Bolsonaro 'escapa' de base naval, toma suco de milho e visita ponto turístico da BA

O presidente fica na Bahia até 5 de janeiro, quando retorna para Brasília

Presidente Jair BolsonaroPresidente Jair Bolsonaro - Foto: Isac Nóbrega / PR

Três dias após chegar a Salvador para passar o feriado prolongado de Réveillon na praia exclusiva de Inema, na Base Naval de Aratu, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) visitou nesta segunda-feira (30) o Farol da Barra, um dos principais pontos turísticos da capital baiana.

Com uma camisa social azul, sob sol de 29 graus, o presidente foi tietado por populares aos gritos de "mito" enquanto se dirigia ao Museu Náutico da Bahia. A comunicação do 2º Distrito Naval confirmou a visita, mas não informou quanto tempo o presidente permaneceu no local.

Leia também:
Réveillon: é importante ter atenção com os fogos na virada
Cultura, sob Bolsonaro, vive volta da censura, perda de ministério e viés evangélico
Presidente do Ibama autoriza desmate da mata atlântica

Durante a passagem do presidente, o trânsito no bairro, que registra intensa movimentação de banhistas no verão, sofreu alterações. Segundo o órgão de trânsito da prefeitura, o tráfego do Porto da Barra sentido Farol foi desviado e assim permaneceu por cerca de uma hora.

Antes do passeio na Barra, o presidente divulgou, em suas redes sociais, uma parada em um posto de combustíveis da rede Menor Preço, na rodovia BR-324, no sentido Feira de Santana-Salvador.

O presidente permaneceu no local por cerca de meia hora, onde foi a uma rede de franquia da marca Rei da Pamonha, bebeu um copo de suco de milho, que custa R$ 8, depois visitou uma churrascaria ali mesmo e cumprimentou trabalhadores, segundo uma funcionária do estabelecimento.

Bolsonaro retornou à Base Naval já no início da tarde, por volta das 14h. O presidente viajou sem a primeira-dama Michelle Bolsonaro, que ficou em Brasília. Ela deve passar por uma cirurgia nos próximos dias.

Na sexta-feira (27), quando cumprimentou um grupo de simpatizantes antes do embarque na porta do Palácio da Alvorada, o presidente não deu detalhes sobre o procedimento cirúrgico. Segundo ele, "é coisa besteira".

Na entrada da residência oficial, a primeira-dama também foi questionada sobre o assunto e disse apenas que "não é nada grave". Ela deve passar a virada do ano com familiares em Brasília.

O presidente fica na Bahia até 5 de janeiro, quando retorna para Brasília.
A Base Naval de Aratu fica localizada na península de Paripe, na baía de Todos os Santos. Cercada por mata atlântica, a praia privativa tem areia branca e água verde-esmeralda.

O local era destino favorito da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) durante os feriados do Réveillon e do Carnaval. A petista passou quatro anos seguidos o recesso de fim de ano na base militar.

Como sua sucessora, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também passou quatro anos seguidos o Réveillon na praia reservada. Em janeiro de 2010, ele foi fotografado carregando uma caixa de isopor na cabeça.

Veja também

Cidades têm volta do panelaço em protesto pela má condução da pandemia pelo governo federal
Protesto

Cidades têm volta do panelaço em protesto pela má condução da pandemia pelo governo federal

Oposição decide entrar com novo pedido de impeachment de Bolsonaro por crise em Manaus
Congresso

Oposição decide entrar com novo pedido de impeachment de Bolsonaro por crise em Manaus