EX-PRESIDENTE

Bolsonaro no TSE: onde assistir, como será e o que está em jogo no último dia de julgamento

Apreciação da ação que pode tornar ex-presidente inelegível entra no terceiro dia na Corte Eleitoral

Jair BolsonaroJair Bolsonaro - Foto: Silvio Ávila/AFP

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entra, nesta quinta-feira (29), na terceira sessão do julgamento que pode tornar o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) inelegível.

Até o momento, apenas o relator do caso, o ministro Benedito Gonçalves, proferiu seu voto, optando pela inelegibilidade do ex-mandatário por abuso de poder político e dos meios de comunicação. Na retomada da discussão, às 9h desta quinta-feira, os outros seis magistrados devem votar.

Caso a maioria do colegiado acompanhe o relator, Bolsonaro poderá ficar até 2030 sem poder se candidatar a um cargo público. Assim como nas outras duas sessões, o julgamento poderá ser acompanhado pelo canal do YouTube do TSE, que fará transmissão ao vivo, ou pela TV Justiça, disponível no canal 9 da televisão.

Na terceira sessão de julgamento, cabe aos seis demais magistrados da Corte Eleitoral proferir voto sobre a ação. Nessa etapa, deverão votar, nesta ordem:

Raul Araújo

Floriano de Azevedo Marques

André Ramos Tavares

Cármen Lúcia (vice-presidente do TSE)

Kassio Nunes Marques

Alexandre de Moraes (presidente do TSE)

A expectativa nos bastidores é que seja formada a maioria na Corte nesta quinta-feira pela inelegibilidade, e a cúpula do PL, partido do ex-presidente, teme até mesmo um resultado de 7 a 0.
 

Se a derrota se confirmar, Bolsonaro ainda poderá apresentar recursos, como embargos de declaração na própria Corte Eleitoral — medida que, no entanto, não tem a prerrogativa de alterar o mérito da decisão. A defesa do ex-presidente ainda poderia entrar com recursos no Supremo Tribunal Federal (STF) — três dos onze magistrados da Corte Suprema já integram o TSE.

Veja também

Bolsonaro decidirá candidatos a presidente e vice em 2026, diz Valdemar em propaganda do PL
ELEIÇÕES 2026

Bolsonaro decidirá candidatos a presidente e vice em 2026, diz Valdemar em propaganda do PL

Desaprovação a Lula vai a 47% e iguala pior índice da série histórica, aponta Atlas
pesquisa

Desaprovação a Lula vai a 47% e iguala pior índice da série histórica, aponta Atlas

Newsletter