Começa disputa por vaga na mesa da Câmara do Recife

“Gostaria que o meu projeto venha para o plenário, a fim de que seja discutida a presença da mulher”, solicitou Michele, criticando a postura machista de não ter mulher na atual composição da mesa

Michele cobrou presença feminina na mesa da CasaMichele cobrou presença feminina na mesa da Casa - Foto: Arthur Mota

A pouco menos de um mês para o fim da 16ª legislatura na Câmara do Recife, os vereadores reeleitos já começam a se articular para viabilizar os seus nomes para compor o colegiado. Na última segunda-feira (21), de forma contundente, a vereadora mais bem votada no pleito deste ano, missionária Michele Collins (PP), cobrou que o presidente Vicente André Gomes (PSB) coloque em discussão o seu projeto que versa sobre a indicação de uma mulher para compor a mesa.

“Gostaria que o meu projeto venha para o plenário, a fim de que seja discutida a presença da mulher”, solicitou Michele, criticando a postura machista de não ter mulher na atual composição da mesa. Rebatendo a aliada, Vicente ressaltou que a composição “é proporcional à representatividade do partido” na Casa.

Porém, se mostrou receptivo em abrir a discussão sobre a solicitação. Cobranças à parte, na bolsa de apostas os nomes dos vereadores Aerto Luna (PRP), Augusto Carreras (PSB) e Gilberto Alves (PSD) ainda continuam forte para ser o futuro comandante da Casa.

 

Veja também

Campanha eleitoral: PF intercepta carreata e prende participantes, em Salgueiro
Eleições 2020

Campanha eleitoral: PF intercepta carreata e prende participantes, em Salgueiro

Bico em campanha eleitoral gera renda na pandemia
Eleições 2020

Bico em campanha eleitoral gera renda na pandemia