Presidente

Bolsonaro afaga Congresso e STF após ameaças e diz que harmonia dos Poderes é 'alegria do povo'

Jair BolsonaroJair Bolsonaro - Foto: Alan Santos/PR/arquivo

Uma semana depois de ter liderado atos de raiz golpista no 7 de Setembro e dias após ter divulgado nota retórica em que abaixa o tom com os demais Poderes, o presidente Jair Bolsonaro promoveu cerimônia no Palácio do Planalto nesta terça-feira (14) na qual distribuiu homenagens a parlamentares e a um ministro do STF (Supremo Tribunal Federal).


Bolsonaro usou o evento, que teve a participação dos presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), além do ministro do STF Dias Toffoli, para afirmar que o Executivo, o Legislativo e o Judiciário são "um só corpo" e que o "bom entendimento" dos Poderes é a "alegria do nosso povo".

"Nosso governo conversa com todo mundo. Esse prêmio, esse simples troféu, é um reconhecimento a todos vocês pela colaboração com o governo e com o Brasil. O que seria do Executivo sem o Senado, sem a Câmara, e também, por que não dizer, em muitos momentos sem o STF? Nós somos um só corpo. O nosso bom entendimento, [é a] alegria do nosso povo", declarou.

Veja também

Bolsonaro diz que vai defender na ONU marco temporal para demarcação de terras indígenas
Política

Bolsonaro diz que vai defender na ONU marco temporal para demarcação de terras indígenas

 54% reprovam gestão de Bolsonaro contra a pandemia da Covid, mostra Datafolha
Datafolha

54% reprovam gestão de Bolsonaro contra a pandemia da Covid, mostra Datafolha