A-A+

Bolsonaro desiste de ir ao Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça

O encontro, que ocorrerá entre 21 e 24 de janeiro, é realizado anualmente numa estação de esqui nos Alpes Suíços

Jair BolsonaroJair Bolsonaro - Foto: Flickr/Palacio do Planalto

O porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, afirmou nesta quarta-feira (6) que o presidente Jair Bolsonaro desistiu de participar do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

O encontro, que ocorrerá entre 21 e 24 de janeiro, é realizado anualmente numa estação de esqui nos Alpes Suíços, e é conhecido por reunir nomes importantes da área econômica, além de chefes de Estado.

Barros negou que o cancelamento da viagem tenha relação direta com a crise no Oriente Médio. "Não há qualquer ligação com os fatos envolvendo o Irã, Iraque e Estados Unidos também", disse.

Leia também:
Bolsonaro reafirma que Brasil repudia o terrorismo
Bolsonaro sanciona transferência do Coaf para o Banco Central


Segundo ele, uma série de fatores levou à decisão de Bolsonaro. Entre elas, questões econômicas, de segurança e políticas, apontou, sem entrar em detalhes.

"Um somatório permitiu avaliar que não é o caso neste momento de participar", disse o porta-voz.

No ano passado, o fórum foi o primeiro evento internacional de que o presidente, então recém-eleito, participou. Mas seu discurso, mais curto do que o esperado -a sessão toda durou 15 minutos-, foi considerado demasiado conciso pela plateia de investidores.

Veja também

Projeto destina 10% de vagas no Sine para mulher vítima de violência
Emprego

Projeto destina 10% de vagas no Sine para mulher vítima de violência

Prevent cobrava 'altas celestiais' para liberar leitos a pacientes VIP, diz advogada em CPI
CPI da Covid

Prevent cobrava 'altas celestiais' para liberar leitos a pacientes VIP, diz advogada em CPI