A-A+

Coordenador do Denatran deve comandar diretoria responsável pelo Enem

Ele é formado em Administração Pública pela Academia da Força Aérea. Mais recentemente, Garonce tem se dedicado a questões de educação de trânsito

Coordenador do Denatran deve comandar diretoria responsável pelo EnemCoordenador do Denatran deve comandar diretoria responsável pelo Enem - Foto: Reprodução/Facebook

A diretoria responsável por avaliações de educação Básica e exames como o Enem dentro do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) deve ser ocupada por Francisco Garonce. Estudioso em educação a distância, Garonce é o atual coordenador-geral de Educação para o Trânsito do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

O novo titular da Daeb tem mestrado e doutorado na área de educação pela Unb (Universidade de Brasília), sempre com estudos relacionados à modalidade a distância. Ele ainda é formado em Administração Pública pela Academia da Força Aérea. Mais recentemente, Garonce tem se dedicado a questões de educação de trânsito. É comentarista sobre o tema no programa Brasil Caminhoneiro, veiculado pelo SBT.

Leia também:
Câmara pede explicações ao MEC sobre aplicação do Enem
Inep diz avaliar alternativas 'seguras' para impressão de provas do Enem


Garonce foi escolhido pelo novo presidente do Inep, Elmer Vicenzi, para ocupar a Daeb (Diretoria de Avaliações da Educação Básica). Delegado da Polícia Federal, Vicenzi foi diretor do Denatran. A nomeação depende de aprovação do ministro Abraham Weintraub. Apesar de distante da área de avaliação, foco da Daeb, Garonce já teve uma pequena relação com o Inep. Em 2017, participou da coordenação editorial do livro sobre os 80 anos do instituto –sua atuação se deu por meio da empresa que produziu a publicação.

A direção da Daeb está vaga desde o último dia 26, quando o ex-titular Paulo Teixeira pediu demissão em solidariedade a Marcus Vinicius Rodrigues, demitido da presidência do Inep na ocasião. A realização do Enem é o maior desafio do Inep neste momento. A gráfica que imprimia a prova desde 2009 anunciou falência no final de março e até agora o instituto não tem um novo plano definido.

A RR Donnelley imprime as provas do Enem desde 2009 por meio de apenas dois processos licitatórios: em 2010 e 2016. Este último é investigado no TCU (Tribunal de Contas da União) por suposto direcionamento a essa empresa. Ainda falta a definição sobre a realização do Saeb, avaliação federal que compõe o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). A contratação de gráfica para a impressão do instrumento também passa por questionamentos do TCU.

Veja também

Saiba quem é o engenheiro e servidor que assume a Saúde durante quarentena de Queiroga
Ministério da Saúde

Saiba quem é o engenheiro e servidor que assume a Saúde durante quarentena de Queiroga

Omissão de mortes, suspeitas de ameaça e kit Covid: entenda as acusações contra a Prevent Senior
CPI da Covid

Omissão de mortes, suspeitas de ameaça e kit Covid: entenda as acusações contra a Prevent Senior