Covas anuncia bônus a profissionais essenciais e reforço na fiscalização

Ele também informou que vai pagar bônus a todos os servidores da prefeitura que trabalham em serviços essenciais

Bruno Covas, prefeito de São PauloBruno Covas, prefeito de São Paulo - Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (6) que vai reforçar o número de equipes para fiscalizar comércios que não estão respeitando as regras de isolamento e para checar o cumprimento da nova regra de uso de máscaras na cidade. Ele também informou que vai pagar bônus a todos os servidores da prefeitura que trabalham em serviços essenciais.

Depois de recuar na medida de bloqueio de trânsito em vias da cidade, Covas informou que a prefeitura estuda novas medidas para restringir a circulação de pessoas e não descartou a possibilidade de ser decretado o lockdown (confinamento total, em que é proibido sair às ruas sem justificativa clara) em São Paulo.

"Se só estivesse na rua quem é trabalhador de serviço essencial, a gente não teria o trânsito que está ocorrendo. Quem está travando e atrapalhando o trânsito, são aqueles que não entenderam o recado. Vamos continuar fazendo o que é necessário para salvar vidas, mesmo que isso signifique termos de adotar medidas mais rígidas", disse.

Enquanto novas medidas não são apresentadas, Covas disse que irá reforçar a fiscalização de outras regras já estabelecidas na cidade, como o cumprimento de fechamento de comércios e serviços não essenciais. Ele informou que as equipes das subprefeituras também serão responsáveis por fiscalizar o uso de máscaras nos estabelecimentos.

Essas equipes, no entanto, não podem fiscalizar o uso de máscaras nas ruas. Segundo o secretário de Governo, Rubens Risek, ainda é preciso a publicação de uma norma para que a regra passe a valer. "Ainda não há uma definição de como e quem vai poder fazer a fiscalização do cidadão na rua. Hoje, a fiscalização é dentro dos estabelecimentos".

Leia também:
Decreto obriga comércio a fornecer álcool gel para clientes na cidade de São Paulo
Gestão Covas diz que não vai relaxar quarentena a partir de 10 de maio em SP
São Paulo tem 1.866 novos casos e 197 mortes por Covid-19 em 24 horas


Bruno Covas também informou que neste mês será paga uma bonificação a todos os servidores da prefeitura que trabalham em serviços essenciais, da área da saúde, limpeza urbana e assistência social. Ele não informou quantos profissionais receberão o bônus ou como feito o cálculo para definir o valor. Segundo o prefeito, na área da saúde, a bonificação média será no valor de R$ 5.300.

Veja também

Gilmar manda para PGR pedidos de investigação de conduta de Braga Netto sobre eleições de 2022
Eleições 2022

Gilmar manda para PGR pedidos de investigação de conduta de Braga Netto sobre eleições de 2022

Com reforma, Bolsonaro consolida 27 trocas na Esplanada dos Ministérios em dois anos e meio
Política

Com reforma, Bolsonaro consolida 27 trocas em dois anos e meio