Daniel não se filiou ainda. João Freire monta chapa

João Freire assume a secretaria-geral da sigla no Estado e já está debruçado sobre a organização da chapa proporcional

Daniel CoelhoDaniel Coelho - Foto: Divulgação

O PPS contratou uma consultoria para realizar uma escuta com os filiados e também uma análise de marca e do impacto que a proposta de mudança de nome da sigla pode gerar externamente. A autorização da executiva nacional para a troca de nome se deu durante o Congresso Nacional, realizado no último final de semana. A partir daí, a direção terá 30 dias para conduzir o processo de ecolha do futuro nome. Uma das opções é o Movimento 23. A outra ainda vai ser apresentada ao partido. A referida mudança é uma das prerrogativas para que o deputado federal Daniel Coelho ingresse nas hostes do PPS. Daniel marcou presença no encontro no domingo, mas ainda não se filiou. Tem até o dia 7 para fazê-lo e pode esperar até lá. Enquanto isso, João Freire, aliado dele de primeira hora, que foi coordenador de sua campanha à Prefeitura do Recife, em 2012, já deixou o ninho tucano e vem trabalhando novas filiações ao PPS em Pernambuco. João assume a secretaria-geral da sigla no Estado e já está debruçado sobre a organização da chapa proporcional. Ele foi candidato a vereador duas vezes pelo PPS - em 2004 e em 2008. Em 2012, deixou a sigla para coordenar a campanha majoritária de Daniel. Então, a ida de João Freire é o passo que antecede o ingresso de Daniel. Ele ainda não se desfiliou do PSDB, mas deve fazer isso nos próximos dias.

Equipe econômica
Quase um mês depois de o presidente Michel Temer anunciar financiamento de R$ 42 bilhões para Segurança Pública - a maior parte oriunda do BNDES - , Paulo Rabello de Castro, entregou, ontem, ao chefe do Planalto, a carta de demissão, justificando a saída em função do calendário eleitoral. Filiado ao PSC, ele deve concorrer ao Planalto.

Aviso prévio > Também da área econômica da gestão Temer, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, outro que trabalha para estar no páreo da corrida presidencial, estará no Recife, hoje, a convite do Lide Pernambuco. Em almoço-debate, vai abordar o tema "Conquistas da Economia e Desafios para 2018". A apresentação começa às 12h.

Em comum > O deputado federal Cadoca reservou o dia de ontem para conversar com o presidente nacional do PROS, Eurípedes Júnior. Seria a primeira conversa dele com o presidente nacional. De antemão, Cadoca já vinha em trativas com a chapinha que inclui PDT, PCdoB, PP e Solidariedade.

PROS na chapinha > Caso ingresse no PROS, Cadoca já estará na mesma rota traçada por João Fernando Coutinho, dirigente estadual da sigla, que sacramentou a participação da sua legenda na chapinha governista.

Com Jungmann > O vice-governador Raul Henry retornou de Brasília, ontem, mas acabou não tendo a reunião que estava pré-agendada com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, por questão de agenda. Henry foi à mesa com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

Ascensão > O deputado Federal Danilo Cabral foi indicado, anteontem, presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. Ex-Secretario de Educação de Pernambuco, Danilo é referência da bancada do PSB quanto ao tema.

Frustração > A chiadeira dos prefeitos em relação ao não repasse do FEM de 2014/2015 andava grande. Anteontem, uma comissão formada por prefeitos e pelo presidente da Amupe, José Petriota, esteve com Paulo Câmara para cobrar providências. O governador terá prazo de 30 dias para apresentar cronograma de pagamento.

Veja também

Bolsonaro bate recorde e é o que mais libera verba em emenda parlamentar desde 2015
R$ 17,2 bilhões

Bolsonaro bate recorde e é o que mais libera verba em emenda parlamentar desde 2015

Ministro-astronauta usa compromisso oficial para passar férias nos EUA
Governo

Ministro-astronauta usa compromisso oficial para passar férias nos EUA