Conselho da Caixa desliga três vice-presidentes e restitui um ao cargo

Conselho também decidiu abrir processo competitivo de seleção para todos os cargos de vice-presidentes (12 no total)

Sede da Caixa Econômica Federal em BrasíliaSede da Caixa Econômica Federal em Brasília - Foto: Divulgação

Na primeira reunião do conselho de administração após a aprovação do novo estatuto, a Caixa Econômica decidiu destituir do cargo três dos quatro vice-presidentes suspensos pelo presidente Michel Temer na semana passada. Um deles foi restituído ao cargo por "ausência de elementos suficientes para configuração de sua responsabilidade".

Leia também
Senador tucano admite ter recebido proposta de caixa dois da Odebrecht
Comissão de Ética da Presidência julgará executivos afastados da Caixa
Caixa substituirá temporariamente vice-presidentes afastados


Além disso, o conselho decidiu abrir processo competitivo de seleção para todos os cargos de vice-presidentes (12 no total), o que ocorrerá com ajuda de uma empresa especializada ao longo dos próximos 12 meses. Os vice-presidentes Antônio Carlos Ferreria (Corporativo), Roberto Derziê de Sant´Anna (Governo) e Deusdina dos Reis Pereira (Fundos de Governo e Loterias) foram destituídos.

Já José Henrique Marques da Cruz (Clientes, Negócios e Transformação Digital) foi restituído ao cargo, já que investigações internas e independentes não provaram responsabilidade do executivo em acusações como vazamento de informações privilegiadas e negociação de cargos.

Veja também

Governo planeja eliminar a meta de proteger 100% das terras indígenas
BRASIL

Governo planeja eliminar a meta de proteger 100% das terras indígenas

João Campos cresce e bate adversários no 2º turno
Edmar Lyra

João Campos cresce e bate adversários no 2º turno