A-A+

Bolsonaro convoca reunião de ministros e técnicos para discutir preços da Petrobras

A interferência governamental na política de preços da petroleira provocou forte queda das ações, com perda de R$ 32 bilhões do valor de mercado da empresa

Presidente da República, Jair BolsonaroPresidente da República, Jair Bolsonaro - Foto: Palácio do Planalto/ Flickr

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) convocou uma reunião com ministros e técnicos para a próxima terça-feira (16) para discutir a política de preços da Petrobras.

O encontro foi marcado depois que Bolsonaro procurou na noite de quinta-feira (11) o presidente da estatal, Roberto Castello Branco, para pedir que ele revisse a decisão de reajustar o preço do óleo diesel em 5,7%.

A interferência governamental na política de preços da petroleira provocou forte queda das ações, com perda de R$ 32 bilhões do valor de mercado da empresa.

Leia também:
Onyx minimiza intervenção na Petrobras e refuta comparação com gestão do PT
Petrobras perde R$ 32 bi em valor de mercado após interferência de Bolsonaro


A reunião foi confirmada pelo porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros. Segundo ele, foi chamada pelo presidente diante da preocupação do impacto do ajuste do combustível.

Apesar da interferência do Palácio do Planalto, o porta-voz disse que, por princípio, Bolsonaro entende que o governo não deve interferir na gestão da petroleira.

"Por princípio, o presidente entende que a Petrobras, uma empresa de capital aberto, sujeita às regras de mercado, não deve sofrer interferência política em sua gestão. Aliás, uma das razões para a crise que vínhamos incorrendo em governos passados", afirmou.

Veja também

Wagner Rosário passará à condição de investigado pela CPI
Senado

Wagner Rosário passará à condição de investigado pela CPI

Para Rosário, médicos devem ter 'liberdade' para prescrever cloroquina
CPI da Covid

Para Rosário, médicos devem ter 'liberdade' para prescrever cloroquina