CCJ da Câmara abre reunião para apreciar denúncia contra Temer

O relator Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) faz os últimos ajustes n texto

CCJ da CâmaraCCJ da Câmara - Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados abriu na manhã de hoje (10) reunião para analisar a denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco. O parecer do relator Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) sobre a denúncia deve ser lido apenas na parte da tarde. De acordo com a assessoria, o parlamentar faz os últimos ajustes no texto.

Como a leitura do relatório será feita apenas na parte da tarde, deputados de vários partidos de oposição apresentam diversas questões de ordem sobre o rito da análise da denúncia. Uma delas, de autoria do deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), pede aos deputados que analisem separadamente a participação de Temer e dos ministros Eliseu Padilha ( Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), também acusados dos crimes de organização criminosa.

Qualquer que seja o parecer do relator sobre a denúncia e o resultado da votação na CCJ, a decisão final será tomada em votação no plenário da Casa. Para que a Câmara autorize o Supremo Tribunal Federal (STF) a iniciar as investigações contra Temer, Padilha e Franco são necessários o mínimo de 342 votos favoráveis dos deputados.

Veja também

'Nós fizemos a nossa parte', diz Bolsonaro em meio à crise de falta de oxigênio em Manaus
Coronavírus

'Nós fizemos a nossa parte', diz Bolsonaro em meio à crise de falta de oxigênio em Manaus

Presidente do Senado articula ajuda para fornecimento de oxigênio em hospitais de Manaus
Coronavírus

Presidente do Senado articula ajuda para fornecimento de oxigênio em hospitais de Manaus