Campanha entra na reta final

No Recife, petista e socialista vão se jogar, de corpo e alma, na disputa pelo vaga ao cargo máximo da Capital

Governador Paulo Câmara (PSB)Governador Paulo Câmara (PSB) - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

 

A última semana de campanha dos candidatos à Prefeitura do Recife promete ser dividida entre entrevistas e mobilizações de rua. O foco principal será a preparação para os três debates na televisão que ocorrerão hoje e nos dias 27 e 28.

No entanto, o trabalho corpo a corpo não será desprezado nesta fase final, assim como as inserções e guias eleitorais. Liderando às pesquisas de intenção de voto da cidade, o prefeito e candidato à reeleição, Geraldo Julio (PSB), deverá dedicar mais tempo à preparação para os embates contra o adversário João Paulo (PT). No primeiro turno das eleições, o teor do único debate travado entre o PT e PSB já deu mostras de que o segundo round deverá ser acirrado, uma vez que será a cartada final para atrair o voto dos 1.119 milhão de recifenses.

Agendas de rua
Apesar da atenção redobrada na mídia, as agendas de rua continuarão na pauta do socialista. “Vamos manter o mesmo ritmo do prefeito na rua, todos os dias dividindo o tempo com a gestão. Até sábado, pretendemos percorrer toda Cidade”, revelou o presidente estadual do PSB e um dos coordenadores da campanha de Geraldo Julio, Sileno Guedes.

Petista
Já o candidato João Paulo (PT) seguirá a estratégia adotada no primeiro turno. A proposta é mesclar as agendas de ruas com foco nos debates e material publicitário. Nas hostes petistas, a tática a ser aplicada também deverá focar no revezamento nos atos de rua entre João Paulo e o seu candidato a vice-prefeito, o deputado estadual Silvio Costa Filho (PRB).

O petista, entretanto, focará aparições em momentos mais estratégicos. O PT também conta com as ações da militância, sem a presença do majoritário, para angariar votos dos indecisos e reverter a diferença de aproximadamente 200 mil votos que separam o petista do socialista, conforme as últimas pesquisas.

Positivo
Na avaliação de um dos coordenadores de campanha do PT, Felipe Cury, o sentimento é positivo nesta etapa final e o que pesará é o legado deixado pelo PT e as biografias dos adversários.

“O sentimento na rua é de aceitação. O exército que o prefeito Geraldo Julio tinha no primeiro turno já não tem mais e temos sentido o clima de virada. Vamos vencer no segundo turno e trazer o Recife para o povo de novo”, bradou Cury ressaltando que o PT já saiu vitorioso por ter evitado a vitória socialista já no primeiro turno.

Governador
À frente da principal máquina do Estado, o governador Paulo Câmara (PSB) deverá ser uma das presenças mais cobiçadas da última semana de campanha municipal. Sua aparição deverá ser certa na campanha do prefeito do Recife e candidato à reeleição, Geraldo Julio (PSB). A coordenação socialista deverá fazer um grande ato até o fim da semana com as principais lideranças da Frente Popular.
Em Olinda, ainda não está fechada nenhuma agenda, mas ele poderá participar de um ato ao lado do candidato Antônio Campos (PSB).
O segundo turno da disputa em Jaboatão dos Guararapes não deverá ter a presença do gestor, que optou por permanecer neutro na cidade.

 

Veja também

Marcos Pontes participa de evento sobre pesquisa da nitazoxanida
Saúde

Marcos Pontes participa de evento sobre pesquisa da nitazoxanida

YouTube bloqueia vídeo de campanha de Russomanno por desrespeitar direitos autorais da Fifa
SÃO PAULO

YouTube bloqueia vídeo de Russomanno com imagens da Fifa