvas em apenas 1 hora de medição, o que aponta o volume intenso e a rapidez da precipitação na cidade.

"Esses 186 mm de chuva causaram encharcamento no solo e a gente precisa da prevenção. Avisamos a 31 mil pessoas, via celular, para saírem da área de risco e já realizamos 28 mil vistorias na cidade. Foram 9 mil pontos de risco cobertos com lona para fazer a prevenção, mas é fundamental não ficar em área de risco, porque a previsão é de mais chuvas e o principal é preservarmos as vidas", salientou o prefeito. Os esforços da Operação Inverno, iniciada ainda em dezembro de 2018 com aposição de lonas, entre outras iniciativas, evitou ocorrências graves.

Geraldo assegurou que não houve interrupção de serviços em nenhuma das 178 Unidades de Saúde da cidade. Já as aulas nos turnos da tarde e noite das 310 unidades de ensino da rede municipal foram suspensas. A previsão é que as atividades sejam retomadas nesta sexta-feira (14).

OPERAÇÃO INVERNO - Desde dezembro de 2018, a Prefeitura do Recife monitora e atua nas ruas e morros da cidade para minimizar os efeitos das chuvas, com um efetivo de mais de 6.100 profissionais. Para a Operação Inverno 2019, a cidade destinou R$ 81 milhões em recursos para diversas ações como contenção de encostas, prevenção e monitoramento em áreas de risco, colocação de lonas plásticas, implantação de geomanta, limpeza de canais e eliminação de pontos de alagamento, entre outras.

Para o prefeito, a prevenção e o estudo que lastreiam a Operação Inverno são fundamentais para evitar acidentes. "Todos os anos, a gente faz a Operação Inverno e, certamente, se a gente não tivesse feito o trabalho de prevenção teríamos acidentes com vítimas, possivelmente até com vítimas fatais. A prevenção evitou que isso acontecesse", afirmou.

DEFESA CIVIL– A Prefeitura do Recife emitiu o aviso para 31 mil moradores de áreas de risco cadastrados e realizou 28 mil vistorias. Neste momento, a Defesa Civil monitora 9.000 pontos de áreas com algum risco. Foram registrados 227 chamados para vistorias e pedidos de colocação de lonas plásticas. Nenhuma ocorrência de grande porte foi registrada. A Defesa Civil do Recife mantém um plantão permanente e pode ser acionada através do 0800 081 3400. A ligação é gratuita e a Central de Atendimento funciona 24h.

ÁRVORES – A Emlurb registrou ocorrências envolvendo a queda parcial ou total de 15 árvores. Não houve registro de vítimas. As equipes já foram deslocadas para esses locais. O órgão conta com equipes de prontidão para os chamados envolvendo árvores no Recife. As solicitações podem ser feitas pela Central 156.

DRENAGEM - Desde o início das chuvas, as equipes da Emlurb reforçaram as ações drenagem nas áreas mais baixas da capital com o objetivo de intensificar o escoamento das águas. Foram mobilizadas mais de 240 pessoas para os trabalhos de drenagem, além de três caminhões equipados com jatos para a sucção da água. As equipes trabalham para desobstrução e limpeza de galerias e canaletas da rede de drenagem, de diversas localidades, a exemplo das ruas Virgínio Heráclito com Alvorada e Rua José Vicente, no Ipsep; Avenida Dr. José Rufino;

Praça de Jardim São Paulo; e Uriel de Holanda com José Amarino dos Reis, entre outras. Equipes também atuam na limpeza dos canais que cortam a cidade.

TRÂNSITO – Equipes formadas por 200 agentes e 140 orientadores de trânsito da CTTU trabalham em áreas que foram afetadas pelas chuvas. Além disso, equipes técnicas trabalham com o intuito de realizar os ajustes necessários na rede semafórica da cidade. A Central de Operações de Trânsito (COT) da CTTU, que funciona 24 horas por dia, também realiza o trabalho de monitoramento das vias, identificando os pontos mais críticos, através de 149 câmeras de videomonitoramento.

Das 6h às 11h desta quinta-feira (13), foram registrados nove acidentes de trânsito, dois com vítimas e nenhum com vítima fatal. No período, a CTTU registrou ocorrências em 26 dos 671 semáforos da cidade, mas os 26 que apresentaram problemas já estão em pleno funcionamento.

Embaixador de Israel Yossi Shelley e o vereador Renado Antunes (PSC)
Embaixador de Israel Yossi Shelley e o vereador Renado Antunes (PSC)Foto: Divulgação

A relação entre o Recife e Israel pode ganhar um novo capítulo. Uma reunião na sede da embaixada do país nesta quarta-feira, iniciou tratativas para acordos econômicos, que podem trazer investimentos para capital pernambucana. O vereador do Recife, Renato Antunes (PSC) esteve na reunião, e vê como importante esta aproximação.

“Os livros de história registram que já tivemos um momento muito próximo com Israel, quando estiveram aqui no século 17. Estamos em um novo momento desta relação, e creio que há um interesse real do povo judeu, em se aproximar novamente com Recife”, comentou o vereador.

A reunião contou com a presença do embaixador Yossi Shelley, que em fevereiro recebeu a Medalha de Mérito José Mariano, a mais alta distinção da Câmara do Recife. Além de tratativas sobre acordos econômicos, o encontro discutiu parcerias também na área da educação.

“Foi uma conversa bem produtiva, onde conversei com um embaixador que conhece sobre a realidade do Recife. Discutimos ações que podem fortalecer a educação da nossa cidade, e promover a inclusão de novos jovens e adolescentes no mercado de trabalho”, finalizou Renato.

Após aprovação, lei será enviada para sanção do prefeito Geraldo Julio
Após aprovação, lei será enviada para sanção do prefeito Geraldo JulioFoto: Andréa Rêgo Barros/ PCR

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Recife para o ano de 2020 foi aprovada, nesta terça (11), na Câmara Municipal. O Projeto de Lei do Executivo (PLE) que apresenta as metas e prioridades da Administração Pública, tem como objetivo orientar a elaboração dos orçamentos fiscais e de investimentos do Poder Público para o próximo ano. Após a aprovação, a lei agora segue para sanção do prefeito Geraldo Julio (PSB).

No plenário da Casa de José Mariano, durante primeira votação, o projeto recebeu o voto favorável de 28 vereadores. Já na segunda votação, realizada em reunião extraordinária subsequente, a LDO obteve apoio de 27 parlamentares. O líder do governo, vereador Eriberto Rafael, atribuiu a aprovação do projeto aos debates que antecederam a votação, ainda quando o projeto tramitava na Casa. “Realizamos audiência pública com o secretário de Planejamento e Administração do Recife, Jorge Vieira, além de reuniões prévias para discutir as emendas na Comissão de Finanças e Orçamento, onde foram tiradas as dúvidas. Com isso, a votação ocorreu de forma tranquila por conta desse entendimento prévio com os pares”, acentuou.

Apesar de não haver discussões no decorrer da votação, a emenda nº 09, de autoria do vereador Ivan Moraes (PSOL), que visava fortalecer as políticas públicas de gênero, - sem a emenda, a previsão era que a política fosse direcionada apenas para as mulheres -, foi votada separadamente a pedido do vereador Renato Antunes (PSC), e foi derrubada com o aval de 22 vereadores, enquanto apenas cinco parlamentares votaram a favor da emenda. “A ideia natural é fortalecer a política para mulher, uma vez que dizem haver muita discrepância, então nada mais justo que nesse inciso dos direitos humanos a gente busque fortalecer essas políticas voltadas para a mulher”, esclareceu Antunes.

O oposicionista Rinaldo Junior (PRB), que votou a favor da manutenção da emenda 09, avaliou que discutir a questão de gênero no Brasil é essencial. “A cada dia que passa a gente ver o preconceito assolando demais o país, era necessário trocar no texto da LDO a palavra mulheres por gêneros, porque a transformação sexual é discutida no Brasil todo e em Recife não pode ser diferente”, concluiu.

Na reunião, Diogo Moraes levou pleitos e se colocou à disposição da PCR
Na reunião, Diogo Moraes levou pleitos e se colocou à disposição da PCRFoto: Divulgação

O deputado estadual Diogo Moraes (PSB), vice-líder do governo na Alepe, esteve reunido com o Secretário de Governo da Prefeitura do Recife, João Guilherme Ferraz, nesta terça-feira (05). Na ocasião, falaram sobre a realização de ações na capital pernambucana com o apoio do parlamentar. Diogo levou pleitos de todas as regiões de atuação dos vereadores Aerto Luna (PSB), Alcides Teixeira Neto (PRTB) e Natália de Menudo (PSB).

Durante a reunião, o parlamentar se colocu disponível para ajudar em obras como a revitalização do CSU da Mustardinha (incluindo a reforma da quadra poliesportiva); a revitalização da Rua Frei Cassimiro (importante via do bairro de Santo Amaro); ações de infraestrutura de comunidades na Zona Sul do Recife, como a UBS da Imbiribeira, a construção do pontilhão da comunidade Rio Azul, além de outras demandas das regiões de atuação dos vereadores.

“Todos os pleitos tratados com João Guilherme foram solicitados em visitas feitas ao lado dos nossos vereadores Aerto Luna, Alcides Teixeira Neto e Natália de Menudo nos últimos meses. O encontro com o secretário foi muito positivo. Alinhamos alguns pontos e devemos, muito em breve, junto ao prefeito do Recife, Geraldo Julio, realizar excelentes iniciativas em conjunto”, afirma Diogo Moraes.

Com a desarticulação de programas do governo federal, como o Minha Casa Minha Vida, a gestão também desenvolveu projetos na área de habitação popular
Com a desarticulação de programas do governo federal, como o Minha Casa Minha Vida, a gestão também desenvolveu projetos na área de habitação popularFoto: Andréa Rêgo Barros/ PCR

O prefeito Geraldo Julio (PSB) reuniu, nesta terça-feira (4), todo o secretariado para anunciar a meta de redução de custos e novas medidas de incremento de receita para este ano, além de anunciar programa de assistência e geração de renda com o objetivo de reduzir a pobreza, que vem crescendo no Brasil. A contenção nas despesas será da ordem de R$ 60 milhões e resulta de um esforço fiscal para não afetar o funcionamento dos serviços básicos prestados pela Prefeitura do Recife. A ação implica na devolução de 75 carros, acontecendo já neste mês de junho, nova revisão de contratos e o aumento da arrecadação por meio da dívida ativa.

Em janeiro deste ano, mesmo com perspectivas de melhoras na economia, a Prefeitura anunciou um corte de R$ 50 milhões. Neste momento, diante de indicativos de recessão da economia brasileira, revelados em análises de instituições nacionais e internacionais, a gestão precisou ajustar ainda mais as despesas e o gesto vai resultar na economia de R$ 110 milhões este ano dos cofres públicos municipais.

O controle de despesas vai permitir investimentos em iniciativas voltadas para a população mais carente da cidade, que tem sido a mais prejudicada pela crise econômica do País. Batizado de Chegando Junto, o programa vai abarcar 10 projetos em diferentes áreas, que serão lançadas até o fim deste ano.

As medidas estão alinhadas com os números mais recentes divulgados por instituições de pesquisa do Brasil. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que o contingente de pessoas pobres no Brasil aumentou em 2 milhões no último ano, em função da crise e do aumento das taxas de desemprego.

As ações serão divididas entre as áreas de assistência à população e apoio à geração de renda. Um dos investimentos será destinado para a abertura de três restaurantes populares em parceria com a iniciativa privada para atender a população mais pobre. As unidades servirão refeições diárias de graça para população em situação de rua. O parceiro privado poderá comercializar mais refeições a custo popular.

Outra iniciativa é a construção de abrigo noturno na Travessa do Gusmão, no bairro de São José. A meta é que o espaço abrigue pelo menos 200 pessoas por noite. Os restaurantes populares e o abrigo noturno são iniciativas que têm em sua essência a busca por salvaguardar as pessoas mais carentes da cidade. A escolha dos locais e o formato da iniciativa estão lastreadas nas inspeções sobre a população de rua do Recife.

Na área de assistência social, também será lançado o projeto Gera Cidadania, cujo objetivo é oferecer oficinas pedagógicas e artísticas para crianças, adolescentes e jovens, no contraturno escolar, por meio de instrutores da própria comunidade com o objetivo de promover cidadania e inclusão em áreas vulneráveis.

Em abril, o Brasil atingiu 12,5% de desempregados, somando 13,2 milhões de pessoas sem trabalho (4,9 milhões de desalentados, aqueles que já desistiram de procurar emprego). Diante dessa situação, a Prefeitura também lança nos próximos meses o projeto Frentes de Trabalho, que consiste na contratação de moradores dos bairros para a realização de pequenos reparos de manutenção em escolas e unidades de saúde, como pintura, capinação. O pagamento será realizado através de diárias.

Em meio ao agravamento da crise econômica e da falta de perspectivas de melhora dos índices de crescimento no Brasil, a saúde é outra área em que a população procura alento. Por isso, a Prefeitura do Recife, por meio de Secretaria de Saúde, vai lançar mutirões de saúde voltados para população de baixa renda. O foco são consultas e exames para reduzir filas de espera e o atendimento nas áreas da cidade onde não há cobertura das Unidades de Saúde da Família (USFs). O primeiro deles será realizado nos próximos dois sábados, 8 e 15, com 1.600 consultas e exames ortopédicos. Nos últimos anos, com o aumento do desemprego, 100 mil pessoas perderam os planos de saúde e migraram para o SUS no Recife.

Com a desarticulação de programas do governo federal, como o Minha Casa Minha Vida, a gestão também desenvolveu projetos na área de habitação

popular, um deles é o Parceria na Sua Casa. A iniciativa tem por base uma lei aprovado por Geraldo Julio em 2016, cujo objetivo é auxiliar moradores em pequenas reformas de até R$ 5 mil.

Outra iniciativa busca garantir a ampliação das mulheres no mercado de trabalho. O projeto Pertencer (espaço de convivência), encabeçado pela Secretaria de Habitação, busca criar áreas de convivência em habitacionais da Prefeitura para crianças de zero a seis anos. Segundo a Organização Internacional do Trabalho, a participação do trabalho das mulheres ainda é cerca de 30 pontos percentuais menor que a dos homens. E, principalmente as mulheres mais pobres, são diretamente impactadas por não terem com quem deixar os filhos.

A Secretaria de Habitação também promoverá, diante dos cortes no Minha Casa Minha Vida, projeto de autoconstrução, em que fornecerá material e assistência técnica para que o recifense que não tem onde morar construa sua própria casa.

O Programa Chegando Junto alinha-se com a situação atual no Brasil, onde a quantidade de pessoas que ganham menos são as que mais têm sofrido com os efeitos da crise. Não há sinais de recuperação, mas de acordo com pesquisa recente do IBGE, os mais pobres são os que mais demoram para se recuperar de uma crise na comparação com a população mais rica.

A Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo também entra no Chegando Junto com mini cursos de empreendedorismo de manicure, pedicure, corte de cabelo na máquina, mecânico de bicicleta, entre outros.

Após o curso, a pessoa recebe um kit de material (ferramentas, máquina de cabelo, etc) para já começar a ganhar sua renda. Em razão de pesquisa do Instituto Locomotiva, que revela que 18 milhões de brasileiros já têm algum tipo de renda através de aplicativos, a pasta também irá ajudar os recifenses que quiserem investir para ganhar renda por app.

PROGRAMA CHEGANDO JUNTO

PROJETOS DESCRIÇÃO SECRETARIA

1. Restaurante Popular Serão criados três unidades em parceria com a iniciativa privada oferecendo refeições diárias de graça para a população em situação de rua. Desenvolvimento Social e Direitos Humanos

2. Abrigo Noturno Será construído no Centro do Recife para pessoas em situação de rua, oferecendo dormitório. Capacidade para pelo menos 200 pessoas. Desenvolvimento Social e Direitos Humanos

3. Gera Cidadania Serão ofertadas oficinas pedagógicas e artísticas para crianças, adolescentes e jovens, no contraturno escolar, por meio de instrutores da própria comunidade com o objetivo de promover cidadania e inclusão em áreas vulneráveis. Desenvolvimento Social e Direitos Humanos

4. Mutirão de Saúde Serão realizados mutirões de saúde para consultas e exames para reduzir filas e atendimento nas áreas que não são cobertas por PSFs. Nos dois próximos sábados serão oferecidas 1.600 consultas ortopédicas para diminuir a fila de espera. Saúde

5. Serviço de Convivência Serão criadas áreas de convivências nos habitacionais da Prefeitura do Recife, com alimentação e atividades para que as mães e pais moradoras desses prédios possam deixar suas crianças em segurança e tranquilidade para trabalhar. Habitação

6. Frentes de Trabalho Realizar pequenos serviços de manutenção nas unidades de saúde e de educação contratando moradores do próprio bairro com pagamento através de diária. Saúde e Educação

7. Parceria Na Sua Casa A Prefeitura entra com material e orientação técnica, e o morador executa uma pequena reforma no seu imóvel, como um banheiro, acessibilidade e pequenas intervenções. As reformas vão até R$ 5 mil. Habitação

comece o dia bem informado: