Bolsonaro reafirma compromissos de campanha pelo Twiiter

Presidente eleito refutou propostas de economia liberal e criticou atual linha de educação do país

Presidente eleito Jair BolsonaroPresidente eleito Jair Bolsonaro - Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, reafirmou pelo Twitter neste sábado (22), o compromisso feito durante a campanha eleitoral de reduzir o Estado. Segundo ele, as convergências ministeriais darão o tom de desenvolvimento do país, que foi pautada pela população. “Reduzir o Estado, desenvolvimento sem entraves de ONGs, acordos comerciais bilaterais já em andamento e mudar a atual pífia linha educacional. Vamos alavancar o Brasil!”, disse.

Pela mesma rede social, Bolsonaro negou que um general que trabalha no gabinete de seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), integrará seu governo. Pelo Twitter, usando a hastag fake news, ele disse que “nenhum general trabalha no gabinete do deputado”.

Segundo a Agência Brasil, a Secretaria de Comunicação (Secom), órgão que será inserido na Secretaria de Governo, comandada pelo general Carlos Alberto dos Santos Cruz, será ocupada por Floriano Barbosa, atualmente assessor no gabinete do deputado federal Eduardo Bolsonaro. Floriano não é militar.

Leia também:
Bolsonaro: mudaremos a direção que governos anteriores deram ao Brasil
Lista de convidados de Bolsonaro vai de parentes a amigos de pescaria
Bolsonaro deve passar Natal na Base da Marinha na Ilha da Marambaia


Bolsonaro deve seguir neste sábado (22) para a Base Naval da Ilha de Marambaia, onde deverá passar o Natal. O presidente eleito deve retornar à sua casa, na Barra da Tijuca, no dia 27 de dezembro, e seguir para a Brasília no dia 29, onde deverá ficar até a posse, em 1º de janeiro.

Veja também

Remoção de seguidores de bolsonaristas no Twitter vira combustível para decreto que controla redes
Internet

Remoção de seguidores de bolsonaristas no Twitter vira combustível para decreto que controla redes

Nunes Marques suspende quebra de sigilo de ex-secretário da Saúde
JUSTIÇA

Nunes Marques suspende quebra de sigilo de ex-secretário da Saúde