BNDES será presidido por ministro do Planejamento

Presidente Michel Temer confirmou nome de Dyogo Oliveira, que deixará a pasta para assumir o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)

Dyogo Oliveira esteve à frente do Ministério do PlanejamentoDyogo Oliveira esteve à frente do Ministério do Planejamento - Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, abandonará a pasta para assumir a presidência do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na vaga deixada por Paulo Rabello de Castro. O Planejamento, por sua vez, será comandado por Esteves Colnago, atual secretário-executivo do ministério.

Neste domingo (1º), o presidente Michel Temer recebeu autoridades no Palácio do Jaburu,  para discutir a nova formação da esplanada dos ministérios. Participaram do encontro: os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral), Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo), Gustavo Rocha (Direitos Humanos) e Dyogo Oliveira, além do líder do governo no Senado, Romero Jucá (MDB-RR), e do deputado Darcísio Perondi (MDB-RS).

As mudanças são decorrentes da disputa eleitoral deste ano. O prazo para quem pretende disputar algum cargo em outubro se encerra no próximo sábado (7). Durante esta segunda, Michel Temer dará posse ao novo ministro da Saúde, Gilberto Occhi, que estava na presidência da Caixa Econômica Federal. Já o novo ministro dos Transportes, Valter Casimiro Silveira, será empossado no lugar de Maurício Quintella.

Leia também
Temer acredita que 'autoridades' tentam destruir sua reputação
"Querem tirar Temer da vida pública", diz Planalto sobre Operação Skala
Ministro Dyogo Oliveira será o novo presidente do BNDES

Veja também

Em campanha por todo o país, Trump ironiza Biden por não realizar comícios
EUA

Em campanha por todo o país, Trump ironiza Biden por não realizar comícios

Milhares marcham por diversidade sexual no Uruguai
Mundo

Milhares marcham por diversidade sexual no Uruguai