Política

Capa do The Economist sobre Bolsonaro é destaque no Twitter

Revista conhecida como uma das principais publicações de linha editorial liberalista apontou Bolsonaro como "ameaça" à América Latina

Capa do The Economist sobre BolsonaroCapa do The Economist sobre Bolsonaro - Foto: Reprodução/Twitter/@theeconomist

A revista britânica The Economist estampou em sua capa desta semana editorial no qual apresenta "a mais recente ameaça da América Latina", o candidato à Presidência da República brasileira Jair Bolsonaro (PSL). A publicação rapidamente viralizou e se tornou assunto de destaque no Twitter no início da tarde desta quinta-feira (20). O cantor Lulu Santos foi uma das pessoas que utilizou a rede para comentar a publicação -  escreveu citando trecho da música de autoria dele: "Assim caminha a humanidade, com passos de formiga e sem vontade."

O internauta Lucas Paulino, que se identifica na rede como doutorando em direito constitucional, comentou que a revista é uma das principais porta-vozes do liberalismo político e econômico mundial. "Será que a elite nacional, e o 'mercado', vão continuar contemporizando essa ameaça?", questionou.

Já o internauta Renato Thibes utilizou de ironia, dizendo que "depois de ensinar nazismo para Alemanha e cristianismo pro Papa, a próxima missão do brasileiro é ensinar economia pra The Economist".

Leia também:
Bolsonaro "promete salvação", mas "ameaça o Brasil e a América Latina", diz The Economist
Bolsonaro representa risco à democracia, escreve The Economist
Governo Trump nega passaportes e cria limbo jurídico no país
Pedidos de seguro-desemprego aumentam nos EUA


"Vão chamar a The Economist de esquerdista? De Petista? Vão mandar a The Economist voltar pra Venezuela? Vão dizer que é fake news?...", questionou Bárbara Roitman.

"Então a revista The Communist traz Bolsonaro na capa com uma matéria que o ataca? Mais um sinal que ele está muito perto da vitória. Se uma central do globalismo socialista o ataca assim, é porque eles estão preocupados.", observou Leandro Ruschel.

Paulo Smith criticou a publicação dizendo "sabe quantas matérias the economist escreveu sobre o desastre que seria Trump na Casa Branca? Dezenas. Olhem agora como vai a economia americana, melhor impossível."

Veja também

Mourão diz que acha "difícil que prospere" pedido de Bolsonaro para PGR investigar Moraes
Política

Mourão diz que acha "difícil que prospere" pedido de Bolsonaro para PGR investigar Moraes

Danilo anuncia equidade de gênero nos cargos de liderança do governo
Eleições 2022

Danilo anuncia equidade de gênero nos cargos de liderança do governo