Bolsonaro diz que vai sobrevoar região atingida por rompimento de barragem

Mais cedo, por meio de uma rede social, Bolsonaro lamentou o desastre

Presidente da República, Jair BolsonaroPresidente da República, Jair Bolsonaro - Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, em breve pronunciamento, que vai sobrevoar a região atingida pelo rompimento da barragem em Brumadinho junto do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), para avaliar os estragos.

Após a breve fala, a equipe da Presidência afirmou que a Agência Nacional de Águas está coordenando ações para garantir o abastecimento de cidades que captam água do rio Paraopeba, atingido pela lama de rejeitos.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, está indo ao local da tragédia. O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, e o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil chegam nesta noite a Belo Horizonte para acompanhar o trabalho das defesas civis locais. As Forças Armadas vão atuar em apoio à Defesa Civil de Minas Gerais.

Mais cedo, por meio de uma rede social, Bolsonaro lamentou o desastre. "Lamento o ocorrido em Brumadinho-MG. Determinei o deslocamento dos Ministros do Desenvolvimento Regional e Minas e Energia, bem como nosso Secretario Nacional de Defesa Civil para a Região", escreveu o presidente.

Veja também

Alcolumbre quer manter protagonismo em Brasília
Edmar Lyra

Alcolumbre quer manter protagonismo em Brasília

Posses da Agricultura e da chefia de Gabinete podem ocorrer juntas
folha política

Posses da Agricultura e da chefia de Gabinete podem ocorrer juntas