Damares não é indicação minha, diz Magno Malta em vídeo

No vídeo desta tarde ele deseja "toda felicidade do mundo" a Damares e faz elogios à futura ministra

Damares Alves, futura ministraDamares Alves, futura ministra - Foto: Folhapress

Preterido do futuro governo, o senador Magno Malta (PR-ES) divulgou vídeo nesta sexta-feira (7) para esclarecer que não é o responsável pela indicação de sua assessora Damares Alves para o Ministério de Mulheres, Família e Direitos Humanos, pasta para a qual ele mesmo já foi cotado.

"Esclareço que ela não é uma indicação minha. É uma escolha pessoal do presidente, que convidou. Não fui comunicado, solicitado, não fui eu quem indiquei, como algumas pessoas pensam. Não traduz a verdade. Ela é uma escolha pessoal do presidente da República. Desejo toda sorte do mundo a ela", disse Malta.

Leia também:
Bolsonaro elogia Magno Malta, mas não o confirma no governo
Bolsonaro diz que Magno Malta pode ir para 'ministério da família' e general Heleno para GSI


Um dos principais cabos eleitorais do presidente eleito, Malta foi de "vice dos sonhos", quando Bolsonaro anunciava publicamente que o queria para o cargo, a alguém que ficou sem qualquer espaço na Esplanada dos Ministérios.

Na quarta-feira (5), ele afirmou que não se sentia frustrado por ter sido deixado de lado na composição do novo governo e que seu compromisso com Bolsonaro "foi até o dia 28 [dia do segundo turno], às 19h30".

No vídeo desta tarde ele deseja "toda felicidade do mundo" a Damares e faz elogios à futura ministra.

"A doutora Damares é capaz, é minha assessora há muitos anos, está comigo no meu gabinete. As minhas lutas de vida, de defesa dos valores, a minha luta contra o aborto, contra as drogas, em defesa das crianças, ela tem participado disso ativamente ao longo desses anos", disse o senador.

"Continuo orando para que o presidente da República, Deus abençoe ele, Deus cubra ele com toda sorte e sabedoria neste novo Brasil que nós precisamos", afirmou.

Mas a indicação de Damares não foi tão bem vista por todos os integrantes da bancada evangélica, como mostrou a Folha de S.Paulo.

Damares já foi assessora jurídica da frente parlamentar.

Veja também

Cidadania recorre de decisão que barrou processo de expulsão de deputado que apalpou colega
Assédio

Cidadania recorre de decisão que barrou processo de expulsão de deputado que apalpou colega

CUT Pernambuco realiza carreata contra Bolsonaro, no sábado (23)
Impeachment

CUT Pernambuco realiza carreata contra Bolsonaro, no sábado (23)