Câmara aprova PEC dos Gastos Públicos

Para ser aprovada, a PEC precisava de, no mínimo 308 votos

Músico pernambucano João FênixMúsico pernambucano João Fênix - Foto: Leo Aversa/Divulgação

O plenário da Câmara aprovou nesta segunda-feira (10), por 366 votos a 111 e duas abstenções, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/16 que fixa um teto para os gastos públicos por 20 anos. O texto foi aprovado em primeiro turno e precisa passar por nova votação no plenário. Também falta votar os destaques da PEC.

Para ser aprovada, a PEC precisava de, no mínimo 308 votos. O governo já havia anunciado que tinha cerca de 350 votos para aprovar a PEC, considerada pelo Executivo como essencial para promover o controle dos gastos públicos e reequilibrar as contas.

A PEC cria um teto de despesas primárias federais que será reajustado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), impondo limites individualizados para os poderes Executivo, Judiciário e Legislativo.

Veja também

Trump fará primeiro discurso público após deixar presidência
EUA

Trump fará primeiro discurso público após deixar presidência

Justiça nega pedido de deputado que apalpou colega em SP para barrar investigação
Assédio

Justiça nega pedido de deputado que apalpou colega em SP para barrar investigação