Cenário nacional vai se sobrepondo ao local em PE

A despeito de condenação, Lula segue sendo citado, em discursos, por lideranças em Pernambuco, quando, nas pesquisas, ainda lidera

Michel Temer Michel Temer  - Foto: Beto Barata

Ainda no início de novembro, um palanque reuniu, em Taquaritinga do Norte, Paulo Câmara e dois ministros do governo Temer, Bruno Araújo e Maurício Quintella. O titular dos Transportes chegou a citar o nome de Temer no discurso. Chamou atenção para a “prioridade” que o “presidente deu ao Estado”. O resultado foi um ensaio de vaia. Três meses depois, a despeito da condenação do ex-presidente Lula pelo TRF4, pesquisa recente do instituto Datafolha realça o tamanho do petista, que ainda lidera, despontando como nome preferido dos eleitores se o 1º turno da eleição fosse agora. A preferência por Lula fica acima da média ainda nas regiões Norte (46%) e, sobretudo, no Nordeste (60%).

Ontem, não à toa, a visita de Temer a Cabrobó, onde compareceu à solenidade de entrega da estação EBI-2 do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco, foi marcada por citações e elogios ao ex-presidente petista. O prefeito da cidade, Marcílio Cavalcanti, tratou de agradecer ao líder-mor do PT por ter iniciado a obra. E o governador em exercício, Raul Henry, também fez referência à ação de Lula de dar o pontapé inicial ao mesmo tempo em que creditou a Temer o espírito de "estadista" por dar continuidade. O debate acabou girando em torno da paternidade. Em Pernambuco, em boa medida, o cenário nacional vai conduzindo a questão local. À coluna, o senador Humberto Costa chegou a realçar que "os verdadeiros adversários nossos são os que fazem o palanque de Temer" no Estado, que teve quatro ministros na gestão do peemedebista. Dos quatro, estava presente, ontem, o titular de Minas e Energia, Fernando Filho. Ontem, Paulo Câmara, cujo PSB vai se distanciando de Temer, levou falta.


Não quer ser "puxadinho" de ninguém
O deputado federal Danilo Cabral é entusiasta de uma candidatura própria do PSB ao Planalto. "Por que não ter candidato, se o PCdoB, o PDT, a Rede terão candidatos a presidente? O PSB é o maior partido de esquerda do Brasil. Por que o PSB não vai apresentar alternativa?", questiona.

Tamo... > Na Casa de José Mariano, há um grupo de cerca cinco vereadores avaliando migrar em grupo para um partido ainda a se definir. Integram esse bloco nomes que estão em situação semelhante: ou o partido não trabalhou para formar uma chapinha ou no partido já existem vários deputados com perspectiva de elevada votação.

...junto > Há conversas se dando com o PPS, do ministro Raul Jungmann, e com o PRTB, do vereador Marco Aurélio Medeiros. Entre os que têm nomes ventilados, nas coxias, para trocar de sigla estão: Gilberto Alves, Aline Mariano, Wanderson Florêncio e Jayme Asfora. Deu-se uma conversa com o PPS há um mês, mas Marco Aurélio também mostra-se disposto a recepcionar alguns nomes.

Zero bronca > Ainda que tenha ligação estreita com o senador Fernando Bezerra Coelho, Marco Aurélio, indagado sobre esse processo, evitar entrar em detalhes, mas adianta que não terá dificuldades em receber pessoas que possam votar com outros palanques. "Quem quiser vir pode votar em quem quiser", avisa.

Acessível > O desembargador do TJPE, Antônio Carlos Alves da Silva, lança site pessoal. Pretende, com a página, agrupar suas memórias e atividades profissionais. Entre outros relatos, reúne publicações sobre sua história de vida. Ele já foi serviços gerais, estoquista e vendedor. No TJPE, "foi auxiliar de portaria, varreu chão, foi escrivão, oficial de Justiça e administrador de fórum".

Veja também

Embaixador de Israel cobra compromisso com verdade histórica sobre o nazismo de governadora de SC
santa catarina

Embaixador de Israel cobra compromisso com verdade histórica sobre o nazismo de governadora de SC

Deputado do PT pede afastamento de Salles por quebra de decoro após ofensa a Rodrigo Maia
política

Deputado do PT pede afastamento de Salles por quebra de decoro após ofensa a Rodrigo Maia