Convocação de protestos aumenta

Bairros de São Paulo, Brasília e do Rio registraram panelaços na noite de ontem

Prefeito em exercício Eduardo Marques (PSB) fiscalizou serviços, nesta terça (13)Prefeito em exercício Eduardo Marques (PSB) fiscalizou serviços, nesta terça (13) - Foto: Divulgação

 

O movimento Vem Pra Rua, um dos grupos que ajudou a organizar os protestos pela queda da ex-presidente Dilma Rousseff, manteve a convocação de protesto marcado para o próximo domingo, depois que a Câmara aprovou uma versão desfigurada do pacote anticorrupção proposto pelo Ministério Público Federal. Inicialmente, a manifestação seria contra a tentativa velada de anistiar crimes passados, ideia abandonada pela cúpula do Congresso e do governo de Michel Temer após a repercussão negativa.

Em São Paulo, o ato começará às 14h em frente ao Masp (Museu de Arte de São Paulo), na av. Paulista. Em Brasília, o ato começa às 10h em frente ao Congresso Nacional. O VPR está divulgando protestos contra a corrupção em diversas cidades de 23 Estados. Já o MBL (Movimento Brasil Livre), que também havia convocado ato contra a tentativa de anistia, ainda não decidiu se irá mobilizar os seus seguidores em função da desfiguração do pacote anticorrupção do Ministério Público.

Enterro da Vergonha
No Recife, a manifestação acontecerá em frente à Padaria Boa Viagem, à partir das 10h. Na ocasião, também será realizado o “enterro da vergonha”. “O ato simbólico tem objetivo de levar ao conhecimento das pessoas quais deputados da bancada pernambucana votaram a favor das alterações”, diz a nota do movimento Somos+Brasil.

 

Veja também

Justiça ordena bloqueio de bens de Cristiane Brasil e Pedro Fernandes
Rio de Janeiro

Justiça ordena bloqueio de bens de Cristiane Brasil e Pedro Fernandes

Charbel diz que vai dar crédito para recifense sair de palafitas e escolher onde morar
Eleições 2020

Charbel diz que vai dar crédito para recifense sair de palafitas e escolher onde morar