CPI da Covid

Com placas de luto, senadores fazem minuto de silêncio pelas 500 mil mortes por Covid-19 no Brasil

Parlamentares exibiram placas pretas em sinal de luto com palavras de cobrança como "vacina" e "responsabilidade"

Homenagem dos senadores às mais de 500 mil vidas perdidas para a Covid-19 no BrasilHomenagem dos senadores às mais de 500 mil vidas perdidas para a Covid-19 no Brasil - Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Senadores da CPI da Covid fizeram um minuto de silêncio para homenagear as mais de 500 mil vidas perdidas para o coronavírus no Brasil, no início da sessão desta terça-feira (22), em Brasília.

Os parlamentares exibiram, durante a homenagem, placas pretas em sinal de luto com palavras de cobrança como "vacina" e "responsabilidade", além do total de vítimas do coronavírus no País: 502.817, segundo os dados mais recentes.

A questão de ordem para a homenagem foi apresentada pelo senador Rogério Carvalho (PT-SE). 

"A gente está aqui o tempo todo falando e o tempo todo tentando justificar aquilo que nós não conseguimos justificar para o mundo: 502.817 brasileiros mortos. Neste momento, essa comissão tem que pedir um minuto de silêncio em homenagem a todas as vidas perdidas", disse o senador Rogério Carvalho ao apresentar o pedido.

"Queria antes de a gente começar qualquer coisa, em sinal de respeito às famílias, pedir um minuto de silêncio em homenagem a 502.817 famílias que se desfizeram pela dor, a dor da perda irreparável que é a perda da vida", completou.

Em seguida, o presidente da CPI da Covid, o senador Omar Aziz (PSD-AM) acatou o pedido e convocou o minuto de silêncio, momento em que todos os senadores presentes na reunião se levanaram e prestaram a homenagem.

A sessão da CPI da Covid desta terça-feira ouviu o ex-ministro da Cidadania e deputado federal, Osmar Terra (MDB-RS), suspeito de integrar o chamado "gabinete paralelo" de aconselhamento ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no combate à pandemia.

O Brasil atingiu, no último sábado (19), a marca de 500 mil mortes por Covid-19. O País é o segundo do mundo com mais óbitos em decorrência do coronavírus em números absolutos.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Folha de Pernambuco (@folhape)

Luto
O Congresso Nacional decretou luto oficial de três dias pela morte dos mais de 500 mil brasileiros em razão da Covid-19. 

O comunicado foi feito pelo presidente, Rodrigo Pacheco, em sessão plenária do Senado, nesta terça (22).

Veja também

Gilmar manda para PGR pedidos de investigação de conduta de Braga Netto sobre eleições de 2022
Eleições 2022

Gilmar manda para PGR pedidos de investigação de conduta de Braga Netto sobre eleições de 2022

Com reforma, Bolsonaro consolida 27 trocas na Esplanada dos Ministérios em dois anos e meio
Política

Com reforma, Bolsonaro consolida 27 trocas em dois anos e meio