Política

Candidato de Bolsonaro na Câmara, Lira deve ser recebido por Covas em SP

Segundo tucanos próximos ao prefeito, o encontro está confirmado e será uma reunião institucional

Candidato do governo à presidência da Câmara dos Deputados, Arthur LiraCandidato do governo à presidência da Câmara dos Deputados, Arthur Lira - Foto: Divulgação/PP

Em viagem pelo país em busca de apoio para se eleger presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Arthur Lira (PP-AL) tem encontro marcado com o prefeito Bruno Covas (PSDB) nesta quinta-feira (21) em São Paulo.
Covas, que está afastado da prefeitura devido a uma licença médica para tratamento de câncer, abrirá espaço na agenda para receber Lira pela manhã.

Segundo tucanos próximos ao prefeito, o encontro está confirmado e será uma reunião institucional. A assessoria de comunicação da prefeitura, porém, não confirma a reunião e afirma não ter informações sobre a agenda do prefeito.

O PSDB, no entanto, já definiu sua posição a favor do deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP) na disputa contra Lira, que é apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Contrariando a orientação do partido, há deputados tucanos que darão seu voto a Lira.


O encontro entre Lira e Covas ocorre após um almoço oferecido por Doria a Baleia, na sexta-feira (15), que reuniu cerca de 20 parlamentares e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (MDB-RJ), no Palácio dos Bandeirantes.

Após o almoço, Doria concedeu entrevista à imprensa para declarar seu apoio a Baleia. Na ocasião fez duras críticas a Bolsonaro e afirmou que a escolha entre o emedebista e Lira "é a disputa entre a defesa democrática e a ameaça a democracia".

Na mesma entrevista, Baleia afirmou que a candidatura de Lira é "submissa ao Palácio, flerta com grupos radicais que até pouco tempo queriam o fechamento do Congresso nacional, recebe o apoio de radicais na rede que não querem a vacina".

O encontro entre Lira e Covas, registrado na agenda do deputado, foi recebido com surpresa por parte dos tucanos na noite desta quarta (20). Aliados do prefeito negaram haver qualquer embate com o governador em torno da questão e afirmaram que Covas receberá Lira por educação e para cumprir seu papel institucional.

Já deputados que acompanham a caravana de Lira afirmaram que Covas está sendo coerente, democrático, maduro e estadista por receber o deputado. Lira não tem reunião prevista com Doria. Ele foi recebido por governadores de todos os estados em que já esteve em campanha, com exceção de Camilo Santana (PT), do Ceará, e do governador paulista.

O deputado do PP já esteve em todos os estados do norte, sul, centro-oeste (com exceção do Mato Grosso do Sul) e nordeste (com exceção da Bahia). Depois de Rio e São Paulo, as próximas viagens são a Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Bahia e Espírito Santo.

Veja também

Flávio Bolsonaro diz que mansão de R$ 6 milhões foi comprada com venda de imóvel no Rio
Imóvel

Flávio Bolsonaro diz que mansão de R$ 6 milhões foi comprada com venda de imóvel no Rio

STF rejeita denúncia contra parlamentares do PP
Justiça

STF rejeita denúncia contra parlamentares do PP